Crash Team Racing

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg Crash Team Racing é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Chris Redfield esta matando algum hunter.

Time de Corrida do Crack
Capa Crash CTR.png

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Cachorrão Studios
Publicador Sony Computer Entertainment
Ano 1999
Gênero Corrida
Plataformas PlayStation, PlayStation Portable, PlayStation 3 e PlayStation Vita
Avaliação Mais de 8 Mil
Idade para jogar 10+

Cquote1.svg Já joguei! Cquote2.svg
Silvio Santos sobre Crash Team Racing
Cquote1.svg Eu também Cquote2.svg
Jô Soares sobre Crash Team Racing
Cquote1.svg É sensacional essa corrida Cquote2.svg
Galvão Bueno sobre Crash Tem Racing
Cquote1.svg Vou destruir todos vocês!!! Cquote2.svg
N. Oxide sobre para quem joga esse jogo
Cquote1.svg Hoje sim! Hoje sim! Hoje não... Hoje não... Cquote2.svg
Cleber Machado sobre Neo Córtex perdendo pro Crash na última curva

Crash Team Racing é um joguinho de corrida da série Cráshi que foi criado pela Cachorrão Studios e publicado pela Sony para o PS1 com o intuito de colocar o marsupial laranja no mercado de jogos de corrida com apelação para ser mais um mascote fracassado a competir com os jogos copia-cola da série Mario Kart.

O jogo era o plano final da Cão Safado para acabar de vez com a franquia Crash, que já estava dando dor de cabeça para os seus criadores, e tiveram uma ideia mirabolante, de fazer um jogo de corrida com apelações o mais genérico o possível para fazer o fã desocupado do marsupial laranja desistir de vez e se mudar para qualquer outro jogo, mas o plano acabou saindo pela culatra, já que o jogo em si contou com gráficos fodásticos para a época e com uma jogabilidade decente, o que fez vender míseras 15 unidades quase 2 milhões de cópias segundo as vozes na minha cabeça.

Um resumo rápido para definir essa porra[editar]

Um bom corredor tem que ler antes de pilotar.

Como dito antes, a história desse jogo foi a mais genérica possível, ou seja, o Crash Team Racing é o aluno que pegou o dever de outro aluno e que mudou pouca coisa para não parecer igual. Tudo começa quando um alienígena chamado Nitros Oxide resolve invadir o planeta Terra, isso porque ele queria um autografo do Felipe Massa, que era seu ídolo e sua inspiração para se tornar o campeão de Gasmoxia, mas o cara não quis dar, pois os seguranças acharam que Oxide estava doente pela sua pele verde, e com isso, o impediram de realizar o seu sonho.

Depois desse ocorrido, o alienígena ficou puto da vida e ameaçou destruir o planeta Terra, mas teve uma ideia mais ou menos pior, transformá-la em um puteiro estacionamento e mudar a franquia Crash para competir fortemente com o Mario Kart com jogos copia e cola de corrida. Com isso, Oxide deu alguns dias para que houvesse um campeão da Terra para que disputasse uma corrida contra o mesmo em sua nave espacial.

O caos tomou contra do planeta e foi criada a panelinha entre os quatro melhores corredores naquele momento, Ripper Roo, Papu Papu, Komodo Joe e Pinstripe Potoroo, com o próprio Pinstripe ganhando facilmente dos outros três e começou a achar que ninguém o derrotaria, assim como os outros membros de sua panelinha especial de corredores. É aí que começa o modo história e é o simples, ganhe corridas e complete tudo o que tiver no mapa.

Depois do personagem escolhido pelo jogador conseguir derrotar todo mundo, Pinstripe sairá do cu do mundo para desafiar o jogador em sua pista aérea, e depois de humilhar o fursona do Salnorabo, Oxide desafiará o mesmo para a tão esperada corrida. Oxide como um verdadeiro chefão trapaceia no início da corrida e começa a tacar qualquer coisa para atrapalhar, sendo caixas de TNT, poções, caixas voadoras de nitro, bombas e tua mãe, mas nem com tamanho desespero o alienígena consegue vencer.

Oxide dá uma de mal perdedor e resolve colocar um segundo porém na história, dando a desculpa esfarrapada que faltaria relíquias para o jogador passar mais tempo jogando esse jogo de corrida, e depois de derrotar Oxide pela segunda vez, o alienígena resolve sair de vez do planeta antes que pedisse música no Fantástico, assim acabando essa história clichê que mais parece uma versão de segunda de Diddy Kong Racing.

Classes[editar]

  • Balanceado (Crash e Cortex): A classe que não fede, nem cheira, é aquela que qualquer youtuber que mal conheça o jogo irá escolher pelo fato de ter os personagens principais nela.
  • Aceleração (Coco e N. Gin): É uma das classes preferidas pelos speedrunners, já que é considerada a segunda melhor no jogo e que ajuda em pistas mais lentas do jogo com várias curvas.
  • Velocidade (Tiny e Dingodile): A classe mais rápida do jogo e consequentemente mais apelona entre elas em 95% das pistas deste jogo. Os carros costumam ser rápidos, porém péssimos em pistas com várias curvas, por isso é um dos preferidos entre os speedrunners.
  • Curva (Polar e Pura): A classe que quase ninguém escolhe pelo fato de justamente serem as piores neste jogo, os únicos que escolhem são as gurias retardadas pelo fato dos personagens mais fofos estarem nelas (isso quando não escolhem a Coco) e pessoas que querem zerar o jogo no modo mais hardcore o possível.

Os personagens[editar]

Grande prêmio que Crash ganhou após derrotar N. Oxide.
  • Crash Bandicoot: Comedor de gatinhas, o cara está de volta para arrebentar, será que ele consegue derrotar o vilão? É o personagem que qualquer um que esteja jogando pela primeira vez ou que esteja experimentando o jogo irá escolher pelo fato de ser o protagonista.
  • Neo Cortex: Filho do Doutor Roberto, o doutor veio participar da corrida e derrotar o Crash. É apenas escolhido por aqueles que estão apenas testando o personagem.
  • Coco Bandicoot: Putinha do Crash, ela ajudou o seu irmão a construir o carromóvel, mas também ela quis participar da corrida para ganhar o grande prêmio. Considerada a mais lerda. É geralmente escolhida por punheteiros querendo ver algum ângulo especial dela ou por speedrunners.
  • N. Gin: Um robô inútil que é escravo do Cortex, ele quis também participar dessa corrida. O personagem em sí é tão inútil que apenas os speedrunners o usam.
  • Tiny Tiger: Discípulo de Tyler, conhecido como esmagador, tudo que vê esmaga. Tinha tudo para ser querido pelos speedrunners do jogo, mas a maioria prefere o Dingodile por Tiny ser alto demais e mais atrapalhar do que ajudar.
  • Dingodile: Um jacaré do Brasil que veio para mostrar que o Brasil manda nas corridas, porém sofreu lavagem cerebral na Austrália e se naturalizou australiano. Virou queridinho dos speedrunners pelo fato do Tiny ser grande demais e tapar metade da tela do jogo.
  • Polar: Mascote do Crash, ele é inútil e encheu o saco para ter um carro de corrida. É um dos mais inúteis do jogo, só é usado por profissionais querendo humilhar noobs na corrida.
  • Pura: Mesma coisa do Polar.
  • Penta Penguin: Conhecido também como Picolino, ele é kawaii. É o personagem mais oito ou oitenta do jogo, na versão PAL se trata do personagem mais apelão do jogo, enquanto nas outras versões é só um personagem qualquer que consegue via trapaças.
  • Fake Crash: Como nome já diz, ele é um dos fãs que resolveu imitar o seu ídolo. É o único personagem neste jogo que não se consegue via trapaças.
  • Nefarious Tropy: Um cara doido que adora se vestir de relojoeiro, acha que é o Pai do Tempo. Neste jogo se consegue via trapaças, mas no remake costuma ser bem apelão.
  • Garotas do Troféu: São conhecidas como as Brasileirinhas do Jogo, gostosas e todas são comíveis para o Crash. No remake, as próprias de demitem no cargo e resolvem correr junto com os outros.

Chefões[editar]

Corrida do século.
  • Ripper Roo: Um doido, viciado nas drogas, pode ser conhecido também como o cão das drogas.
  • Papu-Papu: Índio gorducho que pesa 200kg, conhecido também como Senhor Arrotão.
  • Komodo Joe: Trabalhou na Pizzaria e agora resolveu se esconder em uma mina abandonada.
  • Pinstripe Potoroo: Depois de se cansar de cornear o Crash dando uns pegas na Tawna, Pinstripe virou líder da máfia, ele era o coronel, pois o verdadeiro líder mesmo era o Al-Capone, depois que o seu mestre morreu, Pinstripe se tornou líder da panelinha de chefões do jogo, tudo isso para perder em sua própria pista aérea.
  • Nitros Oxide: O chefão do jogo, ele manda em tudo e seus capangas tem medo dele, atualmente foi parar em um hospital após ser humilhado no planeta Terra.

Recepção[editar]

Como o jogo deu muito certo e mesmo com sua história tosca que viria a ser copiada em Crash Nitro Kart com leves alterações e enfim se tornando uma das sete maravilhas dos jogos de corrida com apelações, a equipe da Naughty Dog resolveu simplesmente pular da barca, ou seja, desistir de vez da franquia e passar a responsabilidade para outra empresa para tentar recriar o sucesso dos primeiros jogos com o marsupial laranja, assim criando a era Traveller's Tales e também criando a versão dos genwunners de Crash Bandicoot, as viúvas da Naughty Dog.