Alto Boa Vista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Alto Boa Vista é um pequeno e pacato município do nordeste de Mato Grosso que ninguém conhece (mas seus moradores todos se conhecem). Se você olhar de longe nem vai conseguir diferenciar direito de uma fazenda.

História[editar]

Acesso a Alto Boa Vista.

Município recente, que surgiu em 1991 quando esta fazenda foi desmembrada de São Félix do Araguaia, qualquer outro registro histórico não passa de mera lenda ou folclore.

A intenção inicial era que a cidade tivesse sua urbanização planejada, mas como foi formada majoritariamente por posseiros, retirantes de fazendas vizinhas e grileiros, só porque deram uma asfaltada e criaram uns quarteirões dizem que esta cidade foi planejada...

A formação da cidade ocorreu quando foram distribuídos lotes baratos ou gratuitos para grileiros que revenderam as terras para os fazendeiros, e então todo mundo começou a criar vacas e fazer churrascos nos fins-de-semana.

Atualmente, uma tribo de índios xavantes ao norte do município tem trazido intranquilidade atirando flechas em quem quer que se aproxime.

Geografia[editar]

Localizado quase que num limbo, as margens de uma sinistra rodovia estadual mal preservada e no meio de um conflito de 40 anos da Fazenda Suiá-Missú onde índios preguiçosos e posseiros pés-de-toddy brigam pela ocupação dessas terras (como se fossem terras boas), acredita-se que a cidade já acabou pois 70% de suas terras foi cedida aos xavantes (como se fosse alguma coisa, para acabar).

Economia[editar]

Economia completamente baseada na pecuária de corte como em todas 100 cidades mato-grossenses. Nada de mais...

Cultura[editar]

Acredita-se que foi em Alto Boa Vista que surgiu a lenda do Chupa-Cabras, mas na verdade esta criatura se tratava apenas de um cidadão alto-boavistense disfarçado no escuro.