Akurojin-no-hi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Dani daniels anikka albrite and karlie montana.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Sailor Mars!

Akurojin-no-hi, sendo representado por algum retardado fã da mitologia japonesa.

Akurojin-no-hi, é uma das criaturas mais mortais da mitologia japonesa, pois, quando nas noites chuvosa os humanos o encontram e não usam o correr pra caralho, esse humano acaba contraindo todas as doenças que ele não queria, como AIDS, Diabetes, Colesterol mais alto que o Sérgio Reis e, como não poderia faltar, o câncer (e sem o uso de Coca Cola).


Mito[editar]

Não se sabe muita coisa sobre essa iminente criatura, afinal, ninguém nunca sse preocupou em saber mais sobre esse bicho que azara mais do que o Mick Jagger. Porém, como não poderia deixar de ser, sempre tem alguém que é idiota o suficiente para tentar fazer a pesquisa.

Segundo esse pesquisador, os Akurojin-no-hi surgiram do meio de um vulcão tangamandapiano, que entrou em erupção há mais de 8000 anos. Após o nascimento dos Akurojin-no-hi, estes logo perceberam que eram diferentes, e que não poderiam viver como humanos comuns. Mas eles também perceberam que tinham a incrível habilidade de azarar qualquer um que encontrassem.

Então, como esses Akurojin-no-hi não tinham mais o que fazer, eles decidiram que iriam azarar todos os humanos que eles encontrassem, afinal, eles eram yōkais, ou seja, demônios, e tem como principal diversão o sofrimento alheio. Assim, os Akurojin-no-hi começaram a sua jornada por Tangamandápio, mas, depois de algum tempo, eles decidiram ir procurar outro lugar para ficar, pois Tangamandápio era extremamente grande e muito civilizado, quase do tamanho de Nova Iorque, e eles não conseguiriam encontrar humanos andando sozinhos.


Mudança[editar]

Um índio que teve contato direto com um Akurojin-no-hi

Após começarem a procurar um novo lugar para azarar pessoas, os Akurojin-no-hi resolveram que iriam para o Japão, afinal, o Japão é muito menor do que Tangamandápio, e menos habitado, pois os montros locais como o Godzilla sempre faziam uma limpeza no número de cidadãos. Ou seja, seria muito mais fácil encontrar humanos desavisados andando sozinhos por aí.

Assim, os Akurojin-no-hi começaram a se mudar para o Japão, e logo se espalharam pelas mais variadas localidades, preferindo sempre os vilarejos. Chegando nos vilarejos, os Akurojin-no-hi sempre esperavam pelas noites chuvosas e, quando os humanos desavisados chegavam perto, eles irremediavelmente sofriam a síndrome de Mick Jagger, e começavam a ter todas as doenças catalogadas e as não-catalogadas.

Passados muitos anos de zica total, os Akurojin-no-hi ficaram extremamente conhecidos, principalmente entre os caipiras japoneses, que tinham mais medo dos Akurojin-no-hi do que do próprio demônio. Porém, como em todas essas situações aparece um gênio, apareceu um japonês que arrumou uma solução. Então, ele já foi dizendo:

Cita3.pngSeus problemas se acabaram!! A solução é correr pra caralho!!Cita4.png
Japonês

Após tal momento filosófico, todos os caipiras entenderam o recado, e conseguiam se livrar das doenças dos Akurojin-no-hi usando a técnica de correr pra caralho. Isso até os dias de hoje. Ou seja, hoje em dia, os Akurojin-no-hi são tão temidos no Japão quanto o Rubinho é temido pelos seus concorrentes, pois, ao encontrar um, basta correr.


Curiosidades[editar]

  • Os Akurojin-no-hi secam
  • Os Akurojin-no-hi são cruéis
  • Os Akurojin-no-hi são os únicos que conhecem o maior "top secret" dos Estados Unidos, que é a verdadeira fórmula da Coca Cola, que os Akurojin-no-hi usam para provocar câncer no inimigo