Carência

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Chororô Cquote2.png
Google sobre Carência
Cquote1.png Experimente também: Sair de casa Cquote2.png
Sugestão do Google para Carência

Cquote1.png Por que o mundo é tão injusto? Eu só queria uma namoradinha... Cquote2.png
Gordo que não sai da frente do computador sobre arranjar uma namorada
Cquote1.png Sempre senta um casal perto de mim no ônibus. Que raiva, preciso falar no Facebook o quanto isso é triste, quem sabe eu arranje uns likes... Cquote2.png
Guria retardada e encalhada sobre não ter um namorado
Cquote1.png Não aguento mais ficar sozinho... Cquote2.png
Qualquer um sobre carência
Cquote1.png Quando você namorar, o que mais vai querer é ficar sozinho! Cquote2.png
Alguém sobre pessoa acima
Cquote1.png PELO MENOS VOCÊ TEM ALGUÉM, FILHO DA PUTA!!! Cquote2.png
Carente sobre pessoa cima
Cquote1.png Acho que vou baixar o Tinder Cquote2.png
Pessoa carente e trouxa sobre seu problema

Carência é um estado de espírito que faz a pessoa sentir falta de uma companhia. E essa companhia pode ser qualquer coisa, desde um jogo de videogame, uma música, um vibrador, mas geralmente é outra pessoa mesmo. Necessidade de amor (nos dois sentidos). Pessoas carentes não conseguem suportar o fato de que nem sempre elas terão alguém do lado delas para lhes aconselhar, dar o ombro e o cu, ouvir desabafos ou simplesmente namorar. Não à toa, maioria dos que sofrem de carência são solteiros virgens que estão a tanto tempo sem beijar que tem teia crescendo entre os dentes. Atinge tanto homens como mulheres, sendo que mulheres resolvem facilmente esse problema: comprando um pênis de borracha. Mas homens podem comprar uma boceta de plástico, não podem? Podem, mas isso é coisa de trouxa fracassado. Nesse caso, tá valendo.

Sintomas[editar]

A carência traz desconforto não só emocional, como também físico. Isso é, vai depender... aquele aperto na garganta pode ser só refluxo mesmo, por exemplo. Mas geralmente a pessoa fica desanimada, indisposta, mas que por incrível que pareça tem disposição para comer igual um leão que não vê carne há três dias. Ela descobre que possui uma conta na Netflix, mas não consegue terminar um episódio da série ou um filme sem pensar no quão bom seria estar abraçado(a) com alguém naquele momento. Aqueles filmes de drama clichê que passam na Sessão da Tarde com a Julia Roberts de repente se tornam os favoritos do carente, que chora ou por querer ter um romance como aquele ou por saber que aquilo é só ficção. Os meninos recorrem à punheta, mas não conseguem terminar porque ver um cara comendo uma mulher gostosa na frente deles se torna a coisa mais humilhante do mundo. As meninas se entopem de sorvete de flocos até cagarem branco e nunca parece suprir o vazio interior.

Como uma pessoa carente gostaria de estar agora...
... e como ela realmente está agora.

Tratamento[editar]

A carência tem seus efeitos colaterais por conta do excesso de petiscos.

Existe alguns remédios que se mostram eficazes na luta contra a carência, como por exemplo a cerveja e a vodca. Não é recomendável tomar em excesso, por causa dos danos irreversíveis que o álcool pode causar, mas a pessoa já está na merda mesmo, então foda-se. Bebe para esquecer os problemas, enche a cara, aí acorda no outro dia e além de ainda se sentir carente, está com uma puta ressaca de dar inveja até no Jeremias, que se pudesse beberra mil!

Caso a pessoa seja uma covarde e não queira beber, ela pode experimentar tomar vergonha na cara, tirar a cara da frente do computador e tentar socializar com alguém ou sair com algum amigo. O problema é quando essa pessoa é antissocial, tímida, depressiva e introvertida, aí fodeu de vez e é melhor dar um tiro na cabeça mesmo.

E, como a mamãe sempre diz, "o tempo sempre cura", então a carência pode passar. A não ser que você seja um fracassado, gordo e que não pega ninguém igual o autor desse tópico, aí só nascendo de novo.

Causas[editar]

Os motivos são vários e podem ir desde frescura até dificuldade de se socializar, mas em maioria dos casos é frescura, de fato. A pessoa pode morar em uma cidade muito afastada, consequentemente não tendo com quem sair, pode se isolar por achar melhor do que conviver com certo tipo de gente, pode ser Narutard, jogador de Minecraft, ou é muito introvertido.

Meios Alternativos[editar]

Alguns instalam um aplicativo chamado Tinder, onde você escolhe alguém para dar ou para tentar comer, mas não acaba dando muito certo, porque uma pessoa carente muitas vezes quer algo mais sério e o pessoal só quer passar o peru. Sites de relacionamentos e até o falecido Bate-Papo UOL ressurgem das cinzas numa vã tentativa de encontrar alguém. Se você, leitor(a), se identifica com isso, então saiba que seu caso é gravíssimo e é melhor você partir para métodos mais rigorosos, se é que você me entende. Há quem assista vídeos de terror no YouTube para ficar com medo (ou tentarem) e deixar a carência de lado, mas o sentimento ruim vai voltar quando a pessoa pensar o quão seria bom alguém do lado dela dizendo que não precisa se assustar porque não está sozinha...

E aí percebe que realmente não está...