Amon Amarth

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Viking.JPG Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!



Cquote1.svg Você quis dizer: A mão a marte Cquote2.svg
Google sobre Amon Amarth
Cquote1.svg Você quis dizer: Amou a marta Cquote2.svg
Google sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Nós Queríamos ser como eles. Cquote2.svg
Cradle of Filth sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Que bom que não conseguiram! Cquote2.svg
Johan Hegg sobre Comentário acima

Cquote1.svg Poderosos deuses no salão dourado, ajudem-me na batalha contra esses desgraçados Cquote2.svg
Amon Amarth sobre emos

Cquote1.svg Não vai subi ninguém! Fica todo mundo aí quietinho balançando a cabeça! Cquote2.svg
Capitão Nascimento para as pessoas que tentam subir no palco

Cquote1.svg AmMooOoOOooUuUMmm aAmmMarrrxXXxXXiiIIiii ehh Tr00 Cquote2.svg
Ignorante Black Emo sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Eles Imitam nosso Headbang sincronizado muito BEM! Cquote2.svg
Detonator sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Tenho Medo, Tenho MUUITO MEDO... Cquote2.svg
Regina Duarte sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Eles não tocam mal não... Cquote2.svg
Chuck Norris sobre Amon Amarth

Cquote1.svg UiIIIi ElIx SAUm AxXuXTADoRIx, iEu PreIRu SimPlE Plan! Cquote2.svg
Emo sobre Amon Amarth

Cquote1.svg ODEN! Cquote2.svg
Johan Hegg sobre Qualquer Coisa!

Cquote1.svg Eles não são uma banda de Machos e Amon Amarth não é um nome élfico gay? Cquote2.svg
Pessoa normal sobre Amon Amarth

Cquote1.svg Eu cravo minha espada em seu peito! Cquote2.svg
Johan Hegg sobre Comentario Acima!

Cquote1.svg Voce traiu o movimento VIKING veio! Cquote2.svg
Dado Dolabella sobre Amon Amarth!

Cquote1.svg Eu uso a civilização viking na idade das trevas e derroto você com qualquer civilização na idade imperial! Cquote2.svg
Johan Hegg sobre você jogando age of empires
Cquote1.svg Discordo Cquote2.svg
Chuck Norris sobre Comentário acima


Amon Amarth é a banda líder no cenário do Viking Metal atual.

A Formação[editar]

Os reis do Viking Metal.

Johan e Fredrick foram até o set de gravação de O senhor dos anéis e encontraram Ted Lundström, que desistiu de ser ator e foi tocar na banda, os três queriam comer umas Valquírias, foram até Asgaard e acharam Johan Söderberg, os quatro comeram as Valquírias ruivas com 115 de busto e foram procurar pelo último integrante. Num belo dia, os quatro amigos foram assistir o Grande Prêmio de Fórmula 1 em Helsinki (Capital da Finlândia) e avistaram Kimi Raikkonen, este estava sendo seguido por Olavi Mikkonen, que estava muito triste por ser burro de carga, assim sendo Johan Hegg perguntou se ele queria entrar na banda, Olavi muito feliz aceitou.Só tinham um problema:não tinham um nome para a banda e num comentário informal,os caras lembraram de um fato que ocorreu com Johan Hegg,quando sua namorada Marta o deixou... em homenagem à este fato,colocaram o nome da banda de Amou a Marta,mas por soar como nome de música de forró-brega norueguês/sueco, mudaram a grafia.Assim se formou o Amon Amarth.

Integrantes[editar]

Johan Hegg: beberrão Vocalista do Amon Amarth, antes de montar a banda, era vendedor de chapéus chifrudos na Disney e saqueador nas horas vagas.

Fredrik Andersson: Batucador e fundador da banda junto com Johan Hegg, no seu passado obscuro além de saquear vilas norte-americanas era jogador nato de Ragnarok sendo líder de um clan Viking no jogo, vendeu sua conta e comprou uma bateria.

Ted Lundström: Baixista, antes de entrar na banda era um elfo arqueiro que participou de filmes como O Senhor dos Anéis.

Johan Söderberg: Guitarrista e xará do vocalista, antes de se unir à banda era cafetão de Valquírias em Asgard.

Olavi Mikkonen: Guitarrista Primo de Kimi Raikkonen, ganhava a vida sendo burro de carga de seu primo, revoltado com sua situação, aderiu ao paganismo e se juntou à banda.

Banda em um momento de descontração e alegria.

Discografia[editar]

João o viking (2016): Álbum dedicado ao seu colega de longa data João, brasileiro, ajudou Johan em sua saga de crepúsculo, que a princípio, foi um grande feito para o futuro de Valhalla. Disse ver o c* da Gótica (2013): Álbum dedicado ao deus Njörd que para alegria da banda jogou um vento na saia da gótica que estava por engano em seu show, então cada pessoa do show "Disse ver o c* da gótica".

Surto do Rayden (2011): Álbum dedicado ao lançamento do Mortal Kombat 9, Johan não consegue jogar Mortal Kombat pois o deus do trovão do jogo era o Rayden e não Thor.

Twilight Of The Thunder Scat God (2008): Álbum dedicado a arte do scat na terra viking (Asgaard)também conhecido como "Twilight of the Thundercat God" ou, em alguns países onde a palavra Twilight é considerada ofensiva, "Toilet of the Thunder God".

Fate Of Noel (2007): Música destinada ao Finlandês mais famoso de todos (Papai Noel é Óbvio!)

The Nut Crusher (2005): Quando Johan levou um chute no saco e deu um urro de mais de 150000 CNRHK (Chuck Norris Round House Kick) de força, ele pegou MUITA inspiração e a banda lançou este disco.

Versus the Gol (2002): Conta a experiência da Banda com o Futebol.

Motocicleyton Avenger (1999): Destinado a um amigo da banda Motocicleyton.

Once set from the Shit Hall (1997): Lançado no começo quando a banda estava na MERDA! (Literalmente)

Sorrow throughout the nine beers (1995): Fala sobre cerveja e CERVEJA (Irlandesa da melhor qualidade), quando acaba.

Burning Rosca(1994): Primeiro Cd da Banda lançado quando Fredrik estuprou a índia americana.