Antonín Dvořák

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Antonín Dvořák foi um Sultão Compositor da república Tcheca e também esperança de sua nação para tirar a imagem do Tcheco de Sultão e de suas mulheres de... Atrizes Pornográficas. Mas enfim, no futuro isso fez até um bem danado para o país e sua economia, é que eles não entendiam que na época isso na verdade era bom, ainda que não tinham conhecido os Argentinos.

Infância[editar]

Antonín Dvořák, não se parece com Alguém?

Ele nasceu em 1841, ele formou a geração dos compositores que iam nascendo, como Albinoni e Bach, além de um porrilhão que já estavam saindo por aí. Como todo mundo tinha que se inspirar ou em Vivaldi ou em Beethoven, o cachorro maestro.

Recebeu um sobrenome impronunciavel nas pessoas que falam línguas normais e não ficou tão conhecido. Mas vamos falar de sua infância, ele começou tocando Piano de acordo com as ordens do pai dele. Apesar de não lembrarem que seu pai o batia com um violino se ele não tocasse direito contaram que na verdade ele se inspirou e quis tocar música por causa do "estilo boêmio".

Na verdade, depois de um tempo ele passou a ter raiva quando tocava músicas boêmias, de acordo com a Empregada de Dvořákdjshfsakfjsbfs....

Enfim, havia um convento no lado de sua casa e então o pai dele conseguiu descolar um trampo lá como zelador para poder sustentar a casa já que a mãe de Dvořák tinha ido para a capital da república tcheca (que somente os Punheteiros sabem pronunciar o nome e planejam ir algum dia... Praga! Isso!) para ganhar a vida como "modelo".

As freiras admiravam o talento de Dvořák e passaram pagar ele 7 dólares e 50 centavos por dia que ele tocava na Missa. Isso que ele tinha que ficar de plantão e fazia período integral, além dos seus Esboços que eram postos a disposição da igreja para usarem.

Depois de um tempo, Dvořák não gostava mais do estilo Boêmio e do estilo Pseudo-evangélico. Mas ele tinha que fazê-los para ganhar a vida.

Já cheio, um dia ele gritou com o Papa que vinha visitá-lo pensando ser um compositor só para a igreja, aconteceu de que ele resolveu gritar com "o chefia" e foi "demitido' da igreja indo para a cidade de Praga para conseguir ganhar a vida, ou pelo menos tentar.

Restart?[editar]

SIM! Com esse cara aqui!

Ele chegou em Praga sem nada, então viveu até os 23 anos como Mendigo da porta da igreja onde pensava que era um bom lugar para conseguir esmola, porém para o reverendo da igreja ele estava espantando a clientela os fiéis, então resolveu pegar uma espingarda e ir dar um jeito no Mendigo.

Foi quando ele viu que ele estava tocando um Violino tristemente e uma Freira olhando.

O reverendo resolveu contratá-lo para fazer as missas e dar aulas em período integral por 7 dólares e 50 centavos.

Cquote1.png Mas esse era o meu salário na outra paróquia que eu trabalhava! Cquote2.png
Dvořák

Cquote1.png Foda-se, é o que dá pra pagar Cquote2.png
Reverendo

Dvořák teve que dar também aulas de Piano para sobreviver, ele dormia como colega de quarto do reverendo mas nunca viu nada de anormal no reverendo.

Em todo o tempo livre que ele tinha ele economizava dinheiro e fazia a sua coletânea de sinfonias, o tempo foi passando e ele dando aulas de piano foi quando ele se apaixonou... Por um Amor... No MASCULINO.

Um amor[editar]

Assim como ele se parece com esse cara aqui.

Ele já tinha tido outras paixões antes desse "Amor". Ele teve um amor não correspondido com uma de suas pupilas a qual ele fez uma música (sempre inspiram essas Mulheres os compositores) mas foi um "amor não correspondido" (diga-se, deu um fora e o chamou de tarado).

Então ele decidiu ir para o campo que mais entendia: o masculino.

Mas ocorreu que nem o homem mais afeminado de Praga queria se apaixonar por um otário como aquele. Ele resolveu se contentar com a sua aluna mais feia, que aceitou se casar com ele. Mas não foi contado o detalhe que ela era na verdade uma Irmã da catedral de Praga.

Depois de ter sido expulso, a solução para ele foi voltar a tocar Violão nos bares de Praga e tentar pagar uma faculdade ainda enquanto a irmã Anna sustentava-se como uma garçonete. Depois de ter se formado ele tinha completado suas 9 sinfonias e então, depois de 2 anos a procura de uma gravadora ele conseguiu uma chance.

Com um sucesso estrondoso, aos 65 anos foi convidado a ministrar uma orquestra em Nova York (sendo que só fazia 5 anos que ele passou a fazer sucesso) e então ele abriu a sua coletânea de Sinfonias: da 1 até a 9) conhecidas como "The Sinfony of destruction of the new wordl"

O Disco vendeu horrores até a sua morte.

Polêmica[editar]

O que deve ter mais dado um ataque de coração em Antonín Dvořák além de seu próprio nome foi que a República Tcheca estava brigando com a Áustria pois uma estava desmentindo que a outra tinha Antonín Dvořák como um compositor de seu país. Ahnnnnnnnnn! Agora sim faz sentido! Por isso o sucesso! Ele nasceu na Áustria e não na república Checa.

Morte[editar]

Ele decidiu ir para a Grécia com a esposa para descontrair e gozar da vida, acontece que quando cruzavam um rio que ficava na divisa da Bulgária e de um outro país que existe lá, afinal parece que a Bulgária não faz fronteira com nenhum país, a carroça de Antonín Dvořák acabou colidindo com uma outra carroça que vinha na contra-mão.

E Era uma vez Antonín Dvořák.

v d e h
Bach bass.jpg ♫♫♫ Compositores da Música Erudita ♫♫♫

AlbinoniBachBalakirevBarberBartókBeethovenBelliniBerliozBeyerBizetBoccheriniBorodinBrahmsBrucknerCarlos GomesChopinClara SchumannCorelliCuiDebussyDelibesDonizettiDenzaDukasDvorakElgarFauréFučíkGambolputtyGluckGounodGriegHandelHaydnHolstJoplinKhachaturianLeoncavalloLisztMahlerMascagniMassenetMendelssohnMonteverdiMontiMozartMussorgskyOffenbachOrffPachelbelPaganiniPalestrinaPeppinoPonchielliProkofievPucciniPurcellRachmaninoffRavelRichard StraussRimsky-KorsakovJuventino RosasRossiniRubinsteinSaint-SaënsSalieriSatieScarlatti PaiScarlatti FilhoSchoenbergShostakovichSchubertSchumannSibeliusSmetanaSousaStrauss FilhoStrauss PaiStravinskySuppéTartiniTchaikovskyTelemannVerdiVilla-LobosVivaldiWagnerWaldteufelWeberZappa