Dani Filth

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!


Cquote1.png Experimente também: Marilyn Manson Cquote2.png
Sugestão do Google para Dani Filth
Cquote1.png Baixinhos, o Dani Filth não gosta do cara lá de cima...ele é dimaaisss... Cquote2.png
Xuxa sobre Dani Filth

Cquote1.png HUiN Kii FoOwFuU- ElI É MuItIo LiNdOOO *-* Cquote2.png
Emo pseudo-gótica sobre Dani Filth

Cquote1.png MiGÚúXxúÚÚHh Cquote2.png
Hello Kitty sobre Dani Filth

Cquote1.png Meu mestre!!!!!!!!! Cquote2.png
Chester Bennington sobre Dani Filth

Cquote1.png Meu mestre!!!!!!!!! Cquote2.png
Corey Taylor sobre Dani Filth

Cquote1.png Meu mestre!!!!!!!!! Cquote2.png
Marilyn Manson sobre Dani Filth

Cquote1.png Meu pupilo!!!!!!!! Cquote2.png
Patti LaBelle sobre Dani Filth

Cquote1.png Meuh fãnh! Cquote2.png
Pato Donald sobre Dani Filth

Cquote1.png Você traiu o movimento true black metal, veio! Cquote2.png
Dado Dollabela sobre Dani Filth

Cquote1.png Esse carinha da pesada vai aprontar altas confusões com seus amigos barra-pesada e mostrar ao mundo o lado Rosa negro da força em busca de vingança Cquote2.png
sessão da tarde sobre Dani Filth

Poucos sabem, mas é uma cadela que canta no lugar de Dani Filth nas gravações

Dani Filth é o vocalista da banda de Black death doom dark tenebrarous grind gotic metal industrial poser emo 666 from hell rabits fofinhos Cradle of Filth. Com sua inconfundível voz de gato na garganta afinadíssima e melódica, ele se tornou personalidade muito influente entre black poser emos que supostamente fazem rituais de dar o cú pro capeta e tr00s gotiquinhos e extremistas no geral.

Dani Filth - a infância[editar]

Dani Filth nasceu numa cidade muiiitooo sinistra da Inglaterra, Sufolk, uma aldeia atrasada e basicamente constituida de agricultores analfabetos e crentes, do gênero Minas Gerais. Ora em tal terra, contavam-se (e contam-se ainda mais nos dias de hoje graças justamente a Dani), imensas historinhas de bruxas, fadinhas loiras com asas verdes e superpoderes malignos, unicórnios do mal e gnomos verdes e feios que se cômiam uns aos outros nas flôrestas negras... Neste ambiente surreal e insano cresceu Danizinho, um menino baixinho, gôrdinho e, naturalmente, anti-social e intrôvertido. Era aluno dedicado e assíduo, nem um pouco dilexico. Desde sempre se intereçou muitooo por poesia dark, história europeia, folclore indiano, literatura brytannika, historinhas de horror e fantasia (tipo as da sua aldeia-natal) e por contos de fadas nôrdico-sâtanikooos (enfim, tornou-se simplesmente num emo poser RI-DI-CU-LO e feio pra carai com aquelas lentes de contacto azuuuis!). Certa vez, em uma tentativa de se socializar, levou como presente de amigo oculto, um gato preto virado do avesso devidamente embrulhado e com as víceras em formato de coração, para presentear sua amiga e professora Mellissa Cross, que viu nele um talento absurdo! Aos 9 anos de idade ele passou a imitar pessoas engasgadas ao som de fitas k7 distorcidas e chiando. Isso tornou-se um hábito diário, passando a adotar elementos "EMO-GÓTICOS", até formar a sua própria bandazinha onde só ele se mantem como membro activo até os dias de hoje e na qual continua arrastando uma legião de fãs (LEIA-SE VADIAS RETARDADAS E CEGAS E COM PÉSSIMO GOSTO MUSICAL). Enquanto adolescente revoltado que era, ele usava uma mini-saia de couro preta com as inscrições, " i wanna give my ass ". Isso tornou seu nome bastante popular entre a galera da cena true black posers e na Inglaterra em geral... Infelizmente.

O Sucesso[editar]

Depois de passar a adolescência dando o cu seu grande saber de orgia bruxas e fadas pelos campos de Sufolk, de gravar mais de 17 demos com mais de 2:30 de melodiosas imitações de Dani do "COFF COFF COFF! ME ENGASGUEI! COFF COFF!", ele finalmente ganhou coragem e chamou seu ex-ficante Pau Allender (é, o nome dele é mesmo Pau), para que juntinhos formassem uma banda de true black poser emocore metal já que a suposta banda de Dani até ali, (os Banquete no Excremento), não tinha dado muito certo... Devido ao aspecto repugnante dos dois membros iniciais e à falta de higiene íntima da cadela gemedora que eles escolheram para cantar na banda, os novos lords of the pinkie-darkness escolhem como nome "Cradle of Filth" - berço da nojeira... Depois de mais de 6 álbuns massacrantes aos ouvidos e cheios de latidos, rifs mal feitos de guitarra e letras boca-suja e muito escandalo relativo aos assuntos da Santa Madre Igreja e Seu Respectivo Santo Líder, os filthy lords alcançam o sucesso ao gravarem uma musiquinha que se tornou hino dos Black emos - Nymphetamine, com a participação da cantora Liv Kristine (outra troll satanista do norte ex Theatre of Tragedy) Dani ficou por muito tempo dando gritinhos com essa música gay pornográfica, para assim ser eternamente adorado por milhares de black emos e gurias pelo mundo fora, que usam sua maquiagem (incluindo as lentes ridiculas) e pintam as unhas de preto pra dizer que são do mal.

Vida Pessoale[editar]

Por muito gay e bixona que ele possa parecer - e na verdade ele adora levar no cu - Dani, agora já aclamado "Lord Filth", possui milhares de fãs alucinadas(os) que o veneram e que se masturbam diariamente ouvindo "Nymphetamine", pois a voz aguçada de Filth excita as pessoas... E a de Liv evita um colapço nervoso. Além disso: DANI É CASADO :o! QUEM É A POBRE COITADA? Bom, para saber mais, consulte a página da turminha completa... Ahhh! Como esquecer, Danizinho por acaso tem uma filha, Luna Scarlet batizada em honra de uma puta metaleira ex-ficante de Dani Sonya Scarlet. Como já foi dito... Dani é doido por uma bela poesia, chora muito ao ler Romeu e Julieta (coisa que faz todas as noites de sua vida a fim de se inspirar para as letras do CoF), não vive sem uma orgia macabra de vez em quando, adora levar no cu como já é sabido, gosta muito de provocar o Papa Bento e de blasfemar, já que isso é true black poser.