Citrino

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gene Simmons.jpeg ÁGUA MINERAL, ÁGUA MINERAL...

Este artigo é sobre um mineral, como heavy metal, pedra de crack ou qualquer coisa que quebrará seus dentes se morder. Não vandalize este artigo, ou iremos tacar pedras na sua cabeça!


Cquote1.png Você quis dizer: Ametista falsificada Cquote2.png
Google sobre Citrino

Citrino ou Quartzo Amarelo é uma pedra laranja-amarelada que tem como única utilidade substituir o topázio e a safira, ocupando o pescoço de gente pobre pelo mundo inteiro, para que pessoas que não tem onde cairem mortas, possam disfarçar sua triste situação financeira, dando a falsa impressão de que possuem uma renda boa.

Características[editar]

Um citrino esperando que um trouxa venha comprá-lo.

Um citrino não é nada mais nada menos do que uma ametista que não deu certo. Quando geólogos em busca de autênticas ametistas roxas se deparam com pedras sem graça e mais feias do que o habitual, para que não seja uma completa perca de tempo, costumam jogá-las em fornos gigantes até que elas adquiram uma coloração amarela clara estúpida.

Da lapidação dessa ametista amarelada, nasce o citrino, uma pedra muito procurada por pobretões desempregados em busca de falsificações de ametista baratas o suficiente a ponto de custar 1,99 para darem para suas esposas. O principal produtor de citrino é o Brasil, especialista em falsificação e pirataria de tudo quanto é porcaria.

O citrino pode ser encontrado aos montes vendido à preço de banana (literalmente) em lojas especializadas, como camelódromos, brechós e Mercado Livre, onde fazem um sucesso tremendo entre as comunidades miseráveis que costumam frequentar estes lugares.

O citrino apresenta um brilho vítreo e uma specto translúcido, unicamente para que trouxas caiam no conto do vigário e pensem que seja uma pedra valiosa, só porque ela é um pouco bonita... Mas convenhamos, aquela pedrinha branca que você encontra cercando os vasos de flores da tua avó também é bonita, mas nem por isso vai deixar de ser inútil à preço comercial.

Em síntese, podemos dizer que o citrino não passa de uma ametista queimada que teve de ser transformada o bastante para que não fosse jogada no lixo e fizesse seus descobridores pensarem que foraum completo desperdício de esforço quando a encontraram perdida em algum buraco qualquer.

(In)Utilidades[editar]

Uma porrada de citrinos encontrados em posse de um ilustre habitante da parte debaixo da ponte.

Uma das principais finalidades do citrino é a de ser utilizado nos mais variados métodos e aplicações de charlatões metidos à videntes, no nível de Mãe Dinah e Pai Mei. Segundo estes tratantes (os mesmos que te fazem acreditar que algo tão inútil quanto Horóscopo sirva para definir alguma porra em sua vida), o citrino é uma pedra da sorte que serve para espantar os maus espíritos do ambiente de trabalho. Pura lorota, obviamente. Para você ter ideia, os mesmos defendem a patética teoria de que o simples fato de você ficar olhando para um citrino em cima de uma estante, você vai estimular sua criatividade para fazer qualquer coisa.

O citrino também tem a fantástica finalidade de servir para enfeitar o pescoço de mendigos, que podem não ter dinheiro para comprar um prato de comida, mas possuem o suficiente para adquirir um citrino baratinho em qualquer canto por aí.

O citrino também pode ser utilizado em grandes construções para as mais diversas finalidades. Quando acabar a areia, você pode simplesmente pegar um punhado de citrino e jogar na mistura para criar argamassa, concreto e cimento. Inclusive, é preferível que você use citrino ao invés de algo tão caro como areia nessas construções.

Agora, se você é algum tipo de nerd ou colecionador, pode usar o citrino para enfeitar a sua casa ou como um item qualquer para sua coleção.