Aye-aye

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aye-aye
Que lindo!
Que lindo!
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Classe: Mamadores
Ordem: Homem Primata Capitalismo Selvagem
Subordem: Nariz-molhado
Família: Assustatoditade
Gênero: Feiotondia
Espécie: Aye-aye
feiotondia madagascarienses

Cquote1.png Até eu sou mais bonito que ele! Cquote2.png
Você sobre aye-aye
Cquote1.png Ele parece a Amy Winehouse Cquote2.png
Eu sobre aye-aye
Cquote1.png Puta que pariu, que bicho feio caralho Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre aye-aye
Cquote1.png Eu tenho medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre aye-aye
Cquote1.png Ele é muito feio, não gostei Cquote2.png
Guria retardada sobre aye-aye
Cquote1.png Que fofinho Cquote2.png
Biólogo sobre aye-aye
Cquote1.png É uma criatura do mal! É um mensageiro de Satanás na Terra! Cquote2.png
Pastor de igreja sobre aye-aye
Cquote1.png Pro seu caso nem produtos de beleza resolve. Mas talvez o Photoshop possa dar uma atenuada Cquote2.png
Sujeito dando conselhos a um aye-aye

O aye-aye é um animal primata roedor que vive nos cafundós de Madagascar. É conhecido por ser extremamente feio. Se compararmos, até você é mais bonito que ele. Até aquele cachorro que eu não sei o nome eleito o mais feio do mundo parece o (insira o nome de um ator famoso aqui) comparado com o aye-aye. Se você acha sua mulher um canhão, ou seu marido horrível, compare-o(a) com um aye-aye. Assim você verá que ele(a) nem é tão ruim assim.

Características[editar]

O aye-aye é o maior prossímio do mundo. Os prossímios são primatas parentes seus que são reconhecidos no meio biólogo por terem nariz e orelhas grandes, além de estrabismo, o que os torna bastante feios. Um exemplo desse grupo é o Zoboomafoo. Segundo especialistas, o Zoboomafoo era mais feio que o aye-aye, mas depois de um tratamento intensivo de beleza, ele até conseguiu uma vaga num programa do Discovery Kids.

Ele vive isolado em florestas escondidas dentro de Madagascar, lugares onde praticamente é impossível chegar, quanto mais voltar. Diz a lenda que o aye-aye se mudou para lá porque não queria que ninguém visse a sua beleza[ou feiura]. Desde então ele vive isolado lá, sem nenhum contato com outras espécies. Estudos mostraram altos índices de depressão entre os aye-aye. Mas quem não entraria em depressão com toda aquela feiura?

Um aye-aye tem o corpo preto com um monte de pelo branco na cara e nas costas. Esses pelos obrigatoriamente devem estar mal penteados. É mais vesgo que o Luan santana e tem os olhos esbugalhados. Os dentes são tortos. Também possuem um monte de crateras na cara, que nem espinhas em nerds. A cara é parecida com a do Mestre Yoda (compare a foto do aye-aye com ele).

Evolução[editar]

Um híbrido de aye-aye com cachorro.

A história desse bicho é incerta. Nem os maiores especialistas sabem dela com clareza.Só sei que ele pareçe com meu pai Carlos Henrique hahah!Na verdade, eles não tem interesse no aye-aye. Preferem estudar animais mais fofinhos e mais bonitos, como a tua mãe. Até quando os biólogos estudam os seres vivos essas criaturinhas são discriminadas. Pouca gente sabe, mas eles sofrem muito com isso. Afinal, querem apenas um pouco de atenção.

Enfim, segundo a lenda de tribos canibais de pigmeus de Madagascar, o Deus 1 tinha uma esposa não muito fiel. Quando ele ia trabalhar, ela organizava festinhas na sua casa sem o conhecimento dele. O Deus 1 até que suspeitava das puladas de cerca da esposa, mas como todo bom sócio do Clube dos Cornos Mansos, ele fingia não saber de nada.

Até que um dia, cansado de carregar um chifre pesado na cabeça, ele flagra a mulher fazendo sexo com o Deus 2. Puto, ele joga uma maldição amaldiçoando o filho bastardo que ela teria. Passados os meses, a criança nasceu mais feia que a Lais Fernandes Secco. De tão feia a criatura, abandonaram-na nas selvas de Madagascar. Assim surgiu o aye-aye.

Comportamento[editar]

Qualquer semelhança é apenas mera coincidência.

O aye-aye é um animal noturno. Ele dorme de dia e fica acordado de noite. Assim, a chance dele ser visto e ridicularizado por outro animal de outra espécie é menor. Como ele não tem vida social, passa a noite inteira coçando o saco (no caso dos machos).

Uma das maiores dificuldades da espécie é encontrar um parceiro para acasalar. Quando ele (ou ela) encontra um aye-aye do sexo oposto, ambos se rejeitam por serem muitos feios. Se não fosse a reprodução assexuada, essa espécie estaria extinta há muito tempo.

Normalmente ele come, frutas, verduras e legumes, ou seja, uma alimentação saudável (ou não). De vez em quando ele se alimenta de ratos e outros bichos menores. Sua técnica de caça é bem interessante. O aye-aye se esconde na floresta. Quando sua presa aparece, ele dá um susto nela. A coitada, se deparando com a feiura do bicho, morre com um ataque epiléptico.

Superstições e controvérsias[editar]

Mais uma espécie rara de aye-aye.

Tribos canibais de pigmeus de Madagascar costumam matar o coitado do aye-aye de tão feio que ele é. Pastores de igrejas evangélicas também contribuem com a matança, porque acreditam que esses bichinhos são mensageiros do mal. Até aí tudo bem, ninguém está se fodendo para eles. O problema é que meia dúzia de ambientalistas (vulgo ecochatos) querem se meter no meio e impedir a matança dos aye-aye.

Aye-Aye bastante evoluído.

Agora todo mundo está discutindo para ver se eles podem ou não ser mortos. Suspeita-se que no meio da disputa estejam envolvidos caçadores ilegais, já que os pelos do aye-aye são considerados afrodisíacos na Tailândia, valendo pequenas fortunas por lá.

Ver também[editar]