Corkus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Os-mercenarios.jpg Este artigo é sobre um mercenário!

Não importa a merda que você peça, ele vai cobrar pelo serviço.

Clique aqui pra ver outros mercenários, mas primeiro, o dinheiro!

Corkus
Corkus3.jpg
Posando assim nem parece que ele é inútil
Pseudônimo(s) Inútil
Ocupação Mercenário
Interesses Lutar por Griffith

Cquote1.png Você quis dizer: Corki Cquote2.png
Google sobre Corkus
Corkus era um dos mercenários bosta do Bando do Falcão, que odiava Guts e era fiel a seu mestre Griffith, disposto a lutar por este até o fim da vida, algo que ele fez mesmo, o que não esperava é que seu próprio mestre o mataria, servindo-o como almoço para demônios gigantescos de sete metros e meio de altura, que após alimentarem-se deste ficaram com uma dor de barrida fudida.

Biografia[editar]

A moda do homem que usa um cone de trânsito como chapéu, com certeza Griffith não fez nada de errado ao sacrificar este ser.

A princípio, ele liderava um pequeno grupo de ladrões de galinhas, que assaltavam pequenos agricultores para satisfazer as suas necessidades por cerveja, cocaína e putas pagas.

Após pequenas frustrações, e de ser estuprado na cadeia por sete negões primos do negão da picona, Corkus decidiu mudar de vida, deixando de ser apenas um bandido da ralé e passando a trabalhar como mercenário para Griffith e seu Bando do Falcão, pois este nunca era derrotado em batalha, e aqueles que eram fieis a Griffith podiam gozar de uma boa vida.

Por anos as coisas estavam tranquilas, com o Bando do Falcão conseguindo acumular dinheiro em seus trabalhos e tendo carne para vinte comer todos os dias, até que Corkus, enquanto estava descansando em uma planície, avistou um mercenário bombadão com cara de cu, e decidiu relembrar os velhos tempos, assaltando aquele cara. O que ele não esperava é que aquele mercenário era Guts, o protagonista de Berserk, que mataria o namorado de Corkus e o humilharia na frente de Griffith, algo que nunca seria esquecido pelo protagonista deste artigo.

Após a entrada de Guts no Bando do Falcão, Corkus que já era inútil ficou mais esquecido ainda, e por isso ele passou a odiar cada vez mais o espadachim negro, mas ainda assim o respeitando, por medo de ser fatiado e picado por sua espada.

Morte[editar]

No fim, assim como a maioria dos mercenários do Bando do Falcão, Corkus foi sacrificado por Griffith no Grande Eclipse Satânico, virando almoço de demônios bombadões com sede de sangue, este sim é o verdadeiro reconhecimento pelos anos de trabalho duro dedicados a seu mestre.

Antes de morrer, quando ainda estava apenas perfurado por vinte e oito tentáculos e agonizando como um porco antes de virar torresmo, Corkus ainda conseguiu olhar uma última vez nos olhos de seu rival eterno, Guts, apenas para ver que o mesmo ainda estava inteiro e bem de saúde, o que fez sua morte ser ainda mais dolorida.

Ver também[editar]

  • Griffith, aquele que não fez nada de errado.
  • Guts, aquele que estava marcado pra morrer, mas como Corkus o odiava, ele acabou sobrevivendo e ficando bem de saúde.
Death--.jpg Corkus já morreu!

Pega o pão que presunto já tem!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno