Depilação

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Ai eu sou faço em clínicas renomadas... Cquote2.png
Patricinha sobre depilação.
Cquote1.png Depilação é que nem sexo anal: dói muito no começo, mas depois você nota os benefícios. Cquote2.png
Velho deitado sobre depilação.
Cquote1.png Acho que tenho que fazer a barba... Cquote2.png
Sua mulher sobre depilação.
Cquote1.png Eu gosto de depilar o meu ânus. Cquote2.png
Você Bichinha sobre depilação.
Cquote1.png Mãe... sem querer te ofender, mas o cabelo do seu sovaco está enrolando. Cquote2.png
Você sobre tua mãe não depilar as axilas.
Cquote1.png Ai que delícia! Vou comer ela todinha! Cquote2.png
Você sobre a xoxota de uma mulher.
Cquote1.png Peraí... onde é que enfia mesmo? Cquote2.png
Você perdido em um mar de pêlos.

Depilação é um método de remoção de pêlos corpóreos que usa algum tipo de instrumento até a superfície da pele. Muito usada por mulheres e seus parentes com cara de cavalo gays, a depilação é considerada uma coisa que aumenta a higiene e a atratividade sexual de uma pessoa, tornando-a mais comível do que ela realmente é. Novas técnicas dermatológicas transformaram a depilação em algo seguro e doloroso prazeroso.

História da depilação[editar]

Os primeiros seres humanos a se depilarem foram os alemães do século XV com uma técnica chamada "chucrutes". Explicando em míudos, o chucrutes era o ato de colocar várias folhas urticantes nos pêlos a serem depilados (menos nos pubianos, isso não existia na época) e esperá-los coçarem bastante, a coceira era tanta que o infeliz indivíduo começava a arrancar freneticamente os pêlos. O efeito colateral desse coça-coça eram várias feridas vermelhas na área dos pêlos, entretanto só não era pior porque os alemães comiam as folhas urticantes depois da dita "depilação".

Durante os séculos XVI ao XVIII os franceses substituíram a técnica depilatória dos nazistas alemães por uma novinha em folha: a depilação à la francesa. Foi nessa época que ambos os sexos começaram a se depilar mutuamente. A depilação francesa consistia em espirrar um pouco de perfume francês podre nos pêlos e eles caíam em dez segundos devido á toxicidade do produto. A técnica só não funcionava muito bem quando era para fazer a barba: o perfume de chorume causava sapinhos e câncer de boca nos viados franceses. No século seguinte as mulheres começariam a ter ideia de depilar debaixo dos braços e a perseguida.

Esquema que mostra a depilação íntima feminina.

Nos séculos XIX e XX os portugueses inovariam na arte de remover pêlos e criaram uma técnica mais avançada da depilação à la francesa: a depilação por bacalhau. Os portugas da época depois que perderam a propriedade do Brasil ficaram sem dinheiro para importar os perfumes podres franceses e assim depilar o seu povo, criando uma multidão de bigodudos e padeiros. O que eles fizeram? Um inteligente gajo pegou um bacalhau no mar e simplesmente o roçou em seu vasto bigode. O resultado? O bigode dele ficou salgado e caiu todinho, deixando o gajo completamente glabro (sem pêlos na face). As pessoas começaram a pegar bacalháis por toda parte e passando na cara, nas axilas, pernas, peito, costa e partes íntimas; diminuíndo em 35% o número de mulheres bigodudas portuguesas (algumas quiseram manter os bigodes).

A modernidade do século XXI trouxe diversas inovações para os métodos de depilação, entre elas a depilação com cera quente (que dói para caralho) e a química. Os brasileiros criaram a ideia de depilar rapando tudinho, o que os gringos chamam de Brazilian waxing, e ganharam o prêmio de Dermatologia Biquínistica do ano. Depois de criar um novo jeito de depilar a buceta as partes íntimas os brazucas criaram depilações estilísticas nos pêlos; fazendo desenhos e formas como bicicletas, áneis e as Torres Gêmeas.

Métodos de depilação[editar]

Atualmente existem cinco maneiras principais para depilação, diferenciando o material utilizado, a eficácia em eliminar os pêlos e a intensidade dos gritos de dor dados pelas vítimas pessoas que são depiladas. A Sociedade de Dermatologia do Brasil recomenda que antes de qualquer depilação você se certifique que realmente tem pêlos.

Com cera quente[editar]

Um pouco de mel cera para começar o ritual de depilação.

Um dos mais comuns e um dos mais dolorosos, o método da cera quente é aplicado da seguinte maneira: o profissional depilador pega certa quantidade de cera de ouvido industrial e aplica no local a ser depilado. O profissional então avisa a pessoa a ser depilada que ela vai sentir uma dor das brabas e que vai gemer gritar involutariamente. Passados cinco segundos com a cera quente comprimida em cima dos pêlos o profissional arranca a compressa rapidamente, arrancando todos os pêlos do(a) pobre diabo(a). Diversas clínicas especializadas oferecem esse serviço, embora os pêlos cresçam novamente e o infeliz do cliente tenha que passar por esse sufoco algumas vezes mais.

Um pobre indíviduo que passou pela cera e teve convulsões por causa disso.

Com o uso de laser[editar]

O efeito do laser pode fazer verdadeiros milagres.

Um pouco mais caro e sofisticado, o método a laser é mais eficaz e menos doloroso que o método a cera. O laser em toda sua fodacidade consegue eliminar partículas que sustentam os pêlos e eliminando-os um a um, como uma granada jogada em um bunker. Por outro lado não se pode abusar desse método para evitar problemas de saúde. Alguns homens perderam o saco por fazerem depilação a laser diversas vezes nas partes íntimas.

Com tesoura[editar]

Não é considerado exatamente depilação no sentido restrito da palavra, mas é um jeito de tirar pêlos do corpo, por isso entrar como depilação por tabela. Para realizar esse método basta pegar uma tesoura não cega, estar de frente a um espelho e repetir Abracadabra e Alacazan quarenta e quatro vezes mão na brasa! Nem sempre aparar ou cortar pêlos com tesoura dá certo, porque o jumento que pratica o método acaba cortando a própria pele enquanto os pêlos continuam lá firmes e fortes.

Com lâmina[editar]

Usado principalmente ao se barbear o método da lâmina requer uma caixa cheia de Gillette™ para que seja feito com frequência. O mesmo problema de se cortar existe com a lâmina, no entanto ás vezes acontece de maneira diferente, com o usuário cortando o próprio dedo com que manuseava a lâmina do que cortar a pele.

Com produtos químicos[editar]

Os urubus da indústria química aproveitou a vontade das pessoas se depilarem para lucrar com a coisa, desenvolvendo diversos produtos químicos prometendo a remoção eficaz de pêlos. Esses produtos existem em formas de de loções, roll-on, sprays, cremes entre outras cores, formas e Formóis.

Partes do corpo que são geralmente depiladas[editar]

Nem todas as partes do corpo são depiladas, somente aquelas onde pêlos se encontram em abundância. Velhos peludos ou parentes do Tony Ramos têm necessidades especiais no que tange à depilação, ás vezes tendo que depilar partes do corpo onde geralmente não nascem pêlos nas pessoas normais.

Peitos e costas[editar]

Ter pêlos nesses locais é considerado sinal de masculinidade para os homens que o possuem, porém é considerado só uma coisa bizarra para quem observa um bagulho desses. Alguns homens são anormais o suficientes para criar pêlos nos mamilos.

Barba[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Barba
Um dos locais mais dificéis de se depilar é a barba.

Pesquisas feitas em Tangamandápio revelam que 69% dos homens só depilam a barba porque o seu ambiente de trabalho pede homens glabros e porque criaram bicho em suas matas pessoais. Se barbear sem se cortar é uma das coisas mais complicadas para os homens, na frente até mesmo de dar nó em gravata, por isso que o Papai Noel nunca se barbeia.

Axilas[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Sovaco
Ás vezes não se depilar preserva a sensualidade feminina.

O método da tesoura é o mais utilizado na depilação da axila. Ambos os sexos se preocupam em manter os pêlos debaixo do braço bem baixos, senão tais pessoas podem sofrer pesadas consequências. Ver um sovaco peludo é igual ver alguém com óculos fundo de garrafa: é uma cena horrível de se ver.

Pernas[editar]

Pernas peludas podem atingir mulheres também.

Embora ter pernas peludas nunca foi um problema para homem nenhum isso sempre foi um martírio para as mulheres. Além de serem confundidas com sapatões elas ainda eram zoadas por outras mulheres e rejeitadas por homens com algum bom-senso. Algumas por falta de dinheiro, ou simplesmente por preguiça, não depilam as pernas, por outro lado descolorem os pêlos tornando-os brancos. Essa prática é mais difundida em favelas e outros fins de mundos.

Pêlos púbicos[editar]

Os pêlos púbicos embora sejam parte particular de uma pessoa (ao menos que esteja na Internet) a depilação desse local para que esses pêlos não apareçam onde se veste roupa de banho, tais como piscinas, praias e parques aquáticos. A depilação das partes íntimas também são muito bem-vindas para os parceiros sexuais de pessoas que cultivam florestas entre as coxas.

Por que se depilar?[editar]

Aqui estão dez motivos para alguém fazer depilação regularmente.

  • - É higiênico
  • - Aumenta a atratividade sexual
  • - Seu dermatologista recomenda
  • - Evita CC
  • - Evita a criação de teias de aranha nas partes íntimas
  • - É uma norma social
  • - Ninguém vai te zoar de "Tony Ramos"
  • - Igual zoam o teu pai
  • - Evita chato nos cabelos do saco
  • - Você não terá mais coceiras por causa de pêlos

Epilação[editar]

Epilação é um estilo mais profundo de depilação onde o pêlo é removido de debaixo da superfície da pele, da raiz, retardando o crescimento em alguns dias. Quem fez esse procedimento diz que arde mais do que álcoól na ferida. Métodos de epilação são 500% mais caros dos que o de depilação.

Ver também[editar]