Academia ao ar livre

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Academia ao ar livre é basicamente uma academia tradicional onde homens malham pra pegar mulher, contudo, no lugar de uma ambiente fechado, com ar-condicionado, seguranças, musiquinha de fundo tocando numa boa e aparelhos de altíssima qualidade tecnologia, nos deparamos com uma série de gambiarras medievais coloridas com no máximo duas cores, que quase sempre é amarelo e azul, onde quase sempre você nem sabe onde senta, onde empurra pra malhar ou onde simplesmente você empala seus inimigos, pois com tantos canos de metal dispostos de formas aleatórias essa pode ser a única ideia que passe pela sua cabeça, principalmente caso você sofra de alguma desordem na personalidade...

História[editar]

Alguém saberia me dizer se isso é um equipamento de academia ou uma arte abstrata?

A primeira ideia em ser confeccionada um ambiente público onde todos pudessem se exercitar-se a si mesmo, foi pensada em plena Guerra Fria, pelo soviético РДЦ МФlЭ, por justamente ter nascido e vivido num país ditatorial baseado no comunismo comedor de criancinhas, e tinha como missão ajudar os pedófilos canibais comedores de criancinhas a terem uma desculpa esfarrapada para se misturarem com as menores de idade no parque infantil, então criaram as "academias", mas que no fundo não passam de brinquedos mais chatões e entediantes paras nossas pequenas crianças.

Contudo, como bem sabemos, caso não tenhamos fugido da escola ou dormido durante a aula, a Guerra Fria foi marcada pelas intrigas entre a URSS e os Estados Unidos, que viviam plagiando um ao outro, e dessa vez não foi diferente. Não muito tempo depois, com as academias ao ar livre sendo utilizadas por todos os jovens e pedófilos soviéticos, os estadunidenses não optaram por perder tempo, e prontamente começaram a desenvolver suas próprias academias ao ar livre. Foi no solo americano que elas finalmente ganharam destaque, pois na URSS, já que o povo passava fome, com o tempo foram se cansando de usar os equipamentos, mas lá, lotado de balofos e galãs de Hollywood, as academias simplesmente pipocaram de pessoas.

Atualmente elas estão pelo mundo todo, principalmente nas pracinhas e ao lado de parquinhos, e são bastante frequentadas por marombas sarados musculosos nível Hulk esmaga, que ficam se exercitando na barra de ferro, mostrando toda a sua força nas flexões, enquanto na realidade ninguém tá pouco se fodendo pra eles. Também é comum vermos folgados que querem pagar uma de "saudáveis", e ficam de moleza naqueles patinetes que não cansam nem um aleijado. Além de crianças, mendigos que mijam e dormem nos bagulhos e outros desnorteados que não sabem como vieram parar lá...

Descrição[editar]

Numa academia ao ar livre podemos encontrar uma série de engenhocas e gambiarras que beiram ao abstracionismo e/ou concretismo, caso fosse uma poesia. Até poderíamos citar os nomes de cada uma e fazer uma lista, mas como ninguém sabe ou quer saber seus respectivos nomes, sem contar que são uma caralhada de esquisitices possíveis a serem encontradas, acaba que elas são classificadas em três classificações: "WTF?", "perda de tempo" e "interessantes".

  • WTF?: Essas são aquelas que simplesmente não dá para compreender aonde o seu construtor queria chegar com ela. Normalmente elas ficam socadas no fundo da academia e poucos vão dar algum tipo de atenção para as pobres coitadinhas, que com o tempo enferrujam e torna-se de uma vez por todas um bando de tranqueira inutilizável. No geral também são as maiores responsável por acidentes e burrices que as crianças intrusas na academia provocam, sem saber como funciona, usam-na de qualquer jeito, e acabam quase sempre tirando a paz do resto das pessoas por perto;
  • Perda de tempo: Já aqui nos deparamos com algo que é possível encontrar alguma atividade, contudo é simplesmente um lixo e poucos ficam por muito tempo nelas. Na maior parte do tempo as atrações com essa classificação são as feitas para exercitar os braços, que pode ser muito bem na punheta, no geral umas rodas estranhas que você fica girando feito um motorista bêbado, e ninguém consegue ficar por muito tempo num tédio desses de ficar girando um volante inútil. Também existem umas cadeiras que a pessoa empurra pra trás com os pés, para exercitar as pernas, mas se você se sentar nem que seja por um segundo, o tédio já bate, e você ó: ZzzzZzzzzZZZzzzZz...
  • Interessantes: Nessa categoria se aplica a classificação para aqueles equipamentos mais badalados, que sempre são disputados por jovens e adolescentes, daqueles que se você sair por um minuto para beber água ou descansar, alguém rouba seu lugar nele. E nem precisa pensar muito em quais estão dentro dessa classificação: aqueles que simulam o pedalar de uma bicicleta, e outro que simula uma bicicleta hackeada sempre são deveras disputados e concorridos. Contudo, ainda assim o tédio não tarda em chegar, e no máximo em dez minutos você vai estar ralando de volta pra casa...