Ægir

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Aegir)
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://www.zero49.com.br/thor/thor.png}}

Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada e provavelmente contém informações sobre animais grotescos que capturam sua alma.

Viking dinamarca.jpg Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!

NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Ægir.

Cquote1.png Eu sou um Æsir! Cquote2.png
Ægir sobre seu nome.

Æsir Ægir é um Jötunn decepcionado por ser um Jotun. Como o nome revela, ele deveria ter sido um Æsir. Na verdade, o líder dos Æsir. Só que ele acabou não virando nem Vanir, sendo rebaixado ao cargo de Jötunn.

História[editar]

Ægir, atualmente, é o deus(?) dos cozinheiros e dos mares.

Ægir nasceu filho de pais desconhecidos, o que fez com que ele fosse adotado por Búr, que ficou com pena do moleque chorando pelos galhos de Yggdrasil, e também porquê queria dormir em paz.

Ægir cresceu treinado por Búr para virar o comandante dos Æsir, tendo se aperfeiçoado na arte da luta[1], da diplomacia e da escrita greco-romana.

Porém, ele mostrou não ser bom em nada, a não ser em cozinhar, o que fez com que Búr "suspeitasse" do rapaz. Para se livrar da vegonha, Búr criou Odin, colocou tudo que é macho nele[2] e simplesmente jogou Ægir no mar, como se fôsse um reles papel de bombom estragado[3].

No mar, Ægir, não se sabe como, acabou tendo filhas[4]. Por não saber nada mais, ele acabou montando um boteco no fundo do mar com a ajuda das filhas, o Restaurante no Fundo do Mar, um estabelecimento que funciona até hoje como ponto turístico na costa da Finlândia.

Participação no Ragnarok[editar]

Suspeita-se que a classe dele era Assassino, pra mostrar que poderia matar alguém. Além disso, ele cozinhou pros Jotuns e pro resto do pessoal e, no final, como todo mundo, ele morre.

Na verdade, ele pode ter sobrevivido e estaria até hoje cuidado de seu barraquinho que, aliás, estaria indo bem:ele já teria adquirido o restaurante no fim do universo e o restaurante na capital do Acre.

E esse nome?[editar]

A cozinha do estabelecimento de Ægir.

Pois é, era pra ele ter trocado de nome depois que virou um Jotun, talvez para Jotuи, sei lá. O fato é que, como ele deveria ser o líder dos Æsir, ele recebeu esse nome de Búr. Ele até tentou ir pro lado dos Vanires, mudando temporariamente de nome para Vaиir.

Ninguém sabe como/porquê/onde;quando os Jotuns o aceitaram, mas talvez seja porquê eles queriam qualquer pessoa que odiasse suficientemente os Æsir a ponto de não ver um nem pintado. Daí o contrataram para cozinhar para eles.

Ver Também[editar]

Notas[editar]

  1. Especialmente nas técnicas Dedada no zóio e Chute no saco.
  2. Você me entendeu.
  3. Não querendo ofender o papel.
  4. Talvez com a ajuda dos peixes.