Beijú

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bob Mauley.jpg   Fala, mano! É o seguinte: Beijú é mais uma coisa que os mano da quebrada curte, tá ligado, véio?
Então, não zoa este artigo não, porque vai dar em treta, mano!


Beijú(em tupi-guarani m'beyýyù) que significa "grande pedaço de papel sem gosto algum". Como substantivo, designa o bolo ou filhó produzida a partir da decocção de duas substâncias nativas da floresta norte-mineira, a farinha de soja e o leite de burra. É uma iguaria típica da região da cidade de Brasília de Minas, local onde antigamente, existiam várias tribos indígenas, manadas de tatús, aborígenes, japoneses, canibais e skinheads, dentres outras espécies de animais.

Muito utilizado pelos nativos da região como alimento ou como uma bebida sacramental, da Comunidade Losangular do Reiono de Aurora o beijú é uma dos principais elementos do cotidiano da população local. Ele provém da soja (típico grão regional) que após colhida, sofre um processo de secagem, durante 60 dias ao sol, onde ela libera uma substância conhecida por THC (tetrahidrocanabinol), depois é socada no pilão e torada a farinha, estando pronto pro preparo.

Modo de preparação do Beijú(alimento)[editar]

Umedeça a farinha de mandioca' com o leite de coco, até obter uma farofa bem granulada. Sobre uma frigideira aquecida, passe uma porção dessa farofa por uma peneira. Com o calor do fogo, a farofa será cozida, formando um disco. Desprenda da frigideira e vire para fritar do outro lado. Coloque o beiju ainda quente em um prato, passe manteiga, enrole e sirva em seguida, acompanhado de queijo, . Repita a operação, até terminar toda a farofa ou a fome.

Modo de preparação do Beijú(bebida sacramental)[editar]

Após sofrer o processo de preparação, a soja se transformará numa farinha, que junto com o leite de burra, deve ser fervida com pelos de gato, orégano, eucalípto, palmito e pimenta do reino. Mexa por 30 minutos e deive esfriar. Coloque numa jarra ou taças individuais e deixe gelar bem. Consuma a bebida até o dia seguinte, pois tende a azedar.


Ingerindo essa bebida mágica, pode-se absorver o “Espírito da Deusa Ághata. Os sentidos são expandidos, os processos mentais e as emoções tornam-se mais profundos. A jornada pode mover-se em muitas dimensões. O voo da alma, a partida do espírito do corpo físico, uma sensação de flutuar.

Churrasco.jpg Este é um artigo gastronômico.

Se precisar, melhore este artigo com a boa vontade do churrasco de pobre.