Ægir

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://www.zero49.com.br/thor/thor.png}}

Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Viking arca de Noé.jpg Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Ægir.

Cquote1.png Eu sou um Æsir! Cquote2.png
Ægir sobre seu nome.

Æsir Ægir é um Jötunn decepcionado por ser um Jotun. Como o nome revela, ele deveria ter sido um Æsir. Na verdade, o líder dos Æsir. Só que ele acabou não virando nem Vanir, sendo rebaixado ao cargo de Jötunn.

História[editar]

Ægir, atualmente, é o deus(?) dos cozinheiros e dos mares.

Ægir nasceu filho de pais desconhecidos, o que fez com que ele fosse adotado por Búr, que ficou com pena do moleque chorando pelos galhos de Yggdrasil, e também porquê queria dormir em paz.

Ægir cresceu treinado por Búr para virar o comandante dos Æsir, tendo se aperfeiçoado na arte da luta[1], da diplomacia e da escrita greco-romana.

Porém, ele mostrou não ser bom em nada, a não ser em cozinhar, o que fez com que Búr "suspeitasse" do rapaz. Para se livrar da vegonha, Búr criou Odin, colocou tudo que é macho nele[2] e simplesmente jogou Ægir no mar, como se fôsse um reles papel de bombom estragado[3].

No mar, Ægir, não se sabe como, acabou tendo filhas[4]. Por não saber nada mais, ele acabou montando um boteco no fundo do mar com a ajuda das filhas, o Restaurante no Fundo do Mar, um estabelecimento que funciona até hoje como ponto turístico na costa da Finlândia.

Participação no Ragnarok[editar]

Suspeita-se que a classe dele era Assassino, pra mostrar que poderia matar alguém. Além disso, ele cozinhou pros Jotuns e pro resto do pessoal e, no final, como todo mundo, ele morre.

Na verdade, ele pode ter sobrevivido e estaria até hoje cuidado de seu barraquinho que, aliás, estaria indo bem:ele já teria adquirido o restaurante no fim do universo e o restaurante na capital do Acre.

E esse nome?[editar]

A cozinha do estabelecimento de Ægir.

Pois é, era pra ele ter trocado de nome depois que virou um Jotun, talvez para Jotuи, sei lá. O fato é que, como ele deveria ser o líder dos Æsir, ele recebeu esse nome de Búr. Ele até tentou ir pro lado dos Vanires, mudando temporariamente de nome para Vaиir.

Ninguém sabe como/porquê/onde;quando os Jotuns o aceitaram, mas talvez seja porquê eles queriam qualquer pessoa que odiasse suficientemente os Æsir a ponto de não ver um nem pintado. Daí o contrataram para cozinhar para eles.

Ver Também[editar]

Notas[editar]

  1. Especialmente nas técnicas Dedada no zóio e Chute no saco.
  2. Você me entendeu.
  3. Não querendo ofender o papel.
  4. Talvez com a ajuda dos peixes.