Banco Real

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Banco Real faliu!
Graficozero.JPG Nem o Bill Gates quita suas dívidas!

Veja outros que ficaram no vermelho.




O Banner Real

Cquote1.svg Você quis dizer: Banco Surreal? Cquote1.svg
Google sobre Banco Real
Cquote1.svg É o único que fode em dívidas apoia o Universitário Cquote2.svg
Banco Real em uma propaganda
Cquote1.svg Este banco non exciste! Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre Banco Real
Cquote1.svg Fazendo mais filas que o possível. Cquote2.svg
Banco Real sobre Banco Real
Cquote1.svg É o único que dá 10 dias sem juros no juros especial. Cquote2.svg
Banco Real sobre Banco Real
Cquote1.svg Na União Soviética, o banco é real de verdade com VOCÊ ! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre Banco Real

O Banco Real adotou a estratégia de servir água com açúcar para aliviar o stress de seus clientes

Banco Real, um dos maiores Bancos do Piauí do Norte, conhecido pelos adultos sérios como ABM-AMRO BANK, faz parte da Doutrina de Dominação Mundial, começando por tomar o dinheiro que os jovens universitários não possuem. Antes de #partirrumoaoinferno o banco ficou famoso pelas propagandas antes dos "grandes" prêmios de formula um na TV Glóbulo, numa época que pé-de-chileno e Zacarias (ainda na sauber) representavam literalmente o brasil na categoria automobilística. As propagandas veiculadas pelo banco faziam vários clientes surtar as 9h da manhã de um sábado ou de um domingo, pois pareciam mais propagandas eleitoreiras do que um anúncio de um banco.

Origem[editar]

O Banco Real nasceu sem dúvida nenhuma quando o capeta resolveu fazer um banco! — apesar deles afirmarem o contrário! Depois de tanto dar dinheiro aos universitários, acabou falindo e sendo comprado pelo Grupo Santander, outro caça-níquel espanhol que veio esfolar o traseiro de milhões de brasileiros.

Posicionamento e Características[editar]

O nome "Real" foi proposto uma vez que tudo dentro deste banco é real, com exceção das vantagens que eles dizem que você irá ter. As filas são grande e reais, o mal atendimento é clássico e bem real, a taxa de juros é escorchante e mais real ainda. Por fim, o seu dinheiro chamado de "Real" é que se torna uma mentira.

Para atrair os mais jovens, o Banco Real instituiu pequenas agências em escolas e uniesquinas particulares. O banco resolveu fazer isso para unir o (in)útil ao (des)agradável, quando os estudantes, normalmente atolados em dívidas buscam mais empréstimos para quitar algumas dívidas (como a mensalidade do diploma da faculdade) e acabam contraindo mais dividas ainda com o banco, o que força a maioria desses recém-graduados a prestar serviços a instituição financeira por tempo ilimitado, para pagar parte destas dividas. Graças à política jovem desse banco, os jovens inadimplentes aumentaram 157,5% nos últimos 8,65 meses. Bem feito para estes trouxas!

Ver também[editar]