Anna Júlia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rossi.jpg Este artigo trata de coisas muito bregas, bicho!

Se você acha que a moda é coisa só pra gente chique, esqueça isso aqui e tome seu rumo, mas se você é um mal-amado fã de Cauby Peixoto, pegue a cadeira porque o bingo já começou.

Falcao.jpg
Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg
Bernardinho nervoso jpg.jpg Please STOP the music!

Este artigo se trata de cantores, bandas ou músicas cantadas muito, mas MUITO mal.

Mariana Ximenes no início da carreira virando a Anna Júliaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

Anna Júliaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa é a única uma música de grande sucesso da banda Loser Manos que com certeza devorou os cérebros de muita gente no início dos anos 2000. Foi provavelmente o último momento de rock no Brasil, mas também o prelúdio da era emocore no país e o poder completo e definitivo da destruição sonora infinita que vivemos, com a cada ano mais ampla criação de hits de 3 meses que servem apenas pra causar ear rape no sentido sexual da parada, como Lepo Lepo, MC Tati Zaqui, Nego do Borel e MC Loma, entre outros que hão de surgir e morrer e automaticamente matar todos que porventura escutem isso dia após dia num neuroniocídio sem tamanho.

História[editar]

Marcelo Camelo tinha uma queridinha crush em sua vida: Anna Júlia Werneck, estudante de Jornalismo da PUC-Rio (mais irritante que a Carla de LS Jack), que ele começou a flertar num bailinho da facul, só que ela era bem metida a patricinha e não gostava de um protótipo de hipster feito o Celinho, que tinha se iludido com ela, sempre tão linda, contemplando o sol no olhar dela, mas sempre perdê-la no ar, pois ela não o notava, e quando ele achava que estava na certeza de um amor, ele descobriu um NAAAAAAAADAAAAAAAAAAA, POIS SEM TER O SEU CARINHO, ELE SE SENTIA SOZIIIIIIIINHOOOOOOOO, E SE AFOGOU EM SOOOOOOOOOOOOOOLIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIDÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! (batidinha na batera!) OH ANNA JÚLIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!, OH ANNA JÚLIAAAAAAAAAAAaaaaAAAAAAAAAAA!!!

Assim ele desacreditou na ilusão de tê-la pra ele e se atormentou na previsão do destino deles, pois quando tudo teve fim, ela ficou com UM CAAAAAAAARAAAAAAAAAAAAAAAAA, UM ALGUÉM SEM CARIIIIIIIIINHOOOO, QUE SERÁ SEMPRE UM ESPIIIIINHO DENTRO DO SEU COOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOO!!! OH ANNA JULIAAAAAAAAAAAA

Pior que como um iludido, ele começou a achar que em algum momento ela queria o seu amor, e que ela um dia já gostou dele, e percebeu que ele não era quem a mina sempre sonhou... mas ILUDIDAMENTE ACHAVA (TUM TUM TUM) QUE IA RECONQUISTAR (TUM TUM TUM) O AMOR DELA (TUM TUM TUM) TODO PRA ELEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE OH ANNA JU... ah vai tomar no cu, não vou repetir essa porra de novo... não vou... pqp, esse comichão fdp não vai me venc... OH ANNA JÚLIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Sucesso renegado[editar]

Marcelo Camelo fingindo que não incomoda ser lembrado somente por Anna Júlia, enquanto lembra o que é sofrer por culpa da Anna Júlia...

Loser Manos lançaram a música em 2000, com um videoclipe com a ainda jovem Mariana Ximenes como a destruidora de corações. O sucesso foi tão absurdo (provando que na época a miséria mental da humanidade já estava sem tamanho) que a música e o clip foram indicados no Grammy Latino, no MTV Video Music Brasil e no Prêmio Multishow (ganhando em uma categoria cada dos dois últimos). Em 2009 a Rolling Stone Brasil colocou essa música na lista das 100 Maiores Músicas Brasileiras de Todos os Tempos (ainda bem que foi em 2009, se fosse em 2018 iria entrar até Surubinha de Leve e Que Tiro Foi Esse?). Caralho, até George Harrison, ex-Beatles, decidiu regravar essa porra em 2001 (e alguns creem que o leve contato dele com esse som foi a causa de seu câncer ter se espalhado pelo corpo e o matado pouco depois do feito desmedido).

Mas a banda JAMAIS considerou que essa música deveria representar o som da banda, que sempre foi um bagulho que misturava MPB, gótico, baião e Carrapicho, e com isso eles começaram a seguir em frente com discos como Bloco do Eu Sozinho e Ventura, que eram mais chatos que o discurso de fim de ano de seu tio bêbado sobre família e futuro, com isso a banda virou um bando de losers que continuam a renegar "Anna Júlia" e se achar os intelectuais do universo, esquecendo-se sempre que ao passar assim por Anna, não saberem mais o que é sofrer...

Mas eles insistem em negar, coitados:

me engana que eu gosto, Rodrigo Amarante...

OH ANNA JÚLIA, JÚLIA... JÚUUUUUULIAAAAAAAAAAAAAA Uol Uol Uooooooolllllll! UOL PAGA NÓIS!

Ouvir também[editar]