Black Box

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mafiapre.jpg PORCA GIUSTIZIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!

Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Black Box.

Cquote1.png Você quis dizer: Caixa preta Cquote2.png
Google sobre Black Box
Black Box foi a primeira banda italiana a não tocar música clássica, modernizando a música italiana em mais de 8 mil anos. Foi fundada pelos produtores Daniele Davoli, Mirko Limoni e Valerio Semplici. Com a entrada da máfia no negócio, interessada em lucrar pra caralho com a música ultramoderna deles, eles exigiram que todas as letras de músicas fossem de apologia ao sexo. Entretanto, quando várias músicas de rap fizessem a mesma coisa e obtivessem mais sucesso, os italianos acharam melhor voltar a escutar suas músicas atrasadas do século XIX.

História[editar]

O primeiro single deles, "Ride on Time" (Rode a Bolsinha) fez muito sucesso não só entre os mafiosos italianos, mas na Europa inteira. As relações com a máfia começaram em 1989, quando ela fez com que fossem xerocados vocais sampleados de uma cantora da era Disco em uma de suas músicas, fazendo com que a banda perdesse dinheiro pra caralho. Logo depois, em 1990, a banda lançou seu novo álbum, "Dreamland" (Mundo do Sexo), para estimular a prática sexual na Itália, assim como na Europa, que estava vivendo de overdose de anticoncepcionais e camisinhas. Duas músicas fizeram sucesso nos puteiros europeus: "Everybody Everybody" (Todo Mundo Trepando) e "Strike It Up" (Esfregue-se em Cima de Mim). Já sem o patrocínio da máfia, a banda usou mais uma vez vocais sampleados de uma cantora dos anos 70, mas, dessa vez, os créditos foram dados. Essa atitude irritou muito a máfia, fazendo com que um dos chefes idosos com gonorréia fizesse uma delação premiada de todos os anos que estiveram patrocinando a banda, o que fodeu com ela e fez com que a Europa parasse de fazer sexo, além de fechar diversos puteiros. Esse cenário levou ao fim definitivo da banda, em 1998.

Até na capa do seu principal disco a banda fazia apologia sexual.

Singles[editar]

  • "Ride on Time" (Rode a Bolsinha)
  • "I Don't Know Anybody Else" (Num ƒei de nada!)
  • "Everybody Everybody" (Todo Mundo Trepando)
  • "Fantasy" (Fantasia Sexual)
  • "The Total Mix" (A Suruba Total)
  • "Strike It Up" (Esfregue-se em Cima de Mim)
  • "Open Your Eyes" (Abra os Olhos do Seu Cu)
  • "Bright on Time" (Brilhe sua Bunda)
  • "Rockin´ To The Music" (Trepando na Música)
  • "Not Anyone" (Não Dou pra Todo Mundo)
  • "I Got The Vibration/A Positive Vibration" (Tenho um Vibrador/Um Vibrador Positivo)
Este artigo deveria ser um esboço.
Mas, como ninguém dá atenção para ele, ele tentará o suicídio.
Você pode ajudar o artigo tirando-o da depressão.