Amphibia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Anfíbio)
Ir para: navegação, pesquisa
Pere.jpg Amphibia
É uma criatura pegajosa e tem a pele fria, mas é uma gracinha de pessoa e come os chatos e outros insetos chatos.

...por isso espere a perereca se desenvolver.

Sapo Principe.jpg
Amphibia
Onde está meu rabo?
Onde está meu rabo?
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Superclasse: Quadrúpedes
Classe: Gosmentos

Cquote1.png O meu preferido é a perereca Cquote2.png
Xena sobre anfíbios.

Amphibia (Anfíbios) é a classe de animais esquelético geladinhos e pegajosos que respiram pela pele, além dos pulmões... e depois ainda dizem que você furta muito ar por causa desse seu narigão.

Origem[editar]

Uma perereca se umedecendo.

A palavra anfíbio significa duas vias, mas nada tem a ver duas opções na estrada nem a opção sexual, até mesmo porque qualquer que seja ela terá um retardado como a mãe pra apedrejar o olhudinho por nada. Duas vias é referente à fase de vida na água, ao nascer a se desenvolver e depois na terra, mas mesmo na terra eles sempre dependem de uma umidadezinha no ambiente.

Não gosto de minhocas e nem por isso devo matá-las, disse um velho e sábio provérbio, afinal os zome são muito ingratos com os anfíbios, ora eles foram os primeiros a pisotear a terra, antes disso apenas animais aquáticos existiam, oque é uma afronta à terra com tanto lugar pra pisar, e os anfíbios foram os primeiros a corrigir essa ingratidão com a mãe Terra, que apesar de ser puta somos todos filhos dela.

Sim, no período Devoniano, onde as subclasses, que já foram pro saco Labyrinthodontia e Lepospondyli, mas sobrou pra nossa alegria, os da classe Lissamphibia, que não deixam de ser aquela gracinha.

Características[editar]

Salamandra indo mandrar ver.

Além de serem geladinhos e escorregadios, os anfíbios são caracterizados por sua respiração cutânea, que não é respirar pelo cu bosta nenhuma, mas respirar através da pele.

Alguns anfíbios podem ser venenosos, mas não é por isso que vamos hostilizá-los, uma vez que veneno tem em toda parte de certa forma, inclusive nos lugares em que você nem imagina, tipo Gambá que tem veneno no cu. Isso pergunte aos especialistas em achar os tipos mais mortais, que são os emos suicidas, mas sobre o veneno vamos tomar falar mais alguns pulos abaixo.

Você pode encher o saco (os anfíbios já parecem algo assim) de um anfíbio à vontade ele jamais vai esquentar a cabeça, ou o restante do corpo, pois são frios, apesar de se acasalar bastante, e mantem basicamente a mesma temperatura, sendo chamados homeotermios.

Ordens[editar]

Cobra Cega tentando achar o caminho da toca.

Eles compreendem, não, não compreendem nada mas, fazem parte dessa classe: os sapos, rãs, pererecas, salamandras, cobras cegas e o Reptile, porque ele mente que é réptil, mas é anfíbio.

  • Anura - depois de adultos perdem o rabo, mas conseguem cagar defecar assim mesmo. O Brasil é o número um em anuros. Ora, pra tomar tanto no rabo, cedo ou tarde é até capaz de perder mesmo.
    • Bufonidae - Conhecidos vulgarmente como sapos, é justamente essa criaturinha olhuda que acaba com grande parte de incômodos insetos, que possui glândulas de veneno bem atrás daqueles lindos olhinhos, mas assim mesmo não se sabe porque tantas pessoas o acham repulsivo, ele só larga veneno se alguém o apertar, no mais fica tranquílo atrás das sapas, sem incomodar ninguém, apesar disso adora uma pedrinha (não essa).
    • Ranidae - As rãs, essas sim são ótimas: sua única defesa são os pulos, e por praticamente não terem glândulas de veneno em comparação aos sapos, salamandras e pererecas, elas até são comestíveis (apesar de não serem pererecas), talvez justamente por isso pulem mais alto que os sapos, que é o mais pesadinho e cheio dessas glândulas. Por sinal dá pra distinguí-las perfeitamente: as pererecas costumam ser mais úmidas.
    • Hylidae - As pererecas, elas são um misto de rã com salamandra, mas com seus doces dedinhos com bolinhas nas pontas que gruda onde ela pular, mesmo que for na cara de alguém.
    • Dendrobatidae - Os sapos-venenosos que são multicoloridos, pequenos e radioativos. Só existem na Amazônia e são capazes de zumbificar seres-humanos se forem ameaçados.
  • Caudata - Os caudados, que são salamandras e tritões jamais perdem o rabo, são bem menos tolerantes que os anuros, são sim da ordem urodela ou caudata. Justamente por isso só há uma espécie no Brasil, na região Amazônica, e assim mesmo nem tão abundante, apesar de não perder a bunda.
  • Gymnophiona‎ - A cobra-cega, também conhecida como cecília e isso eu sei lá porque. Ela é tipo uma daquelas minhocas marrom que adubam a terra, mas um pouco maior, e não é cegueta bosta nenhuma, só os olhos é que são muito pequenininhos. Ela também é conhecida como cobra de duas cabeças e gosta de um afagozinho nas duas, mas se você beijar errado beijará o cu, porque a cabeça é só uma.