Coxinha (Nas Garras da Patrulha)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
v d e h
ARTIGO COMPLEMENTAR
v d e h
Jornal2.jpg
Não entende este artigo? Acha que é humor privado? Antes de fazer alguma besteira nesta página, leia o artigo Nas Garras da Patrulha para ter sentido e volte aqui para entender e achar engraçado (ou não).
Jornal2i.JPG
BandeiradoCeará.jpg EITA PAU!

Pense num artigo mó limpeza, que vêi de jegue diretin do Ceará, bixin. Se tu frescá cum ele, maxo véi, o Beco da poeira tôdin vai arrombá o teu boga, seu fí de quenga!

Imagem.asp.jpg
Crystal Clear action bookmark.svg.png Coxinha (Nas Garras da Patrulha) Crystal Clear action bookmark.svg.png
Homem-tesoura.jpg
Não Procedeu? A tesoura comeu!
Origem Bandeira do Brasil Brasil link={{{3}}} Ceará Fortaleza.
Sexo Com o Doquinha uma rapariga.
Ocupação Tesourar as pessoas.
Profissional
Profissão Anterior Falsiane.
Conchavo o Doquinha.
Maior Escândalo Quase apanhava do Aluá.
Perfil
Nível de Inteligência Alto Na casa dos 100.
Plásticas Apesar da cara, nunca fez.
Vícios Falar mal das pessoas e querer bater nos outros.
Emissora Atual TV Diário.
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Coxinha - a autarquia da falsidade.
Música Emblem-sound.svg.png Forró Saborear.
Prato Mamão com açúcar.
Filme O Corno.



Cquote1.png Você quis dizer: Seu Madruga? Cquote2.png
Google sobre Coxinha (Nas Garras da Patrulha)
Cquote1.png Você quis dizer: Stalin? Cquote2.png
Google sobre Coxinha (Nas Garras da Patrulha)
Cquote1.png Uma liseira de site de busca que num sabe nem diferenciar o Lula do Papai Noel, acha que pode encontrar alguém parecido comigo! Cquote2.png
Coxinha sobre Sugestões do Google
Cquote1.png Se esse país fosse feito só de Alvarenga, o Brasil era outra car... oo, outra potência! Cquote2.png
Coxinha sobre Alvarenga.
Cquote1.png Este grande exemplo de escritor e humorista não era nem pra tá aqui! Você era pra tá lá em Hollywood escrevendo aqueles roteiros de novos filmes que com certeza serão sucesso de bilheteria, porque você é uma autarquia! Cquote2.png
Coxinha sobre Autor deste artigo.
Cquote1.png Um bunda suja desse que fica escrevendo qualquer besteira, achando que o povo vai rir! Tô dizendo mesmo! Cquote2.png
Coxinha sobre Autor deste artigo.
Cquote1.png É ou não é Doquinha? Cquote2.png
Coxinha.
Cquote1.png Ééé sim! Cquote2.png
Doquinha.
Cquote1.png Vai timbora carniça! Cquote2.png
Coxinha sobre Quem prejudicar este artigo.

O Coxinha era pra ser só um simples personagem sem graça e feio pra dedéu do programa Nas Garras da Patrulha, mas sua fama foi tanta, que mudou o significado de Coxinha de salgadinho mofado pra falso, duas caras, tanto que qualquer vilão de hoje já é chamado de Coxinha, além de seus vídeos do Seu Toba fazerem até mesmo o Kimi Raikkonen RIR, criou uma nova religião, o Coxinhanismo, uma nova língua (Coxinhanês), um novo país (Coxinhalândia), além do Coxinha ganhar um seriado próprio, um filme próprio, um talk-show próprio, uma novela própria, uma emissora própria... Enfim, seu sucesso foi tão grande que seria quase impossível citar metade do que o Coxinha fez na sociedade atual.

Sua história[editar]

Coxinha nasceu na Espanha, mas imigrou pro Brasil ainda criança, aos 2 anos. Foi morar no estado de Fortaleza no Ceará, onde lá ele pode praticar sem medo o seu dom de falar mal dos outros, habilidade que o ajudaria em sua futura carreira. Desde pequeno ele já esbanjava talento pra ser apresentador de televisão, de acordo com seu pai. Mas Coxinha resolveu seguir no anonimato, até porque gente como ele não era permitida na televisão por causa do racismo do seu jeito irreverente de falar. Aos 15 anos, ele deixou a casa dos pais, mas os pais gostavam de viver com o filho, ele é que não gostava, e disse após se despedir:

Cquote1.png Tomara que esses dois sejam alvo de uma bala perdida mesmo no coração dessas carniças! Cquote2.png

Coxinha prestes a dar uma voadora numa carniça.

Em sua viagem, ele se encontrou com o Doquinha, seu futuro parceiro inútil e que o ajudaria a arranjar seu primeiro trabalho. Em 1987, Coxinha (mais Doquinha) conseguiram um emprego num programa de rádio chamado Nas Garras da Patrulha. O programa foi um sucesso, sendo que 99,99999999999999999999999999999999999999% das vezes que alguém liga o rádio, é pra ouvir o programa. O que eles não esperavam era que o programa fosse ganhar sucesso nacional e internacional. Em 2000 foi criada a versão desnecessária do programa, e Coxinha começou sua carreira como ator. Sua relação com os outros atores era a mais falsa amigável possível, em especial com o Doquinha, seu fiel companheiro que não faz mais do que falar É sim em 99% de suas aparições.

O sucesso[editar]

O Garras começou a fazer sucesso assim que a TV Diabo começou a passar nas parabólicas em meados de 2001, o ano do bin Laden, e Coxinha rapidamente se tornou popular e caiu no gosto do público. Os vagabundos As pessoas não paravam de pedir autógrafos pra ele, além de em quase todo momento em que um programa fazia uma matéria sobre o Ceará, o Coxinha fazia questão de aparecer, inclusive num programa da Regina Casé, da Globo (não é o Esquenta!).

O declínio[editar]

Coxinha no dia em que foi raspar a cabeça cortar o cabelo.

A fama de Coxinha começou a decair no momento em que a Globosta tirou do ar a Diário, a partir daí, o Coxinha se viu prejudicado, seus fãs foram diminuindo, já que agora eles dão mais bola a porcarias outros programas de outras emissoras, mas mesmo assim, muita gente ousou por fim na Globosta pra voltar com o Coxinha na TV no Brasil inteiro, mas de nada adiantou até porque ninguém fez macumba, iria dar certo, o Coxinha foi sendo esquecido, sendo agora só visto pelos cearenses na TV, ou no DVDs piratas ou na internet.

Momentos marcantes[editar]

Coxinha passou por poucas e boas na sua carreira no Garras, mas aqui reuniremos seus momentos mais marcantes no programa.

  • Coxinha e o cortador de luz - Marinelson foi atrás de Coxinha porque um homem queria cortar a luz dele, e contava com ele pra não deixar ele cortar, mas no final Marinelson se fudeu lindamente.
  • Coxinha e o corno que pulou do apartamento - Coxinha se viu numa situação de risco: Um amigo dele iria pular do apartamento, só porque levou chifre da mulher. Não teve jeito, e o cara pulou mesmo e caiu de cabeça.
  • Coxinha e o homem acusado de atoprelamento atropelamento - Napoleão Bonaparte estava prestes a ser julgado por um crime que ele não cometeu. Coxinha foi escolhido pra defender o amigo, mas ele se fudeu feio e pegou 50 anos de cana.
  • Coxinha e o maconheiro - É amigos, nem mesmo um maconheiro o Coxinha dispensa. Ele ia dar um relógio ao Ataliba, mas ficou sem a grana.