Campos Borges

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Campos Borges é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Provavelmente, esta cidade não tem mais do que dez anos.

Sciences de la terre.svg.png
Uma árvore... Grande. Maior ponto turístico de lá.

Campos Borges é uma cidade que fica no meio do Rio Grande do Sul na região norte, ou seja, a região com mais municípios para encher linguiça. Campos Borges é a terra de Rosane Oliveira, uma das cidadãs ilustres da cidade que obviamente não passou a vida inteira dela lá.

Cquote1.png Mas mano... Quem é Rosane Oliveira? Cquote2.png
Você sobre Rosane ser alguém

Bem, o link vermelho já responde a sua pergunta. Ninguém sabe quem é Rosane Oliveira, possivelmente foi alguma jornalista da Record ou então mora em São Paulo. Isso se não morreu antes.

História[editar]

A cidade antigamente era uma vilazinha muito pacata onde nada acontecia. Durante a emancipação que já era planejada por todos os distritos do norte, sul, oeste e leste do Rio Grande, Campos Borges já aproveitou para papar uma parte e garantir seu território que antigamente era uma região inteiro de outra cidade.

Após a emancipação, a cidade deixava de ser um mero distrito e agora não precisava mais almejar a independência como seus vizinhos que circulavam ela e que agora também tem uma parte deles garantida. Mesmo assim, após Campos Borges ver que não conseguia arrecadar impostos o suficiente para pagar os serviços de polícia, bombeiros e hospitais, ela sentou e fez uma cena digna de novela para conseguir mais fundos dos municípios corações-esmoles.

A cidade foi a responsável por ter deixado metade dos distritos pobres e fazer eles falirem, inclusive. Atualmente a cidade sobrevive disso: como uma sanguessuga, consegue pegar o dinheiro arrecadado de todas as cidades a seu redor, sendo que alguns dados indicam que quando uma cidade é vizinha de Campos Borges tem 80% de chances de falir mais cedo que uma que está no Paraná.


Ahhh e é uma pena que um hospital tao bom com um otimo atendimento nao esteja em funcionamento... motivo falta de verba!!! sim esse motivo é o mesmo de varias cidades. A maioria da população passa a maior parte de seu tempo bêbados em mesas de bar jogando sinuca e estuprando cabritos. A cidade é conhecida por obter o maior numero de muçulmanos da região, que desde os 12 anos tentam fazer da terra um planeta melhor pra se morar com suas taticas de rejuvenecimento com cabritos. Deus já desistiu dessa cidade faz uns séculos, mesmo a cidade tendo menos de 100 anos de vida, com sua população de 1/2 hab por km², Campos Borges se destaca por nada, e por sua criação de nada, meus pelos do saco são mais importantes que essa cidade então amém.

Prefeitura de Campos Borges que antigamente funcionava como motel.

Dados[editar]

A população até 2007 era de 3.554,6 habitantes no total. Mas a cidade é tão pequena que é quase impossível acreditar que aquele lugar tem 3000 pessoas morando por lá. Enfim, o IBGE só coleta dados de lugares que tem mais de 3000 habitantes, assim a cidade ficou toda empolgada com o que podia descobrir com os dados. Era uma esperança para a salvação das fofocas que haviam sido enterradas... O IBGE só fez levantamento dos dados mais inúteis, os realmente úteis (como desemprego, emigração, etc...) foram desprezados pelo povo que só queria ver as fofocas.

  • 50% das pessoas são analfabéticas
  • 66% são muçulmanos satânicos apaixonados por cabritos e os outros 44% são nazistas homofóbicos psicopatas assassinos de judeus e amantes de Hitler.
  • 40% da população gosta de comer papinha com abacate
  • 1% das pessoas não sabem o quanto a cidade é insignificante pro mundo

Ver também[editar]