An Ordinary Sonic

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg An Ordinary Sonic é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, a Claire está matando algum licker.

Ganomlaugh.jpg.jpeg
Este artigo trata de algo maligno por natureza

An Ordinary Sonic é algo amaldiçoado que pode te levar pra conhecer o capeta cara a cara, e provavelmente vai te matar sem dó nem piedade. Se vandalizar, ele vai destruí-lo por completo!


Que será que vem por aí?

Cquote1.png TÁ AMARRADO! Cquote2.png
Marco Feliciano sobre esse jogo
Cquote1.png TE PEGUEI! Cquote2.png
Sonic.exe sobre você

Ok então. Tome todas as doses de Gardenal, Diazepan, Valium, Qualude, Demerol, Roupinol, morfina, ritalina e o que mais você tiver aí pra dormir (até chá de camomila e Maracugina também servem). Não seremos responsáveis por nenhum tipo de pesadelo que você venha a ter após a leitura desse artigo.

An Ordinary Sonic é um jogo endemoniado criado por algum fã doentio de Sonic que nos anos 90, sob influência de muitas sessões de Cine Trash decidiu criar uma hack rom from hell em que você controla o velho ouriço azul que todos conhecem, no caso a versão barrigudinha clássica que nem sequer fala nem nada, ok, tudo certo, entretanto, poucos sabem, mas ele revelou nesse jogo um irmão desconhecido até então de todos nós e renegado pelo Sonic (e não, não é o Shadow nem o Metal Sonic): SONIC.EXE!

Se você acha que é algo besta, simples, uma brincadeira qualquer, um fake, ok então, seu ateu maldito, depois não diga que...









CARAAAAAAAAAAAAAAALHO!!!


Puta que pariu... puta que pariu... puta que PARIIIIIIIIIIIIU!!!!

O jogo[editar]

Hora de morrer, azulado corredor!

O jogo é a merma porra do primeiro jogo do azulão corredor, exatamente igual. Exceto por um detalhe: depois de um certo tempo, os céus e o cenário simplesmente mudam de cor por completo. Os inimigos simplesmente se tornam imorríveis(?), nada, nada, absolutamente nada, porra nenhuma mata eles. E não, nem é blasfêmia dessa vez, eles acabam sendo contaminados pelo paradoxo do muro e nada mais os derruba. Para piorar, os anéis, caso você continue os pegando, eles ao invés de aumentarem e com isso te manterem protegido, irão andar pra trás. Só isso...

Caso você fique nesse mundo paralelo do satanás, DOOOOOOO SATANÁÁÁAAAAAAAAAS, você logo será confrontado por ele, ele mesmo, o demônio das creepypastas do universo: o Sonic.exe! Ele virá, e como o Steve Ballmer, ele irá matar você. Não adianta correr, você será apanhado, sem nenhuma dúvida ou escapatória,
ELE
IRÁ
PEGAR
VOCÊ

Dizem por aí (só dizem) que a única saída conhecida é conseguir quebrar aqueles monitores espalhados pelo cenário e que seriam power-ups pro Sonic. Ao pisar nessas coisas, você voltará para o mundo normal, mas já deixando você ciente: apenas por um curtíssimo tempo. Não adianta,

ELE
IRÁ
PEGAR
VOCÊ

Perca todas as esperanças todo aquele que leu esse artigo, e pior ainda, todo que insistiu em jogar essa amostra grátis do inferno.

O pior é quando você toma game over: o satã azulado ainda sorri de sua cara de maneira assustadora, pior que a cara da sua sogra.