Betaald Voetbal De Graafschap

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de De Graafschap)
Ir para: navegação, pesquisa
Betaald Voetbal De Graafschap
Escudo do De Graafschap.png
Brasão
Hino Qualquer caipiragem
Nome Oficial Betaald Voetbal De Champz
Origem Doetinchem
Apelidos Super Caipiras
Torcedores Capiras
Torcidas Todas cantam sertanejo
Fatos Inúteis
Mascote Corno
Torcedor Ilustre Chitãozinho e Xororó
Estádio De Vijverberg
Capacidade 12.600
Sede Doetinchem
Presidente Sietze Veen
Coisas do Time
Treinador Darije Kalezić
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png Xi...
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Qualquer um que você comprar no PES pode ser o melhor
Patrocinador Tuinmeubelen.nl
Time
Material Esportivo Atag
Liga Liga Holandesa
Divisão Primeira Divisão
Títulos Algumas segundonas
Ranking Nacional Primeiro entre os caipiras
Uniformes Degraafchapkit1.jpg
Degraafchapkit2.jpg



Cquote1.png Nóis é PSV primeiro e esse time ae é nosso segundo time, sô! Cquote2.png
Qualquer um da cidade de origem do Betaald Voetbal De Graafschap sobre o próprio time
Cquote1.png Terceirona pode? Cquote2.png
Torcedor do Betaald Voetbal De Graafschap em um jogo de apostas sobre títulos do clube, em que não vale segundona
Cquote1.png Okay-meme.jpg Cquote2.png
Torcedor acima, após ser zoado até o fim por torcedores de PSV, Ajax, Feyenoord, Twente e AZ Alkmaar

Betaald Voetbal De Graafschap é um time de futebol que fica na área caipira da Holanda. É fácil de se perceber isso por ter um escudo que qualquer idiota pode desenhar a mão sem nenhum efeito de computação mais avançado no mesmo. E por ter um G enorme no escudo, igual ao do Goiás Esporte Clube. G esse que parece ter sido realmente feito à mão por uma criancinha de 6 anos na época da fundação do time e, na falta de um desenho melhor, acabou incorporado como escudo oficial.

História[editar]

Fundação[editar]

No meio dos campos de trigo da Holanda, em 1954, surgiu um disco voador. Os fazendeiros que ali trabalhavam ficaram maravilhados com tal coisa extraordinária, e, os extraterrestres logo tentaram contato com os seres do lugar. Como a linguagem era difícil, uma vez que os ET's não entendiam as gírias absurdas que os caipiras falavam (algo semelhante ao que acontece hoje com qualquer um que vai pra Minas Gerais e tenta acompanhar sem sucesso o mineirês, né uai?).

Sem outro jeito melhor, os extraterrestres decidiram pegar uma bola de futebol que tava por ali e bater uma bolinha com os caipiras. Como eles nem sabiam o que era futebol, aprenderam por ali. E um legado que os extraterrestres deixou foi a criação do Betaald Voetbal De Graafschap, isso no meio do mato. O único pedido foi com relação ao nome do clube: os Et's deixaram claro que queriam alguma menção à Júpiter no escudo. Como não sabiam bem do que os et's tavam falando, os caipiras acabaram ouvindo Júpiter e pensando que começava com G, deixaram um G enorme no escudo do clube.

Primeiros anos[editar]

Um dos maiores feitos do time nos últimos anos: comprar um ônibus próprio.

Bom, já sabendo o que era futebol, os fazendeiros se aventuravam dando alguns chutes na bola e ganhando de outros times caipiras, formados as pressas cuja torcida aplaudia e pulava apenas para uma cobrança de lateral como se fosse um gol, lembrando bem os americanos na copa de 1994. Assim, conseguiu alguma notoriedade e a confederação holandesa colocou essa bosta pra jogar na Eredivisie, até pra não dizer que não tinha nenhum time do interior jogando.

Sem tanta força assim, e com a forte concorrência, nem se os próprios ET's estivessem jogando conseguiriam impedir as fracas campanhas do time nas primeiras temporadas,que trocava mais de divisão do que um ser humano troca de cueca (bom, depende, já que tem alguns homens que fazem valer a cueca até o fim). Quando conseguiu alguma grana, em sua maioria conquistada pelo MST holandês, que invadia fazendas ricas e ficava com a maconha roubada, enquanto dava algum dinheiro também roubado para ajudar o clube da região, já era muito tarde e essa quantia não pagava o salário nem do gandula do Ajax.

Tanto que o time segue com suas campanhas meia-boca até hoje e muita gente na própria cidade de origem do clube desconhece o mesmo. Acham que Betaald Voetbal De Graafschap é nome de uma doceria alemã que tá fazendo sucesso por aí vendendo torrone em forma de salsichão ou que é o nome de uma marca fodástica de relógios suiços que faz sucesso entre funkeiros que fazem de tudo para arrumar um relógio falso dessa marca, tudo, menos um time de futebol.

Atualmente[editar]

O time alguma raras vezes é lembrado como o time do interior e nada mais. Acaba mais é fazendo número nas ligas em que participa e fazendo os times maiores gastarem dinheiro com passagem cara de avião pra ir jogar no meio do mato num estádio que no intervalo dos jogos só toca Bruno & Marrone cujos torcedores vibram mais quando no sistema de rádio é avisado que o Twente fez gol do que no próprio gol do Betaald Voetbal De Graafschap.

Títulos[editar]

  • Segundona

Campeão: 1991, 2007, 2010

  • Terceirona

Campeão: 1969