Carl Orff

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Carl Orff merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a

Cquote1.png Ô, Fortuna... nhãn nhãn nhãn... Cquote2.png
único verso que conhecem

Carl Orff foi um Compositor, maestro e professor alemão (10-7-1895, Munique, 29-3-1982, Munique) que escreveu a Carmina Burana a obra musica mais tocada de todos os tempos, que invariavelmente entra como música de fundo em qualquer seriado em que fala de bruxas. Carl Orff viria a falecer em 1982, devido a uma implosão fulminante do encéfalo durante a premiére de sua obra prima. Outras quinze pessoas também morreram na mesma ocasião, incluindo o tocador de tímpanos que foi completamente vaporizado logo no primeiro movimento. Isso explica o motivo porque Carl Orff compôs apenas uma música durante toda a sua vida.

Orff era um adepto da musicalidade. Para ele, se faz barulho estava bom. Um piano é bom. Uma britadeira é bom. Em certo sentido, ele seguiu a tendência começada por Gustav Mahler, porém antes do Nietzsche comer a mulher dele. Do Mahler, não do Orff.

Carmina Burana[editar]

Poucos sabem, mas a letra da Carmina Burana não significa absolutamente nada

O Fortuna
Ô Fortuna

Carl, lendo este tópico

velut luna
Veludo de Lua

statu variabilis,
Estádio Variábilis (Seria a Fonte Nova??!)

semper crescis
Sempre Cresce

aut decrescis;
Ou Decresce

vita detestabilis
Vida detestável

nunc obdurat
Nunca obtura (Homenagem aos dentistas!)

et tunc curat
Então cura

ludo mentis aciem,
Ludica de menta e aço

egestatem,
AHAHAHAHAHAHA

potestatem
Pomerode (Famosa cidade catarinense!)

dissolvit ut glaciem.
Dissolve a geleira (Referência ao efeito estufa!)

v d e h
Bach shades.jpg ♫♫♫ Compositores da Música Erudita ♫♫♫

AlbinoniBachBalakirevBarberBartókBeethovenBelliniBerliozBeyerBizetBoccheriniBorodinBrahmsBrucknerCarlos GomesChopinClara SchumannCorelliCuiDebussyDelibesDonizettiDenzaDukasDvorakElgarFauréFučíkGambolputtyGluckGounodGriegHandelHaydnHolstJoplinKhachaturianLeoncavalloLisztMahlerMascagniMassenetMendelssohnMonteverdiMontiMozartMussorgskyOffenbachOrffPachelbelPaganiniPalestrinaPeppinoPonchielliProkofievPucciniPurcellRachmaninoffRavelRichard StraussRimsky-KorsakovJuventino RosasRossiniRubinsteinSaint-SaënsSalieriSatieScarlatti PaiScarlatti FilhoSchoenbergShostakovichSchubertSchumannSibeliusSmetanaSousaStrauss FilhoStrauss PaiStravinskySuppéTartiniTchaikovskyTelemannVerdiVilla-LobosVivaldiWagnerWaldteufelWeberZappa