Botas de Judas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

As botas de Judas são calçados míticos, feitos de couro de cobra, que Judas Iscariotes perdeu durante sua viagem para o lugar onde pretendia cometer o auto-suicídio de si mesmo, enforcando-se. Historiadores, arqueólogos, aventureiros, detetives particulares e pais-de-santo do mundo inteiro já saíram à procura dessas botas, e estão há mais de 20 séculos procurando por elas, mas até o presente momento ainda não as encontraram. Existem inúmeros rumores, boatos, fofocas e mimimis a respeito do paradeiro das tais botas, portanto, a localização exata desses calçados não é muito certa, sabe-se apenas que eles estão enterrados em algum lugar entre o Amazonas, no Brasil, e Sydney, na Austrália. Os dados são um pouco imprecisos. Embora não se tenha certeza sobre a localização exata das tais botas, especialistas na área de procurar botas acreditam que os calçados estejam perdidos no Pico do Boné, em Araponga, pois as lendas urbanas dizem que as botas estão na divisa do fim do mundo com o inferno, característica esta preenchida unicamente pela localização citada.

História[editar]

Exclusivo: Uma das botas de Judas é encontrada em Bacabeira, no Maranhão. Agora só falta mais uma.

Já que na época de Jesus ainda não existiam os tênis All Star e nem os chinelos Havaianas, os apóstolos precisaram quebrar a cabeça para encontrar um calçado que realmente suprisse suas necessidades. Andar descalço estava fora de cogitação, não porque o chão era cheio de porcarias como nos dias atuais, mas porque eles peregrinavam muito, portanto, sem um calçado minimamente decente, eles iriam acabar adquirindo joanetes nada agradáveis, além de um chulé daqueles de derrubar passarinho da gaiola.

Após fazer uma pesquisa completa pelas ruas de uma cidade mercante cujo nome se perdeu na história (na verdade o nome não se perdeu, só tou dizendo isso porque eu não sei o nome de cabeça, e estou com preguiça de pesquisar no Google) Judas finalmente encontrou o calçado perfeito para evitar que os seus pés se transformassem em algo disforme por conta das viagens constantes. Esses calçados eram as famosas Botas de Judas, que um sapateiro experiente tinha feito usando couro de Python (0,1%) e couro sintético (99,9%). Porém, mas, entretanto, todavia, apesar desses calçados serem perfeitos para os propósitos de Judas, eles eram bem caros, custavam cerca de 30 moedas de barras de ouro que valem mais do que dinheiro. Já que Judas tinha apenas duas balas e um apito no bolso, ele não podia comprar aqueles calçados que tanto lhe maravilharam. Percebendo seu problema financeiro e a impossibilidade de comprar aquelas botas espetacularmente espetaculares, Judas fez aquilo que todo mundo já sabe, aquela ação que iria tornar-lhe um dos homens mais odiados da história, perdendo apenas para o Felipe Melo.

Lost[editar]

Pico do Boné, em Araponga, candidato favorito à localização da bota de Judas restante.

Como pagamento por ter entregue a cabeça de Jesus para seus inimigos, Judas recebeu exatas 30 moedas de barras de ouro que valem mais do que dinheiro, o suficiente para comprar as botas que tanto almejava. No princípio, Judas nem pensou muito nas consequências do que tinha feito, apenas estava preocupado em desfilar com suas novas botas pelas ruas da cidade e mostrar-se para as cocotas. Porém, após alguns dias, enquanto meditava no banheiro, Judas percebeu que não havia mais propósito no que ele tinha feito, afinal, sem Jesus, ele não iria mais peregrinar por aí, logo, não precisaria mais de calçados para proteger os pés.

Foi então que Judas, arrependido, com o osso roído e com o rabo entre as patas, resolveu cometer o auto-suicídio de si mesmo. No principio, ele pensou em cometer o ato através da overdose de Dolly Citrus, porém, como o líquido ainda não existia, ele resolveu fazer o simples, enforcar-se mesmo. Então, durante sua jornada para a forca, que estava localizada além do horizonte e do arco-íris, enquanto subia um morro (provavelmente o famigerado Pico do Boné), Judas acabou perdendo suas preciosas botas, e nem se preocupou em descer para buscá-las, pois além delas não lhe servirem pra mais nada, o couro delas acumulava um chulé do cão. Desde então, os calçados estão perdidos, e aparentemente não serão encontrados tão cedo.

Ver também[editar]