Beijo grego

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Imagem explicativa do processo de autobeijo-grego. Por favor, POR FAVOR, tente fazer isto em casa. Nós acompanharemos pelos jornais.

Cquote1.svg Você quis dizer: Coprofagia Cquote1.svg
Google sobre Beijo grego
Cquote1.svg Você quis dizer: Cheiramento de peido Cquote1.svg
Google sobre Beijo grego
Cquote1.svg Já Fiz isso. Cquote2.svg
Percy Jackson sobre Beijo grego
Cquote1.svg Agora já sei porque aquele cara ficava me mandando beijundas... Cquote2.svg
Nerd sobre Beijo grego
Cquote1.svg É para zá, patroa! Cquote2.svg
Nikos Petrakis sobre Beijo Grego
Cquote1.svg Um beijo grego do "BAUNILHÃO" Cquote2.svg
Hector Baunilha escrevendo à Dona Clotilde como se faz um Beijo Grego
Cquote1.svg P.S.: Dá coceirinha rsrsrs Cquote2.svg
Praticante passivo sobre beijo grego
Cquote1.svg LamBE MeU kuZiNhU... Cquote2.svg
Emo sobre Beijo Grego
Cquote1.svg É como beber direto da fonte! Cquote2.svg
Pessoa que curte scat sobre Beijo Grego

Dois praticantes do beijo grego em pleno ato

O Beijo Grego é uma variação da prática de enfiar coisas no cu: Nesta variação, um dos participantes da putaria lambe o cu de outro, o que faz com que o beijo grego seja também uma variação do scat, só que para aqueles que não curtem comer cocô de forma direta. Ao contrário do que o nome sugere, ele não foi inventado pelos gregos; foi inventado por Monica Lewinski durante o caso Pintogate e popularizado pela garota de programa Bruna Surfistinha no seu livro "O doce Milo de Escorpião- Aventuras em Elíseos".

Papel-higiênico preferido de quem curte beijo grego

Características Principais do Beijo Grego[editar]

É também conhecido como Annilungus, Botão de Rosa, Beijo Negro, Cunete, Beijo Natalístico, Beijo Bauruense, Beijo Curintianú, Beijo Allanistico, Laminha, Rimming e Caranguejeira (na Bahia). Normalmente é usado "como preliminar para o sexo anal, pois o toque ágil, doce mas semi-áspero da língua relaxa o esfíncter e propicia uma melhor abertura do ânus. Este é provido de inúmeras terminações nervosas constituindo uma zona erógena particularmente sensível a qualquer estimulação." (Foi a Wikipedia que falou, não eu.) Se isso for verdade, teria sido melhor ir ver o filme do Pelé você ter usado um lubrificante.

Apesar de ser louvado por nerds como a melhor parte do sexo (de forma contraditória, já que, como se sabe, todo nerd é virgem), o beijo grego é alvo de preconceito perante a sociedade (com razão). Por exemplo, experimenta chegar para teu chefe (para máximo aproveitamento, reúna o resto do pessoal) e dizer, na lata: "Chefe, eu pratico beijo grego!". Não vai ser algo bonito de se ouvir. Seria como sair do armário.

O estranho é que o beijo grego é a modalidade mais bizarra do sexo, e mesmo assim, é raro ver personagens de Hentai praticando beijo grego. Dizem que é porque apesar das bizarrices, o Japão pelo menos é um país civilizado.

Duas sapatas praticando beijo grego, note a cara de felicidade da que está recebendo a linguadinha

Como praticar o beijo grego[editar]

Chega naquela pessoa que tu ama demais, daí tu abraça ela por trás, beija ela pelas costas, vai descendo, depois começa a beijar a bunda dela, se aproximando devagar do ânus. Depois, é só começar a festa!

Um close da cena acima só pra esse artigo não ficar sem material pra punheta

Riscos[editar]

Além de tu poder pegar uma boa herpes, você ainda corre o risco do praticante passivo peidar na tua cara. Esse é o pior risco pois se você já acha nojento que uma pessoa peide perto de você, imagine ela peidar no seu nariz... É o pior tipo de tortura que existe (até pior que prova de matemática). Por isso nunca pratique beijo grego com alguém que sofre de gases.

Outro risco ainda pior é se quando o peido vier, vier um cotoco de cocô junto. Daí, fodeu. Ou você aprende a curtir um scat, ou você vai se foder toda vez que quiser praticar beijo grego.

Mas é nojento mesmo!!![editar]

Talvez você esteja pensando "mas é nojento mesmo!!!" Pense na mulher mais gostosa que você conhece (Não, tua mãe não, cazzo!). Imagine-a deitada de bruços, nuazinha, com aquele orifício limpinho piscando na tua cara... É, é nojento mesmo, esquece o que eu falei. - Quem escreveu isso aí atrás é gay. Macho lambe cu de mulher numa boa, contanto que não esteja cagado: se estiver cagado, é porco mermo. Altamente recomendado pelos médicos para quem não é heterossexual. É nojento mesmo. Pausa. Se você gosta de lamber cu de mulher você é macho, mesmo que seja lésbica, agora se você é homem e gosta de fazer em outro homem ou quer que sua mulher/namorada faça em você, você é gay, assuma cara; mas se você for mulher e gosta de dar beijo grego em homem, você tem mais coragem que muito macho por aí, parabéns.

Pode-se usar um filme plástico sobre a área para evitar o contato direto. Isto daria um sentido todo novo à expressão "Chupar a bala sem tirar o papel", mas se você vir como é uma merda ter que chupar uma bala sem tirar o papel, vai perceber porque não é recomendável praticar beijo grego com filme plástico.

Ver também[editar]