Trogir

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Cidade Histórica de Trogir)
Ir para: navegação, pesquisa
Šah mat! Este artigo é croata!

Ele salta de paraquedas, cria um dálmata, usa torpedos e ODEIA sérvios, tanto é que fala o mesmo idioma, mas não usa o alfabeto escroto deles.
Se você vandalizar, o Capitão Croácia vai te pegar!

Sonic3StageSpecial.jpg
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Cidade Histórica de Trogir era um porto e cidade na Croácia muito antigo, tendo relatos dele na época em que Dercy Gonçalves era jovem. Ela fica isolada do resto do país entre uma ilha e o continente, para que as ruínas habitadas não se espalhem pelas vilas próximas e deixe todo mundo na Idade Média. Apesar de ser mais velha do que algumas ruínas, ela ainda é habitada em sua maioria por idosos, já que eles possuem idade semelhante a de Trogir.

A prefeitura de Trogir depois de uma modernização.

Os jovens não são fáceis de encontrar, porque quase todos se mudaram para lugares mais novos. Transformada pela UNESCO em patrimônio mundial, ela escapou da demolição, pois ninguém pode destruir um patrimônio. Mesmo assim, o tempo vai dar um jeito e ela logo desaparecerá.

História[editar]

Trogir foi fundada por um grupo de gregos que faziam vinho numa ilha próxima do local onde fica Trogir. Eles fundaram Trogir para dominar a população local e obrigá-la a comprar seus vinhos. Outro interesse dos gregos era estabelecer lá uma base para o plano de destruir todas as cervejarias da região, que fabricava cervejas concorrentes dos vinhos. Tirando isso, nada de interessante aconteceu em Trogir quando ela estava dominada pelos gregos.

Sobre o domínio do Império Romano, novamente não aconteceu nenhum fato interessante que merecesse ser descrito aqui. Depois que os romanos saíram da região, muitos traficantes de drogas (especialmente traficantes de gatinhos) invadiram as cidades vizinhas e passaram a matar todos que não comprassem seus produtos.

Como Trogir quase não tinha gente, essa vila não interessou aos traficantes. Os moradores expulsos das cidades vizinhas fugiram para Trogir, que cresceu rapidamente e ficou com vários problemas nunca antes enfrentados.

O crescimento exagerado deixou Trogir lotada de favelas em volta. Os engarrafamentos na cidade surgiram, deixando pessoas dentro dos carros por mais de 30 horas apenas para percorrerem 51 Km. Para resolver esse problema, o governo não fez nada, porque Trogir se recuperou sozinha.

Vendo que o lugar estava numa merda, o povo que chegou na cidade foi embora, acabando com o problema da superpopulação. Passados 300 anos, nada aconteceu de interessante. A Igreja Católica, em aliança com o reino croata, conquistou a cidade e obrigou todos os moradores a pagarem dízimos e ouvirem a pregação da Menina Pastora Louca (na época ela era católica, depois que se tornou evangélica). O governo, de tanta corrupção, ficou sem dinheiro e não pode fazer mais obras públicas, explicando o motivo de Trogir parecer um lugar na Idade Média.

Economia[editar]

A economia é baseado baseada nos turistas que sentem pena de ver as construções antigas e dão uma esmola para que Trogir se desenvolva.