Chūbu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Monte Fuji, principal atração turística de Chūbu. Aquela nuvem no topo indica uma erupção vulcânica, prestes a destruir as cidades próximas, e o fotógrafo junto.
Fábrica da Toyota (ou será da Subaru?) em Chūbu.

Cquote1.png Tenho mais dinheiro do que você, MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Kanto sobre Chūbu
Cquote1.png Tenho mais neve do que você, MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Hokkaido sobre Chūbu

Chūbu é uma região japonesa onde se localizam as maiores montanhas e vulcões do Japão. No passado era mais rica, porém as indústrias, com medo de futuras erupções vulcânicas e deslizamentos de terra, se mudaram para outras regiões. É dividida em sub-regiões para dificultar o aprendizado de geografia dos nerds japoneses.

História[editar]

Desde o Paleolítico Japonês até alguma era de nome estranho na Idade Média, Chūbu não era influente na História do Japão. Chubu podia até ser mais rica do que grande parte das regiões japonesas daquela época, mas tudo isso acontecia porque os templos xintoístas localizadas nas montanhas locais atraíam muitos fiéis e arrecadava bastante grana. Até hoje esse sistema de enganação arrecadação é utilizado na Igreja Universal por Edir Macedo.

Tirando os templos, Chūbu sempre foi uma pedra no sapato dos japoneses. As montanhas de Chubu separam Kyoto de Tóquio, e como as pessoas sempre tinham que se locomover de uma cidade para outra, a ergião só servia para aumentar essa distância. Para solucionar esse problema, o governo imperial construiu uma estrada passando pela região.

Essa estrada, passando pelas montanhas, era extremamente perigosa, pois a qualquer hora alguém poderia ser atingido por deslizamentos de terra das montanhas ou atacado por monstros. Porém, as montadoras japonesas gostaram, e montaram suas sedes lá. Até hoje elas usam as estradas locais para testar novos carros de corrida desenvolvidos pelos nerds contratados pelas fábricas. Se o carro conseguir pecorrer o caminho inteiro, ele está preparado para enfrentar as estradas esburacadas brasileiras. Se não...

Geografia[editar]

Chūbu é composta principalmente por montanhas, neve, montanhas, algumas planícies minúsculas no litoral, e eu já citei as montanhas? O Monte Fuji localiza-se em Chubu. Durante o inverno, milhares de japoneses sem condições de viajar para o exterior vão à região esquiar. As competiçoes nessas montanhas são umas das mais difíceis do mundo, porque a qualquer momento o cometidor pode encontrar um daqueles montros que atacam Tóquio pelo caminho.

O clima é frio para os padrões do país. Pode não ser tão gelado quanto Hokkaido, mas é frio. Com o aquecimento global causado pelas indústrias japonesas, é provável que o gelo no topo das montanhas derreta, e cause uma enorme enchente em Chūbu. Cientistas japoneses estudam a possibilidade da criação de um muro gigante em volta das cordilheiras.

Economia[editar]

O turismo no inverno até dá dinheiro, mas a base da economia é a fábrica da Toyota. Lá trabalham apenas os japoneses mais nerds, que ficam confinados várias horas ao dia até desenvolverem um carro maneiro. Alguns até morrem por excesso de trabalho, mas no Japão o importante é o trabalho. Deve ser algum tipo de lavagem cerebral.