Babylon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Babilão Cquote2.png
Google sobre Babylon
Cquote1.png Você quis dizer: Lixo Cquote2.png
Google sobre Babylon
Cquote1.png Como retirar o Babylon da barra de ferramentas Cquote2.png
Babylon sobre Babylon
Cquote1.png Uso e recomendo! Cquote2.png
Seu pai sobre Babylon
Cquote1.png Só faltava colocar a foto dele na área de trabalho Cquote2.png
Qualquer um após ser surpreendido com a barra de ferramentas do Babylon

Babylon é um programa inconveniente e antiquado que NINGUEM gosta... mas sempre aparece nas barras de ferramentas e na página inicial. Ninguém descobriu a formula para retirar a merda do Babylon na página inicial, nem com rituais de macumba e exorcismo.

História[editar]

Sujeito que prometeu não desistir enquanto não conseguisse deletar a Babylon de seu pc.

Foi criado em 1997 por um grupo de nazistas. Naquela época não haviam navegadores decentes, somente em 1998 com a criação do Gugri. O que fez o Babylon ficar em segundo, terceiro ou até mesmo quarto plano

Tentativa de dominação mundial[editar]

Com a criação do Google, a empresa Babylon e seus produtos comeram poeira, então eles resolveram criar uma tática infalivel: colocando obrigatoriamente a instalação da barra de ferramentas e seu próprio site na página inicial, mesmo que o cliente não queira (provavelmente) receber. É claro que depois de instalar o programa, qualquer um irá tirar o Babylon da barra de ferramentas e da página inicial... Mas é aí que está o problema, a merda do site não sai da página inicial por nada, um caso que ocorreu na Pennsylvania, no qua um homem installou um programa e se deparou com a porra do Babylon na página inicial, ao tentar mais de 1000 e uma tentativas, não conseguiu e chamou exorcistas, orixás e até o Buda. No final ele se matou com álcool e drogas.

A Falência[editar]

Após não conseguir ser a maior ferramenta de pesquisas mundialmente, Babylon Ltda. resolveram criar um dicionário e blogues. Mas acabaram falindo triplamente nesses meios também

Lenda[editar]

Pesquisas científicas afirmam que qualquer um que falar "Babylon" 3 vezes na frente do espelho terá um derrame cerebral a ponto de usar e recomendar essa ferramenta de pesquisas.

Ver Também[editar]