Assiut (governorado)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Assiut (Um desenho de um pássaro segurando uma bengala em egípcio) é um dos estados egípcios compreendido pelo Rio Nilo.

História[editar]

Formandos de arqueologia egípcia de 2007 da Universidade de Assiut.

Assiut desde o tempo do faraó, junto a Alexandria e sua biblioteca formam o renome da educação egípcia, a região é responsável por necessidades pertinentes ao governo egípcio como o desenvolvimento do alfabeto egípcio, que conta com 3.467.564 caracteres, cada um significando uma palavra e a fabricação de papiros.

Do estado de Assiut saem todos os escribas do faraó e todo arqueólogo que se preze tem que ir à região para aprender a ler em desenhos.

Assiut retêm todos os egípcios alfabetizados do mundo. Na região todos sabem escrever tanto egípcio quanto árabe. Por causa do alto grau de maluquice no alfabeto dessas línguas, o povo de Assiut (formado em sua maioria por professores carecas) não bate bem da cabeça.

O estado é famoso por sua Universidade de Assiut e o curso de arqueologia. É em Assiut que se aprende na escola a como escapar de armadilhas em pirâmides e a assaltar sarcófagos.

As pirâmides locais não despertam muito interesse, pertenceram a faraós sem importância que não puderam edificar suas tumbas nos locais mais valorizados do Egito e se contentaram com a região em questão.

Geografia[editar]

O estado de Assiut possui em toda sua extensão, composição de 5% de areia e 95% das águas do Rio Nilo.

Assiut compreende a parte do Médio-Alto-Oriental Nilo, sendo região oposta à localidade de Assuão.