Coimbra (Minas Gerais)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapaminas.gif Minas Gerais... quem te viu, não te esquece jamais...

Uai, sô! Este artigo foi inscrito pur um minerim! Se ele inda num tá completo é por causo de que o disgramado deve tá comeno um pão de quêjo, um paster de milho ou a vaca atolada da tua mãe purque minêro come quéto!

Gnome-searchtool blue.png Coimbra (Minas Gerais) é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A única rua asfaltada é uma rodovia estadual (provavelmente esburacada).

Sciences de la terre.svg.png
Jesuszoeira.jpg Coimbra (Minas Gerais) é Católico(a)!

Isto significa que ele(a) acredita em Jesus, em Deus e no Papa, pois tem medo de ser mandado para o inferno, apesar de praticamente não seguir NADA que está escrito na Bíblia. Clique aqui para encontrar outros cristãos.

Um buraco qualquer de Minas Gerais.

Cuimbra

Queijosanto.jpg
Bandeira Municipal
Localização Em algum lugar de Minas Gerais
Línguas Oficiais Mineirês
Prefeito Diquinha (que raio de nome é esse??)
Vice-prefeito Nilson Ladeira abaixo
População Tem mais eleitores que moradores
Área Total A distância de um tiro de espingarda
Gentílico Coimbremsis

Cquote1.png Você quis dizer: Coimbra (Portugal) Cquote2.png
Google sobre Coimbra (Minas Gerais)

Coimbra (Minas Gerais) é uma cidadezinha em Minas Gerais onde obrigam as pessoas a saberem da porra do hino. Não que isso não importe para eles mas não importa para as pessoas que moram fora de Coimbra. A cidade recebe o nome de uma cidade em Portugal e foi fundada por um "varão" português.

Coimbra fica na zona da mata, é uma cidade amontoada e cheia de mato ao redor. A maioria das pessoas passa reto pela cidade e talvez nem saibam que tinha uma cidade ali.

Cidade[editar]

A cidade foi fundada pelo português varão Manoel Coimbra que dá o nome a cidade. Ela faz divisa com Viçosa o buraco de São Geraldo e o outro buraco de Cajuri que por sinal é muito pior que a pequena cidade mineira, pedacinho de Minas Gerais.

Deixando de lado isso, a cidade é outra daqueles clichês de cidades mineiras, a diferença é que essa aqui não pode e nem tem "turismo histórico" como edifícios da época em que Minas Gerais tinha algum ouro ou do Brasil-colônia. A cidade é empoeirada, não conhece asfalto, tem casas amontoadas, é ao redor de uma igreja e tem um bando de caipiras entediados.

Por causa dos idosos (que depois que morrerem vão fazer com que caia 80% da população de Coimbra) a cidade é conhecida como "capital do carolas" e os playboys são talvez os mais egocêntricos para uma cidade que é pequena e insignificante.

A única foto aérea do município é antiga e mostra geralmente como a cidade sempre está: ensolarada... E quando uma cidade do tamanho de Coimbra está ensolarada significa: chatice e tédio.

Econômica e Culturalmente dependente do município vizinho de Ervália. Embora os vizinhos os vejam com desdém, apenas como um local de passagem para qualquer lugar, a maquiavélica empresa Unida, impõe aos sofridos (mas dignos e avançados) moradores de Ervália a passagem obrigatória em Coimbra. Não sem motivo, é uma forma que o governo do estado pensou de avançar um pouco Coimbra, criando incentivos fiscais para que a Unida procedesse assim, tirando vantagem da localização geográfica de Ervália para haver um míninmo de distribuição de renda e cultura. ps.: quem escreveu esse artigo por sinal é um coimbreses nato. Outro fato interessante é que Coimbra é a única cidade no mundo a ter uma rodoviária que não tem ônibus, ideia sensacional do prefeito Cunha, (aquele, que coça com a unha) que precisava por o nome da mãe dele em algum lugar.

Ônibus vindo de Ervália para Coimbra.

Filhos Ilustres[editar]

Tumbleweed01.gif

Hino[editar]

O hino idolatra Manoel Coimbra que foi um benfeitor da cidade. Afinal foi o primeiro morador... E não é qualquer um que se mude e larga uma vida ótima em Portugal para viver em um buraco no Brasil, mais tarde diagnosticaram Coimbra com loucura. Mas enfim, o hino idolatra ele como um "benfeitor, primeiro fundador e primeiro morador".

Não é mole não trocar a Coimbra de verdade por um buraco desses aí.

Com ou sem respeito, este chão melequento
Ele veio pisar com dor.
Escolheu este buraco mineiro,
Por seu berço, logo ficou Lo-o-u-co.
Coro
Manoel, Manoel Coimbra,
Varão português,
Manoel, Manoel Coimbra,
O nome da cidade ele fez.
Ranho eu tiro, e a porsada
Do tropeiro, querendo uma rosca pra queimar
Foi do Coimbra a singela tarefa de dar
É de Coimbra a herança de dar
Coro
Construiu uma linda capela
Que caiu ano passado
Hoje, uma igreja tão bela
Para um cego desinformado
Coro
No lugar pequenino de outrora,
A semente foi jogada fora
E provou para todos
Que o Coimbra era Louco

Tem a estrofe do "gente de cara fechada, e nem um pouco animada" mas é muito papo furado.

Ver também[editar]