Clube Atlético Penapolense

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Clube Atlético Penapolense
Escudo do Penapolense.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial '
Origem link={{{3}}} São Paulo Penápolis
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre Sabrina Sato
Estádio Tenente Carniça
Capacidade 4.700
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Paulista
Divisão Série A1
Títulos Eliminar São Paulo em 2014
Ranking Nacional
Uniformes



Cquote1.svg É verdadeeeeeeeeeh! É o time de minha cidade! Cquote2.svg
Sabrina Sato sobre Clube Atlético Penapolense

Clube Atlético Penapolense é um clube brasileiro de futebol da cidade de Penápolis, que é especializada em vendas de penas de galinhas no interior do estado de São Paulo. É só um desses times efêmeros que disputam Copa Paulista, perambulam na série A2, as vezes sobem, logo rebaixam de novo.

História[editar]

Fundação[editar]

Fundado em 16 de novembro de 1944, suas cores são vermelho, azul e branco em referência à bandeira do estado de Alagoas. Seus criadores eram nordestinos retirantes vendedores de penas de galinhas e o comércio estava devagar e desistiram e resolveram criar um time de futebol para mostrar mais a cidade, se deu certo não sei.

Mas até 1950 a grande Penapolense só disputava amistosos e era time amador, os jogos eram contra clubes tradicionais como Fernandópolis. Ate se firmar como time profissional a Penapolense virou várias vezes time amador, por causa da sua grande conta bancária de penas de galinhas ela conseguiu se firmar no interior paulista como um clube que nunca jogou a Primeira Divisão por mais de 50 anos. Penapolense fez seus maiores clássicos com os times de seu Fimdemundim sua região, como Associação Esportiva Araçatuba (antigo AEA) e Bandeirante de Birigui.

Mas seu maior rival é da cidade de Lins, o Clube Atlético Linense - que por sinal é um dos clássicos que os torcedores torcem juntos, tão juntos (ui!) que em 1999 a Penapolense ganhou o prêmio de ter a torcida mais "amigável" do Brasil na frente do Cruzeiro, Internacional e São Paulo. Essa foi a maior conquista da Penapolense juntamente com a gloriosa (ou não) Serie A3 do paulistão em 2011.

Série A3 do Paulista de 2011[editar]

Em um dia ensolarado de 2011, a Penapolense juntou forças e subiu para a Segundona (Série A2) de 2012, ganhando do.. de quem mesmo? Santacruzense? Isso é nome de time de futebol profissional? Ah, isso não importa, o que importa é que o time de Sabrina Sato obteve o acesso e fez bonito. O feito rendeu a estrela de latão que o time ostenta em seu escudo.

Série A2 do Paulista de 2012[editar]

Logo no primeiro ano em que o time disputou a A2, e com seu baixíssimo Luciano Gigante, artilheiro da equipe, subiram para a primeirona de 2013. Êxito não alcançado como times medíocres como Ferroviaria de Araraquara e Red Bull Brasil, que mesmo dando asas não consegue voar direito. Basta saber agora se conseguirá manter-se, já que a cota por mês é quase o triplo que a segundona, e vendendo apenas penas de galinhas o time pouco conseguirá fazer. O Catanduvense, aquele time da bruxa, mesmo com as bruxarias de Dona Clotilde, a mascote e mulher do presidente do time, não conseguiu manter-se e foi vice lanterna em 2012, um exemplo que aguarda ocorrer com a Penapolense cedo ou tarde

Campeonato Paulista de 2014[editar]

Grande ano em que a Penapolense brilhou, como todo time do interior paulista tem direito de ir bem em algum ano, afinal até a Inter de Limeira tem um título estadual. Na primeira fase venceu o Santos por 4x1, mas ninguém aquele ano pode zoar os santistas, pois o Penapolense ainda eliminou o São Paulo nas quartas-de-final e o campeão no final foi o Ituano, um time que não tem torcida.

Série D de 2014[editar]

Pela primeira vez em sua história o Penapolense disputa um torneio de nível nacional. Graças à boa campanha no Paulistão daquele ano, o time de Penápolis disputou a Série D pela primeira vez. O feito é tratado como orgulho, mesmo que o timeco mal tenha passado da primeira fase. Em oito partidas perdeu apenas dois jogos, uma para o Londrina e outra para o Metropolitano, os dois times que classificaram.

Campeonato Paulista de 2015[editar]

Bizarramente, devido ao regulamento estranho do torneio, no Paulistão de 2015 o Penapolense chegou na reta final do Paulistão com duas chances ao mesmo tempo: Classificar-se para as oitavas-de-final, ou rebaixar miseravelmente... advinha qual opção o Penapolense escolheu? Rebaixar, é claro!