América Futebol Clube (São Paulo)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


América Futebol Clube (São Paulo)
Escudo do América-SP.png
Brasão
Hino Rebaixados
Nome Oficial América Futebol Clube
Origem link={{{3}}} São Paulo - Seu Zé do Rio Preto
Apelidos Rubro
Torcedores {{{torcedores}}}
Torcidas {{{torcidas}}}
Fatos Inúteis
Mascote Dono do inferno
Torcedor Ilustre Sua mãe
Estádio Teixerão
Capacidade 300 mil pombos
Sede São José do Rio Preto
Presidente Lula
Coisas do Time
Treinador Ninguem
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png todos
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png inexistente
Patrocinador Jornal Bom Dia
Time
Material Esportivo você
Liga Capivaras e pombos
Divisão 58
Títulos {{{títulos}}}
Ranking Nacional 2500000
Uniformes



Cquote1.svg E o América foi rebaixado! Cquote2.svg
TV TEM sobre América
Cquote1.svg Essa turminha da pesada vão se envolver nas maiores confusões para evitar mais um rebaixamento em sua história (Assistam na Segunda) Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde sobre América

América Futebol Clube da cidade de Seu Joaquim do Rio Preto, conforme o seu escudo, é o time mais querido do estado de São Paulo, pelas torcidas de times grandes e pequenos, pois sempre que precisam de uma vitória por goleada, é só enfrentar esse glorioso time do interior de São Paulo. Conhecido também como o time do capeta, ou time do Inferno, o time é comandado por capivaras e pombos, e já ganhou a Copa São Paulo de Zoológicos. O fato mais interessante sobre esse América é que esse time fez uma parceria com os Queijos Texeira, que gentilmente construiu um estádio para o time, o estádio tem o nome de Teixerão devido a essa parceria que surgiu na década de 50, em plena ditadura das capivaras na cidade. (Veja o artigo São José do Rio Preto)

História[editar]

Fundação[editar]

Ninguém sabe ao certo quando que o time se originou, mas foi em uma iniciativa das capivaras tentarem dominar o continente todo, após ter facilmente feito uma ditadura na pequena e pacata cidade de São José do Rio Preto.

Parcerias ao longo da História[editar]

O América de Rio Preto, teve duas interessantes parcerias em sua história. A primeira delas na década de 50, as capivaras ditadoras fizeram uma parceria com os Queijos Texeira, que gentilmente construiu um estádio (coisa que alguns times "grandes" não possuem), o estádio é o Teixerão que a principio era um queijo gigante.

Série A1 do Paulistão[editar]

A parceria mais interessante do time, porém, foi com o capeta, que após comprar a alma de todos dirigentes do clube, botou o América na primeira divisão estadual, e só não fez do América campeão paulista, brasileiro ou da Libertadores porque ele é o diabo e não um santo milagreiro

Entre os anos de 1957 até 2007, por longos 50 anos, o América foi coadjuvante no campeonato estadual e bateu o recorde de anos consecutivos sem ganhar porra nenhuma.

Decadência[editar]

No ano de 2007 o diabo voltou, e viu que o time ficou 50 anos ganhando porra nenhuma mesmo ele dando todas chances do América se classificar para alguma coisa ao jogar sempre a Série A1 do Paulistão, então pegou todas as almas e foi embora, não querendo mais parceria com o time que estava mais zoneado que o Inferno de onde ele vinha, depois de ver que em sua filial do inferno (leia-se São José do Rio Preto) nada dá certo. Por isso abandonou a cidade, mas deixou o inferno instalado lá. E agora o time do América chega ao cúmulo de cair para a décima-quarta divisão estadual.

Esquecido na Série A2 do Paulistão[editar]

A partir de 2008 nunca mais se ouviu falar desse América, na sua passagem pela série A2 daquele ano, por 4 pontos não rebaixou, afinal o tal do Bandeirante já tinha vendido todo o clube e desistido da permanência na Série A2 e ficou com o rebaixamento naquela oportunidade.

Depois na Série A2 de 2009, por 1 ponto não passou pra segunda fase, mas conseguiu a façanha de ser superado por um time chamado Jaguatirica que passou graças ao critério de desempate pois tinha menos derrotas e mais saldo de gols, mantendo assim vivo a tradição do América em só se frustrar.

Em 2010 e 2011 ficou no meio da tabela, participações pífias que anteviam o rebaixamento, pois time de interior paulista é assim, passeia por todas divisões e o América parecia empenhado em retornar para a várzea e o amadorismo quando rebaixou em 2012.

Mais esquecido ainda na Série A3[editar]

Sua estreia na Série A3 de 2013 o América não poderia ter sido mais condizente e convincente a colecionar derrotas vexatórias para os times mais desconhecidos e foleiros e só escapar do rebaixamento por 1 ponto e porque haviam quatro times ainda mais escrotos.

Mas tudo é questão de tentativa, então em 2014 correspondeu às baixíssimas expectativas e conseguiu ser rebaixado nesse campeonatinho miserável de merda.

Esquecido para sempre na Segunda Divisão Paulista[editar]

O que chamam de "Segunda" Divisão em São Paulo na verdade é a quarta divisão, e o América fez sua estreia nesse fundo de poço em 2015. Desde então nunca decepcionou e sempre se manteve afastado de qualquer mínima possibilidade de acesso, sendo o seu normal sempre ser eliminado nas primeiras fases e perdendo para os times mais semiamadores possíveis, mantendo assim essa tradição de que todo time chamado "América" é uma porcaria.

Mascote[editar]

Pombas ou capivaras, pode escolher.

Torcida[editar]

América de São José do Rio Preto, o time do coração das capivaras e dos pombos que vivem na pequena e pacata cidade.

Títulos[editar]

  • Penta-rebaixamento: 5 rebaixamentos seguidos.
  • Copa São Paulo de Zoológico - Unica vez que pombos e capivaras jogaram juntos.
  • Campeão Paulista Série XY²-34 (equivalente à 67575458º divisão)
  • Vice-Campeão do torneio da morte - o que significa Rebaixados.
  • Campeão Mundial de Rouba Monte (Graças as capivaras que viviam em Montenegro, próximo ao Monte de Bosta)
  • Não ser reconhecido