Beren

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Beren.

Cquote1.png Ele não foi tão bom quanto eu fui! Cquote2.png
Bard sobre Beren

Beren (parido em 443-505, com idade aprox. c. 62 anos no momento da sua morte final, morrendo muito jovem) era um homem da Terra-Média, um herói, mais um que morreu na guerra do anél.

Sua história[editar]

Sim, foi dessa maneira que Beren "morreu" segundo testemunhas oculares. Embora essa versão não seja a oficial

Beren era filho parido de Barahir e Emeldir. Ele era um homem do real Casa de Beor de Dorthonion, ou seja, era um mauricinho. A Dagor Bragollach ("Battle of Sudden Flame") aconteceu durante a sua juventude, trazendo a ruína de sua terra, não plantando nem sequer pamonha nela. O jovem Beren viveu com seu pai e leais seguidores dez no planalto de Dorthonion, e os doze deles realizados muitos atos sexuais de bravura, para a grande frustração de Morgoth, o Senhor do Escuro de Angband que invejavam as suas potencias.

Sendo assim, ele cruzou para Doriath, onde ele viu e se apaixonou por Lúthien, princesa do Sindar e filha de Thingol e Melian, quando ele a viu dançando a dança do créu.

Conquistando amores[editar]

Beren foi pedir para comer a mão de Lúthien ao seu pai, Thingol. Thingol ficou puto, e mandou Beren tomar no cu e ir se foder, e disse que só não matava Beren na hora porque as regras de hospitalidade não deixavam. Beren, que não queria ser tratado como um bundão qualquer, disse que nada o poderia impedir de comer a gostosa, nem todos os reinos dos elfos, nem todos os exércitos de Morgoth.

Thingol, então teve uma brilhante ideia, e inventou a prostituição: tudo bem, Beren podia comer Lúthien, mas ela era uma puta muito cara, e seu preço era um Silmaril da Coroa de Ferro de Morgoth. Beren então disse que na próxima vez que eles se vissem na mão com que ele toca punheta estaria um Silmaril - sinal de que ele agora não precisaria mais ter prazer com si mesmo, já que passaria a comer a puta gostosa.


Aventuras[editar]

Beren e Lúthien passaram por várias aventuras selvagens, e Beren realmente conseguiu que um Silmaril estivesse na sua mão da punheta.

Voltando a história principal[editar]

Assim, Beren e Lúthien viveram novamente, e habitou em Tol Galen, no meio do rio Adurant em Ossiriand onde pariram alguns filhos por lá. Lá também, eles se mantinham afastados os outros mortais; Beren estava envolvido com os acontecimentos da Primeira Era só mais uma vez, quando ele assaltado um grupo de anões que tinham destruído Doriath e roubado o Nauglamír (e a Silmaril já que sem ela não valeria nada mesmo).

Beren Lúthien deu um filho, chamado Dior, herdeiro de Thingol, considerada uma das mais belas seres de todos os tempos, para ele, corria o sangue dos homens, o sangue dos elfos, e do sangue do Kid Bengala. Através de seus descendentes, o sangue de Beren e Lúthien de foi preservada entre os Eldar e Edain, para a alegria do casal já morto a eras.

v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png