Borduguês:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bem-vindo(a) à Desziglobédia

A enziglobédia livre de gondeúdo e gue qualguer um bode edidar.

61 010 ardigos · 202 654 imagens

Ajuda

Embaijada

Bergundas

Bolítigas

Mídia

Gondribuir

Ardigo em destague
Os grandes rivais da série, Kyo e Iori, se enfrentam num duelo de Curió e Chirê.

The King of Fighters, conhecido no Brasil apenas como Têquingui, é uma série de jogos de luta muito famosa por ter um bando de viados e putas como personagens recorrentes, além da fama de possuir os chefes mais desgraçados de impossíveis de se matar, tipo o filho da puta do Rugal, o arrombado do Mukai, a bichinha do Evil Ash, o traveco desenfreada do Magaki, o desgraçado apelão do caralho do Igniz, o comedor de cus do Geese, o combeiro filho da puta do Zero e tantos outros.

A principal característica desejada para a franquia seria ter só personagem feminina gostosa! Afinal eles sabiam que a Capcom só tinha a Cammy e a Chun-li, então coube ao KOF trazer Mai Shiranui, Blue Mary, Shermie, Angel, Vanessa, Leona Heidern, Yuri Sakazaki, Lien Neville, Athena Asamiya, etc..., só biscate, com duplo destaque para a Mai Shiranui que nitidamente está ali só para a punheta dos nerds, sendo importante ressaltar que todas as garotas do jogo usam roupas de maneira a deixarem a barriga e as pernas de fora para enfatizar ainda mais que não passam de objeto sexual para punheta alheia. A segunda característica seria lotar de personagens masculinos altamente viados ou no máximo assexuados, havendo ali uns 20 japonês/coreano com a cara tudo igual sempre praticando algo oriental tipo karate, kung fu, taekwondo ou judô, e uns 10 loiros também com a cara igual. Claro que a Capcom não perdeu a oportunidade de ridicularizar isso criando o Dan Hibiki, um fracote com o cabelinho do Robert Gracinha, roupa do Ryo e personalidade do Ash.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter



Evendos rezendes


Nezde dia...


Valando nizo, vozê zabia...


Imagem da vez
 
Abresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desziglobédia, uma (dez)enziglobédia esgrida com a golaboração de zeus leidores. A Desziglobédia é um zite de humor debochado e seu gondeúdo não debe zer levado a zério. Dodas as nozas regras e bolídicas gonvergem para um só bringípio: zer engrazado e não abenas idioda. É um bringíbio amoral, mas que imblica numa édica subjagente. Significa que, no âmbito da Desziglobédia, só bodem ter brogedênzia as grítigas que se refiram à qualidade diverdida de um ardigo. Não tem, bordando, nenhum sendido dendar defender os méridos morais ou ardízdicos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, brograma, gâme, etc.) e que tenha zido zaganeado num ardigo da Desziglobédia. Ezas coizas não inderezam nem um honorável bouquinho aqui.


Bardizibação
Dodos bodem bublicar gondeúdo onrine desde que não sejam vândalos ou desresbeidem as regras. Dendre as diverzas báginas de ajuda à zua disbozizão, estão as que esbligam como griar um ardigo, edidar um ardigo ou inserir uma imagem. Em cazo de dúvidas, não hesite em bergundar e dar sua abnião.


Gomunidade
A gomunidade bem crezendo dia bós dia. Borém brezisamos de mais golaboradores para bodermos ambliar o número de ardigos em língua borduguesa e expandir, melhorar e gonzolidar os que já exisdem.


Brojetos irmãos
A Desziglobédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundazam Desziglomidia. A Desziglomidia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com gondeúdo livre:


Lista completaComeçar uma nova edição