Deivid

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Se o cara não pega a 9 nem em time turco de pelada, não merece ser atacante mesmo.

Cquote1.svg Você quis dizer: Cone Cquote1.svg
Google sobre Deivid
Cquote1.svg U-HU Nova... Melhor deixar quieto... Cquote2.svg
Fani Pacheco sobre Deivid
Cquote1.svg PQP! É O MELHOR ATACANTE DO BRASIL! Cquote2.svg
Torcidas de Vasco, Botafogo e Fluminense sobre Deivid
Cquote1.svg Pelo menos, é mais digno que o Lindenberg... Cquote2.svg
Flamenguista Iguaçuano sobre Deivid
Cquote1.svg Aqui em Sampa, ele joga bem. Cquote2.svg
Paulista sobre Deivid
Cquote1.svg O Flamengo só viaja de TAM porque se for de GOL o Deivid perde! Cquote2.svg
Vascainos sobre Deivid
Cquote1.svg Oh my God, I can’t believe! Cquote2.svg
Integrantes do Kaiser Chiefs ao saberem que Deivid não enfrentaria o Leeds em amistoso marcado contra o Flamengo
Cquote1.svg Por que não eu? Cquote2.svg
Drogbinha se perguntando por que não é titular do Flamengo
Cquote1.svg Já avisei que vai dar merda isso! Cquote2.svg
Capitão Nascimento sobre Deivid no Flamengo
Cquote1.svg Esse boleiro vai se meter em altas confusões com uma das maiores torcidas de futebol do mundo por ter deixado seu futebol no Bósforo! Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde sobre Deivid
Cquote1.svg Fuck you, fuck you very, very nice! Cquote2.svg
Lily Allen sobre Deivid
Cquote1.svg PORCARIA DE SEGUNDA MÃO!!! Cquote2.svg
Seu Madruga sobre Deivid

DEIVID DE SOUZA é o nome da maior cilada em que a Tia Paty se meteu em 2010, pois, após sair da Turquia, a mala onde continha seu futebol foi retida pela Alfândega, e, deu no que deu.

Nascido em Nova Iguaçu, a Big Apple da Baixada, no Rio, em 22 de Outubro de Shake Down, 1979, cool kids never have a time, é um boleiro que, como manda a tradição, joga futebol. Atualmente, não joga pelo Flamengo, e se consolidou como o jogador mais adorado pela torcida: pela torcida Anti-Flamengo, que se orgulha de ser a maior torcida de futebol do mundo.

Por ter perdido seu futebol na Alfândega, recebeu o carinhoso apelido de “Cone” da Nação Rubro-Negra. E, após uns 5 jogos onde jogou menos que nada, se tornou o jogador mais odiado do time. É apelidado também de Hulk, por ter ganho superpoderes fazendo merda sem querer.

A Infância:[editar]

Isso não vai dar certo
Reality Show apresentado por Deivid. Só falta um canal pra passá-lo

Deivid era filho de guarda de trânsito que trabalhava em Nova Iguaçu, aliás, a história dele começou quando seu pai levou sua mãe pra uma “rapidinha” no matagal da Light, onde anos depois, colocaram umas pistas lá e batizaram de Via Light. O pequeno Deivid vivia brincando com os cones do pai enquanto ele não precisasse, e, nas folgas, levava o menino pra alguma floresta de Coníferas.

Começou a jogar futebol, como manda a lógica, afinal, ele não era gordo, nerd ou um nerd gordinho, e, o guri jogava bem, então, teve sua chance de ouro: um olheiro do Nova Iguaçu, até então um time de várzea de Nova Iguaçu o chamou pra ajudar o time que tinha seu papel na Conspiração Iguaçuana pra dominar o mundo. A ideia era chegar a 1ª divisão Brasileira em 2010 com Deivid sendo o artilheiro da Série B em 2009, dá pra ver que não conseguiram.

Após seus pais serem mortos numa emboscada no viaduto da Barros Júnior porque seu pai “fazia bem” seu trabalho, Deivid ficou órfão, e só tinha os cones de seu pai pra se lembrar dele, e do seu legado nas ruas iguaçuanas, e, decidiu que seria o melhor jogador do mundo, tudo isso com uma 9mm com número raspado com 2 balas com o nome do assassino de seus pais escrito. Assim, sobe e começa a jogar no time “profissional” do Nova Iguaçu.

A Carreira:[editar]

Nova Iguaçu e Joinville:[editar]

Deivid fez chover no Campeonato de Várzea Cariocão de alguma divisão de acesso, marcando um monte de gols e conseguindo um contrato melhor. Trocar um time pequeno do Rio por um time pequeno em Santa Catarina, o Joinville, que estava na 1ª Divisão local e era de Santa Catarina, ou seja, dali era só escolher sua gostosa e subir na vida com ela (e com ela subindo outras coisas dele).

Too Little Too Lecce:[editar]

Após um bom ano, conseguiu a proeza de conseguir contrato com um time de 1ª divisão jogando escondido, ou seja, todo mundo achava que ele seria o cara, o melhor jogador de todos os tempos por causa disso. Assinou um contrato com o Leite Lecce, muito confundido com "Too Little Too Lecce" (Hoobastank e JoJo agradecem por essas confusões), mais um time pequeno, onde começou a jogar e ganhar em 1 mês, o que ele ganhava em 1 ano em Nova Iguaçu e em Joinville, mas, estava criando a fama de “jogador de time pequeno”, coisa que ninguém quer.

Santos:[editar]

Enquanto o medo consumia aquele boleiro, finalmente recebe a proposta de um time grande. Recebeu a chance de ser jogador do Santos, onde seria a babá daqueles que um dia seriam os Meninos da Vila, mas não agüentou a pressão de ser babá de pré-adolescentes e se mandou da Vila aos prantos.

Corinthians:[editar]

Contrataram um bom jogador, mas, não contavam que seu futebol fosse retido

Troca o litoral pela Área da Fumaça capital, desistindo de ser peixe pra ser gambá, tendo seu ápice no time quando ganhou a Copa do Brasil naquele clássico episódio do “Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão”, onde Carlos Eugênio Simon cortou as asinhas do Luiz Estevão, prejudicando seu Playground particular time, o Brasiliense, mas, até que não dá pra dizer que foi roubo: foi um ladrão sacaneando outro, e assim caminha a humanidade.

No fim do ano, vai enfrentar o Santos, o time já dos Pirralhos Meninos da Vila, que o enlouqueceram. Ele tinha jurado ir pra vingança contra eles, mas, o que foi visto em campo foi constrangedor (pros Corintianos): Santos campeão e ele, totalmente envergonhado, se manda de São Paulo e vai pra Minas, onde o Pofexô estava iniciando a Conspiração Iguaçuana em Minas, no Cruzeiro, juntamente com o Zinho.

A Conspiração Iguaçuana no Cruzeiro:[editar]

O Trio Parada Dura, junto com uma meia dúzia de comedores de queijo, conseguiram aquela cagada dos 100 pontos em 2003, mostrando que, quando mineiros e iguaçuanos se juntam, todos devem entrar em pânico. Mas, após isso, o dinheiro o chamou, quando o Bordeaux o contratou.

Pinteaux e Bordeaux:[editar]

Assim fez suas malas, foi no mercado comprar um suprimento de sabonetes e se mandou pra França, onde foi jogar e só ver o Lyon ser campeão, então, sabendo disso, fez com que o time fosse o campeão simbólico da temporada, prêmio dado na época para o time que terminasse em 2º lugar, e, com uma medalha no peito e passando mal por causa do mal cheiro dos cidadãos, resolve voltar ao Brasil.

Santos Parte 2: A Vingança:[editar]

Após fazer as pazes com os Meninos da Vila, jogando no Santos de novo, onde viu que quando não dava pra bater os rivais, desiste e se junta a eles, sendo campeão brasileiro de novo. Em 2 anos o cara ganhou 2 brasileirões e o título simbólico na França. Tinha tudo pra ter uma carreira vitoriosa. Em 2005, visando o lucro, o Santos vende todo o seu elenco. Deivid foi nessa também. Os caras estavam com complexo de superioridade, achando que o time ia ganhar tudo jogando com os fraldinhas, por isso, vendendo todo o elenco.

Sporting:[editar]

Ora pois, ele só queria comer bacalhau e tomar vinho pelo menos 1 vez na vida, assim, assinando com o Sporting, onde foi decisivo no objetivo do time de fazer figuração diante de Porto e Benfica, e ficou se matando pra conseguir ser titular do time, já que tinham um Liédson que nem sonhava em defender a seleção de lá, e que assumiu sua vaga no Corinthians, quando saiu pra participar da Conspiração Iguaçuana em Minas. Após não conseguir ser titular do time, vai pra Turquia se exilar na maior comunidade brasileira de lá, a Fenerbahçe Spor Külübu.

Fenerbahçe:[editar]

Nessa colônia brasileira, conseguiu ser titular, fazer muito dinheiro, adicionar o Orkut no Orkut, ganhar uma estátua na porta do Sukru Saracoglu, causar o pesadelo dos atacantes turcos e colocar Nova Iguaçu no mundo. Mas, o seu contrato não durava para sempre. Chegaria uma hora que ele acabaria.

Flamengo:[editar]

Quebrando um zagueiro, mostrando ser adepto da Reversal Russa

Enquanto seu contrato com o time turco acabava, lá na beira da Lagoa, na Gávea, numa área muito sobrevoada por urubus, o Flamengo estava uma zona: goleiro matando Maria Chuteira, funkeira biscateando no CT, Maria Chuteira se aproveitando de boleiro emocionalmente instável, ou seja, um inferno total. Como diria a música, o inferno nem é tão longe. Tia Paty, aparentemente de TPM, tenta arrumar a casa (isso soou machista, mas, é a verdade), e, após a recisão, foi a Turquia pra contratá-lo pra ser o bombeiro do time, assinou o contrato e ajudar o time a lutar contra o rebaixamento.

Mas, a mala onde ele guardava seu futebol foi retida na Alfândega, e isso foi traduzido em ausência de futebol, mas, ainda sim, o time não caiu pro desespero dos Antis, aparentemente, nada derruba esse time, nem tiro de bazuca. Em 2011, sua ausência de futebol começou a pesar e ele começou a ser considerado o jogador mais odiado do time, ganhando o carinhoso apelido e “Cone”, e com boatos na internet que estaria fazendo um Reality Show pra formação de novos jogadores de futebol chamado”O Cone” e boatos sobre envolvimento com pedofilia, mostrando que a fase dele não está boa. Ainda ganha a vida como cantor, onde fez a sua versão do megahit forte candidato ao Prêmio Multishow de Música Brasileira, ao Grammy, ao VMA e ao VMB, “Sou Foda”, criando a “Sou Cone”.

Em 2012, assinou um contrato relâmpago com o Vasco, contrato por um jogo, mas, como o Vasco esqueceu da camisa dele, foi uma do Flamengo mesmo. O objetivo era errar um gol na cara do gol, sem goleiro. Conseguiu com louvor. Resultado: Vasco vice, iniciando a sequência de 3 vices seguidos em turnos do cariocão.

A partir dali, nada de mais, e foi vendido ao Coritiba

No Coritiba:[editar]

Sua chegada já foi com uma ótima notícia: ele conseguiu reaver a mala onde continha seu futebol. E assim foi, no ano o que vier é lucro dos Coxas Brancas


No Cruzeiro Novamente:[editar]

Depois de perder seu futebol, teve o bom senso de não tentar jogar novamente e foi junto com o Pofexô Luxemburgo para o Cruzeiro onde aprendeu como não treinar um time de futebol. Essa escola passada pelo antigo ex-Treinador está afundando o time do Cruzeiro, forte concorrente à Série B de 2017.


Atualmente consegue sofre com problemas de bipolaridade, já que faz gols inacreditáveis e perde gols não menos inacreditávis. Pelo menos tá fazendo gols...


Cquote1.svg Questão 140: A figura seguinte mostra um famoso jogador de futebol. Esta figura é uma representação de uma superfície de revolução chamada de:
A) Pirâmide
B) Semisfera
C) Cilindro
D) Tronco de Cone
E) Cone
Cquote2.svg
ENEM 2011 sobre Deivid

Sou Cone.jpg

Barrichello Criyng.jpg Deivid é um(a) PERDEDOR(A)

E não adianta chorar, sempre vai se foder bonito.

Clique aqui para ver outros azarões.
Seiyaputo.jpg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Dá nojo só de pensar nele(a)

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.