Caterham F1 Team

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Caterham)
Ir para: navegação, pesquisa

Caterham F1 Team antes Lotus Falsificada F1 Team ou 1Malaysia F1 Team Lotu ou simplesmente Aquele Carro Verde Ruim Pra Caralho é uma das maiores aberrações da história da Formula 1, superada em bostialidade apenas pela já falida HRT.

Carro[editar]

Caterham tomando mais uma volta de alguém e fazendo merda.

A Caterham é o único carro da história da Formula 1 a usar uma carroceria inteiramente feita de fibra de Lego, afinal, a ideia inicial dos projestistas era fazer um carro leve e resistente. O carro da Caterham foi desenvolvido, desenhado e construído por estagiários do Curso de Design e Mecatrônica da Universidade Biruguiense de Massachussets.

O motor movido a combustível não-fóssil composto pela mistura de Mentos com Coca-Cola em energia limpa completamente renovável é a grande sensação do veículo que o faz de vez em quando ser mais rápido que sua rival Marussia.

Desempenho na Formula 1[editar]

Nem a Minardi fez tanta cagada.

Esta equipe nanica semi-lamentável fundada em 2009 começou a correr em 2010 com o nome Lotus porque os empresários tinham a falsa impressão de que o nome fazia alguma diferença (igual os atuais donos da Williams que vivem de história). É claro que eles não apenas fizeram o favor de manchar o nome da Lotus como colecionar últimas posições.

Tem como função principal atrapalhar os líderes, que estão sempre encontrando Caterhams como retardatários, como se a equipe tivesse uns 20 pilotos do tanto que observamos os primeiros colocados ultrapassando os carros verdes, para que os líderes de corridas se sintam jogando Enduro, mesmo estando em primeiro tem que constantemente estar ultrapassando esses carros verdes e qualquer distração pode ser fatal (que o diga Webber).

A equipe é de desempenho pífio, como se alguém fosse utilizar um Fusca '78 com motor de máquina de costura para correr na Le Mans. A cada corrida são pelo menos umas 4 voltas que tomam do líder e comemoram como títulos mundiais largar em 17º lugar.

O auge da equipe ocorreu em duas oportunidade, primeiro no GP de Valência em 2010, quando Heikki Kovalainen passeava no circuito mais lento que uma lesma manca, quando Mark Webber veio em sua velocidade lenta de patrulha com a qual costuma correr, e mesmo assim abalroou o carro da Caterham e deu dois girocópteros no ar no momento que foi o mais divertido daquela corrida sem graça. A segunda vez que a Caterham protagonizou foi no GP de Mônaco de 2012, quando Heikki Kovalainen segurou a McLaren de Jenson Button que não sabe ultrapassar e com isso terminou no fantástico 13º lugar.