Daniel (profeta)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Matisyahu20.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia alemães, foi escolhido por Javé e não come lagosta porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

Htret.JPG Daniel (profeta) dá um tapa na pantera!

Por isso ninguém entende o que ele(a) diz!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

Daniel é um dos judeus filhos da puta que foram levados cativos para a Babilônia.

Deportação para a Babilônia[editar]

A visão da estátua.

O rei da Babilônia, Nabucodonosor, invadiu e atacou Jerusalém e tomou a cidade, ele levou os judeus deportados como escravos, e entre ele estava Daniel, um judeu que fumava um e tinha visões estranhas. Um dia o rei Nabucodonosor fumou maconha, teve uma visão estranha de uma estátua com cabeça de ouro, peito e braços de prata, ventre e coxas de bronze e pernas de ferro e pés de ferro, e não entendeu porra nenhuma, então, pediu pra alguém explicar iso para ele, Daniel, explicou pra ele que se tratava dos impérios e que a cabeça era a Babilônia, o rei ficou tão feliz e deu à ele um cargo importante.

Seus amigos são jogados no forno[editar]

Seus amigos Sadraque, Mesaque e Abide-Nego se negaram a adorar aquela porcaria de estátua, deixando Nabucodonosor puto, e mandou fazer churrasquinho dos três, mais ele estava tão doido de maconha que viu quatro ao invés de três, vai entender?!

Os escritos na parede[editar]

Quando Nabucodonosor estrava comendo capim pela raiz, seu filho Belsazar tomou o lugar dele, e ficou doidão de maconha que viu uma mão estranha escrevendo na parede: MENE MENE TEKEL PARSIN. Ele mandou chamar Daniel pra entender que porra era aquela, Daniel explicou pra ele o que significava aquilo:

  • MENE: Você.
  • TEKEL: Tá.
  • PARSIN: Fodido.

E no mesmo dia os persas e os medos atacaram o império dele e ele morreu.

Socorro! Alguém me tira daqui!

A cova dos leões[editar]

Daniel também quis fazer igual aos seus amigos e rejeitou a adorar a estátua, então o rei Dario condenou ele à ser jogado em uma cova cheia de leões, mas ele tinha fumado um (esse povo adora um baseado, hein!?) e jogou ele junto com os gatinhos pensando que eram leões. No dia seguinte ele encontrou Daniel ainda vivo, ele se desculpou e os dois fizeram as pazes.

Fumando maconha e tendo alucinações[editar]

Daniel estava ficando maluco e fumando maconha direto, ele começava a ver coisas como um leão com asas de águia, um urso com três costelas entre os seus dentes, um leopardo com quatro cabeças e quatro asas de ave e até um animal "terrível e espantoso e muito forte" que tinha grandes dentes de ferro e dez chifres. Ele também viu um carneiro voador e um bode com chifres gigantes (Que uma bicha louca chamada Alexandre, o Grande iria derrubar), o Bel e o dragão que ele matou, ele estava muito doido. Ele também viu um teatro na floresta com gnomos tarados e elfas

Ver também[editar]