Assassin's Creed: Rogue

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Credo, um assassino trapaceiro
Assassin's Creed Moulin Rouge.jpg

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Sofia na Ubisoft
Publicador Bugsoft
Ano 2014
Gênero Simulador de racismo
Plataformas Pra tudo quanto é console
Avaliação 50%
Idade para jogar Livre

Assassin's Creed: Rogue é mais um jogo da série Assassin's Creed, lançado às pressas no final de 2014 como objetivo da Ubisoft, produtora do game, em massificar e fazer todo mundo enjoar da única coisa de bom que havia em Assassin's Creed IV, que eram as batalhas navais, que continuaram sendo travadas iguais ao jogo anterior fazendo qualquer um enjoar da série sob todos aspectos. O jogo foi lançado como uma resposta às pessoas de conservadoras elitistas de direita que se sentiam incomodadas jogando e realizando missões apenas com black bloc pichadores praticantes de parkour de esquerda. Neste jogo então, pela primeira vez, o protagonista é um templário (elitista de direita) que tem como missão acabar com os badernistas de esquerda.

Jogabilidade[editar]

Assassin's Creed Rogue traz batalhas navais iguais as de Assassin's Creed IV, e para tentar disfarçar que o jogo não passa de um DLC descarado vendido a preço de jogo novo, a Ubisoft acrescentou uma ou outra características novas, como a capacidade de poluir rios e mares com enormes manchas de óleo de rejeito da Samarco e nem receber multa por isto e ainda inflamar a mancha, e ainda a dição de metralhadoras e a habilidade dos inimigos invadirem o navio Morrígan para serem mortos todos na espada.

Andar em telhados sem nunca escorregar, você joga de templário, mas na prática é a mesma coisa de sempre.

Ao contrário do Titanic o jogador pode destruir icebergs com seu navio, mas a exemplo do filme, caso ele caia na água Shay começa a perder pontos de desinibição de modo que aos poucos irá se tornar um escravoceta e ficará com vergonha de pedir um espaço numa madeira onde a Kate Winslet está, e caso essa barrinha acabe o jogador morre miseravelmente congelado e afogado nas frias águas do Atlântico Norte.

As tradicionais missões de assassinato agora são inversas, o jogador deve interceptar as rolas dos Assassinos (o pombo, seu tarado) e descobrir quem será o N00b que eles desejam assassinar, e ir lá salvá-lo matando um praticante de parkour escondido nas proximidades.

Quanto às brigas é tudo a mesma coisa, com a diferença que dá para matar inocentes (GTA) e usar armas químicas banidas pela ONU.

Enredo[editar]

O jogo conta a história de Shay Patrick Cormac, um irlandês que viu o pai morrer quando tinha apenas 16 anos, quando uma tempestade engoliu o navio onde eles estavam, que n00bs. Sem pai nem mãe, virou um bêbado arruaceiro até ser descoberto, adotado e treinado Samuel L. Jackson (o mesmo mestre de Connor de Assassin's Creed III). Por gostar de inclusão social, Samuel L. Jackson criou um time de praticantes de parkour formados por um índio, um gay, uma sapata e um irlandês (Kesegowaase, Chevalier, Hope Jensen e Liam respectivamente) e então fechou o grupo com um homem branco heterossexual ao incluir Shay.

Uma de suas primeiras missões é pular de telhado em telhado e no caminho matar uns homofóbicos e pegar uma pequena caixa misteriosa que ninguém sabe como abrir mas acredita-se conter ali os segredos da receita secreta da Coca-Cola. Além desse caixa, Shay também precisa pegar um livro escrito numa língua desconhecida (hoje conhecida como língua hindi que dá dicas sobre posições sexuais e descreve em que lugares do mundoe stão alguns brinquedos sexuais mágicos, para apimentar a vida de casal). Shay acha aquelas informações muito relevantes, afinal ele estava em crise conjugal com a sua namoradinha Hope Jensen, e então os dois decidem visitar um terapeuta de casais chamado Benjamin Franklin que decide usar aqueles itens adquiridos para empinar uma pipa e canalizar um raio numa tempestade, assim eletrocutado aquela caixinha misteriosa que revela um holograma do planeta com os pontos onde estão os brinquedos sexuais da tecnologia mais avançada da história da humanidade.

Um desses brinquedos sexuais avançados ficava em Lisboa, uma cidade que Shay conhecia muito bem, e pelo bem da sua vida conjugal ele vai para o local, mais precisamente nos subsolos do Sex Shop da Dona do Carmo, no qual havia uma passagem secreta para os itens sexuais mais raros oferecidos, porém Shay encontra apenas a porra de um "Ghost" do jogo Destiny que sequer tem qualquer formato anatomicamente confortável para penetrações, então com raiva ele decide destruir aquela porcaria, sem saber que aquilo guardava grandes poderes e que isto resultaria no famoso sismo de Lisboa de 1755, explicando assim o Terremoto do Haiti em 2010, afinal lá também tinha uma sex shop mágica. Isso também explica porque no Japão tem terremoto todos os anos, afinal lá é o país mais pervertido do mundo, entãoa s sex shops mágicas são extremamente numerosas e há muitos daqueles cristais que as pessoas quebram e provocam os sismos.

Furioso por ter cagado Lisboa inteira, Shay decide confrontar Aquilles, roubando o manual de Kama Sutra dele, mas durante a fuga toma um tiro na borda de um penhasco. Mas como ele é protagonista de jogo, claro que sobrevive. É resgatado por um casal de velhinhos simpáticos e precisa lidar com uns arruaceiros (black blocks) para recompensá-los, mas logo descobre que era tudo plano de um iluminatti maçom templário chamado Coronel Monroe que inclusive devolve para Shay o manuscrito do Kama Sutra do Solitário, que ensina posições para se bater punheta.

Shay então começa a sua jornada de vingança contra todos seus ex-companheiros, tornando-se um racista, homofóbico, machista opressor, tanto que sua primeira vítima trabalhando como templário é matar o índio Kesegowaase, o que rendeu-lhe respeito do seu grupinho facista e ele foi aceito num ritual maçom virando assim oficialmente um Templário líder iluminatti, virando miguxo de Haythan Kenway.

A próxima vítima de Shay é seu ex-mestre Adewale, afinal o protagonista havia virado racista, então nada melhor que começar provando seu valor, primeiro matando um índio e sangue frio, e depois um negro com mais crueldade ainda.

Em seguida, por ter se assumido machista também, ele mata a sua ex-peguete Hope Jensen, por mais que em alguns momentos durante a batalha ele tivesse algumas recaídas de arrependimento por estar tentando matar uma gostosa de espartilho, ele segue suas convicções machistas e numa exemplar atitude de violência doméstica espanca a ex-namorada até a morte.

Por fim, como Shay também tornou-se homofóbico, ele mata também Chevalier, um francês viadão que era tão viado que aceitou ser apenas uma isca nos planos de Aquilles, porque disseram para ele que a isca era uma minhoca, aí ele adorou.

Então, após exterminar com seus ex-colegas de sexualidade duvidosa, Shay finalmente aborda o ex-mentor Aquilles, junto de seu ex-amigo retardado mental. Por ser um opressor, Shay também é contra o autistas e por isso extermina Liam, afinal foi ele que todo retardado descoordenado e lesado na maior burrice destruiu mais um cristal especial causando outro terremoto, mas dessa vez foi no Polo Norte pelo menos. Assim Shay consegue o Manual do Kama Sutra Punheteiro contendo ali também a fórmula secreta da Coca-Cola, e depois deixa Aquilles viver, sem não antes aleijá-lo.

Faltando apenas recuperar a caixa, Shay já está velho em 1776, quando adentra o Palácio de Versalhes para matar mais um viadinho, conseguindo assim a caixa com os segredos dos endereços das melhores sex shops do mundo. E assim o jogo acaba.

v d e h
Assassins-Creed-logo.jpg