Bicho-que-voa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Eles se alimentam de raiva e medo humano?
Bicho que voa
LibelulaGrandepacarai.jpg
Classificação científica
Reino: Desgraçados
Filo: Da puta
Subfilo: Assustadores
Classe: Enche saco

O bicho que voa é um ser que todo ser humano já viu, ele é uma ser muito odiado pelo fato de constatar quem é homem ou não, toda vez que um deles voa, apenas os homens de verdade ficam e o desafiam. Este ser tem a incrível capacidade de assustar QUALQUER mulher, não importando se ela é mais sapatona do universo. Este ser também é altamente destrutivo, não que ele destrua algo, mas para matar ele alguém vai derrubar mais de 8000 objetos de valor pela casa. Estes seres também tem a capacidade de aparecer nas horas mais indesejáveis o possível como quando você está fodendo pela primeira vez abraçando sua buceta ambulante mulher.

Esse ser é do demônio!

História do Bicho que voa[editar]

Ele apareceu quando Deus quis assustar os seres humanos por volta do cretáceo, evoluiu da barata que voa e virou esse ser desgraçado e indefinido pela nossa ciência atual. Ele provavelmente assustou os dinossauros e faz com que eles pulassem de medo, esse pulo faz a gravidade da terra mudar um pouco e um meteoro entrou na orbita da terra, como resultado a extinção de dinossauros. Esse bicho também assustou mamíferos, exclusivamente a girafa que evoluiu aumentando o altura do pescoço para desviar desses seres. Ocorreu também a Guerra Mundial contra bichos que voam, eles usaram fuzis AK-2 contra os bichos que voam e ele usaram de um animal para ajudá-los, os pombos, eles cagavam em cima dos soldados e os bichos que voam controlava-os de longe, os soldados atingidos sentiam-se mal pela roupa suja e se matavam. Nos tempos contemporâneos esses seres estão sendo mais controlados graças a armas de destruição em massa de insetos como a incrível raquete elétrica para matar insetos.

Arma de destruição em massa de insetos, exclusivamente os bichos que voam.

Características gerais dos Bichos que voam[editar]

  • Eles nascem em qualquer lugar que tenha pelo menos um humano.
  • Se reproduzem de forma assexuada, toda vez que algum humano bate neles, uma parte do corpo deles cai e vira outro bicho que voa.
  • Eles tem 15 patas, 6 são para andar e as outras servem para ser desprendida no nariz das outras espécies para faze-las espirrar.
  • Existe uma glândula que faz o bicho pousar na merda toda vez que possível.
  • Eles se alimentam de raiva e medo humano.
  • Eles são um dos poucos animais que não precisam beber água.
  • Nome científico: Voalitos Desgracaditos (latim)
  • Ele sobrevive sem qualquer parte do corpo, até sem 90% dele.
  • Continuam se mexendo depois da morte por até 900 anos.
  • Tem feromônios que apavora qualquer fêmea de qualquer espécie de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e até peixes.
  • Qualquer ser que não tenho um teor de 75% de testosterona no sangue sente medo desses seres.
  • Eles tem uma glândula feita para detectar o sono de qualquer humano e fazer barulho no seu ouvido.
  • Eles tem uma outra glândula para detectar uma comida que algum humano está vendo e querendo comer e pousa nela.
  • Eles picam (ui!) e o único efeito colateral é uma vontade de coçar do inferno.
  • Quando um humano está a mais de 8000 10 Quilômetros por hora, há uma glândula que faz o inseto bater na cara do humano.
  • Existe outra glândula que faz ele se interessar pela luz e pousar exatamente no lugar da lâmpada em que o humano precisa de luz.
  • Outra glândula do bicho faz ele pousar na borda do copo ou na comida que algum humano ainda não comeu.
Anatomia simplificada dessa desgraça.

Anatomia dos Bichos que voam[editar]

Na parte frontal, eles tem um cérebro minúsculo que só processa a presença do ser humano e ativa as glândulas anteriormente citadas. Eles usam pequenas antenas para detectar a presença humana. Eles tem receptor no lugar da boca de outros insetos para captar a raiva e o medo humano e se alimentarem. Eles tem olhos infravermelhos que apenas detectam calor humano. Suas assas são feitas para sobreviver a raquetadas sem quebrar. As asas da parte superior servem para voar e as da inferior servem para fazer barulho pra acordar humanos. Eles só usam 6 patas, o resto eles guardam na barriga para liberar no nariz do humano. Na "bunda" se concentra as glândulas antes citadas. As patas funcionam com a mesma tecnologia das patas das lagartixas e servem para não voarem quando sopradas.

Papel do bicho que voa na cadeia alimentar[editar]

Concorrente dos bichos que voam para assustar humanos.

Esses bichos não tem nenhum predador natural a não ser o humano, a sua única presa deles é o ser humano. eles não servem pra porra nenhuma no ambiente. Já que a sua alimentação consiste-se basicamente em medo e raiva humana, eles estão tranquilos. O único fator natural que eles vem como problema é sua concorrência (mesmo que fraca) com outros insetos, alguns exemplos de concorrentes são as abelhas, baratas e penislongos pernilongos.

Organização social[editar]

Ao contrário do que se imagina, eles não são animais individualistas como leões e se organizam sim em sociedade para foder com a vida humana. Veja a seguir o esquema de como funciona sua organização:

Camada do topo da sociedade: Fêmeas e Machos que planejam os ataques. 3º Camada da sociedade: Machos que atacam seres humanos (Vulgo: Exército) 2º Camada da sociedade: Machos que detectam os seres humanos. Base da sociedade: Fêmeas que Mantêm organização nos abrigos (Vulgo: limpa a casa).

Como capturar, torturar e matar um bicho que voa[editar]

Você já está de saco cheio de bichos que voam? Pois aqui queremos te mostrar como fazer para capturar um, tortura-lo e mata-lo. Primeiro vamos começar com o mais difícil, a capura:

Captura de um bicho que voa[editar]

Existem 3 técnicas:

  • 1-Ninja: Você muito provavelmente não é um, mas sabemos que existem ninjas que acessam a desciclopédia e é muito simples para capturar, basta você abrir a palma de sua mão, aproxima-la de inseto e segurar, para um ninja isso é muito fácil. Você é um ninja?
Alguém aplicando a segunda técnica
  • 2-Fuzil: Esta técnica é dominada por Africanos e Árabes loucos. Ela consiste em pegar um fuzil ou uma sniper e dar um tiro na perna do inseto, ele vai tropeçar e cair, daí é só amarrar ele.
  • 3-Briga de bar: Esta é conhecida por bêbados em ataques a outros bêbados, ela é tão fácil que chega e ser intuitivo: Pegue uma cadeira e dê na cabeça do bicho, depois amarre-o.

Tortura de um bicho que voa[editar]

Exemplo de homem gay assustado com Bicho que voa.

As torturas vão até onde sua imaginação vai, aqui está algumas sugestões:

  • 1-Faça que nem Capitão Nascimento, use o saco na cabeça dele, fala que só vai parar na hora que ele falar que é gay e se divirta!
  • 2-Arranque perna por perna e jogue álcool para arder mais.
  • 3-Queime os olhos dele com ferro quente.

Matar um bicho que voa[editar]

Matar é a parte mais deliciosa do processo, agora deixe sua criatividade fluir. Exemplos para matar um bicho que voa:

  • 1-Compressor: Método simples onde você joga o bicho num compressor que vai acabar estourando ele em mais de 8000 pedaços.
  • 2-Morte por queda: Corte suas asas e jogue-a de um prédio.
  • 3-Explosão: Misture meia tonelada de C4 com 24 bombas nuclear e 12.000 megatons de TNT.

Veja também[editar]