Arco do Triunfo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Arco do Triunfo.
Osama Bin Laden visitando o Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo nada mais é do que um símbolo gay criado por Napoleão Bonaparte para representar a falta de masculinidade da população francesa em geral, mas acabou sendo um investimento inútil porque Napoleão acabou morrendo antes de achar uma utilidade para ele.

O Monumento[editar]

Como função ainda mais autêntica e fashion, o Arco tem nele gravados os nomes dos maiores estilistas e drag-queens conhecidos pela história, de Clodovil à Elke Maravilha, com o intuito de não deixarem ao relento figuras tão importantes para a história da moda.

Em sua base, encontra-se o túmulo do soldado desconhecido, que literalmente deu sua vida por seus companheiros bambis e simpatizantes pudessem fazer sua orgias em paz.

Localização[editar]

O Arco está situado no final da Avenida mais rosa já pavimentada, a completamente GLS, Champs-Élyséèéèéès (porque a população francesa em geral segue essas normas gramaticais sem sentido algum para héteros), por onde passam por dia aproximadamente 1,2 bilhões de emos e fãs enlouquecidos do futebol mais homossexual do mundo, a Liga Francesa, onde levam muitas vezes um pau no cu por pedófilos treinando a pedofilia para agir em crianças.

Ver Também[editar]