Desentrevistas:Conde Drácula

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Desentrevistas.gif

Este artigo é parte do Desentrevistas, a sua coleção de fofocas informações sobre as pessoas famosas.

Conde Drácula durante a desentrevista. "Nota: as mulheres na foto foram apenas montagem tosca feita no Paint"

Boa noite amigos da Desciclopédia. Hoje nós iremos entrevistar um dos personagens mais famosos na série de terror, o mito, o gótico, o lendário Conde Drácula. Para podemos entervista-lo, nós então fomos a um castelo gigantesco e enorme que ficava em Castlevania. Subindo os degraus daquele castelo, averiguamos como aquele castelo era tão belo e bem cuidado, cheios de artes, embora algumas sejam de pessoas decaptadas ou com suas tripas expostas. Onde na parte superior do castelo, nós então encontramos o Drácula bebendo um delicioso vinho, onde daí começamos a entrevista-lo:

Com licença senhor... não importariamos de conceder uma desentrevistas para nós, da Desciclopédia?[editar]

Humm... Claro que sim. Podem me entrevistar a vontade.

Nossa, como um ser que é conhecidos pelo seus atos de terror até que tem uma bela educação.[editar]

É que os meus pais, o Hades e a Era me deram rigorosas lições de cavalherismos.

Isso explicaria os seus estilos góticos, he-he. Bem, iniciando, em que ano você nasceu?[editar]

Bom, eu não me lembro na verdade, já que eu morro tantas vezes quanto eu ressucito, apesar de que Hades, era no tempo da era creássita, sendo que eu nasci primeiramente à meio milenio depois disso.

(Nossa como ele é velho pra caralho porra...) Incrivel. Aliaz, algumas pessoas personalizam que você é um vampiro fresquinho. Seria verdade isso bicha?[editar]

Eu um vampiro mau??? BOBAGEM!!! Esses humanos inferiores só falam por que não como ops mordo eles eu sou um vampiro para que me colocaram em filmes idiotas wooliowwlianos cheios de frescura como um sugador de sangue,com maquiagem apesar de que sangue é quase tão bom quanto um bom vinho francês.ou uma mulher na minha frente quase desnuda haha.haa

Interessante isso. Então, se não é um vampiro, que troço seriam você então?[editar]

EU UM TROÇO??? Mais respeito meu caro ou te colocarei nas catacumbas interiores em meus castelos pra que sejas torturado dolorosamente até a tua morte!!!

Me desculpe senhor lord Drácula (o repórte está tremendo de medo com essas palavras...)[editar]

Bom, eu posso me transformar-me em uma besta, como um morcego gigantesco, um lobo, um leão, uma serpente... eu invoco os poderes do fogo e do gelo, sendo assim, sou um autentico semi-deus!!!

Não seria um Deus?[editar]

Se eu fosse um Deus autentico, não acharias que eu morreria tantas vezes???

E quem seria o sortudo maldito que te mata?[editar]

É um grupo maldito chamados de Belmont, que em cada geração eles veem e me matam só porque eles não gostam da minha maneira de viver, com os seres humanos.

De que maneira você vive com eles?[editar]

Bem, eu mato e me alimento da carne dos homens junto com um pouco de cáviar e uso as mulheres para os meus prazeres pessoais.

(Esse cara é um capeta mesmo...) Gostei do seu estilo. E por falar em Belmont, você já ouviu falar de um tal de Richter Belmont?[editar]

Esse tal de Richter? Sim, eu me lembro muito bem dessa escórdia maldita! Quando eu quase iria iniciar o meu chaos sobre alguns vilarejos, veio esssa desgraça em meu castelo e quando eu tava desfrutando num belo vinho como estou agora, ele me veio corvadosamente com aquele maldito chicote, me matando pela 24532145424259 vez!

Nossa. É mais um que te matou, he-he.[editar]

Como é que é? "Drácula se levanta com sede de matança em seus olhos"

Calma! Foi só uma brincadeirinha... olha o seu cavalherismo senhor Drácula.[editar]

Espero que não faça mais brincadeirinhas desse tipo!

Sim eu lhe prometo. Só que um tipo de dúvida que tenho. Como é que você renasce se ninguém gosta do seu estilo épico de dominio?[editar]

Bom, graças ao meu padrinho, o Shaft que é um espirito maldito que nunca morre, juntando-se as forças com a própria Morte, me ajudam a reviver-me no meu sono eterno para uma sempre gloriosa vingança. Esse tal de Richter, o Shaft tentou controlar a sua mente para que quando eu puder ser revivido possa eu pessoalmente destroçar o seu corpo em mil pedaços, o que eu faria com sucesso, se não fosse... como ele pode ter me traído!

Ele quem?[editar]

O meu filho Adrian Fahrenheights Tepes, que se auto-renomeou-se como Alucard, havia ficado no lado desses malditos seres humanos, libertou Richter do seu encanto, matou os meus servos que protegiam esse castelo e por fim, me matou e ainda me fez chorar ao lembrar da minha amada, Lisa.

Lisa? Ela era uma das humanas que você se relacionava forçadamente?[editar]

Não, ela era muito diferente, não odiava o meu estilo gótico e ainda por cima também apreciava uma boa carne humana. Mas ela havia iludido o meu filho para que fique no lado dos seres humanos, onde eu não queria ser traido dessa maneira, onde para puni-la, eu mandei um dos meus servos disfarçado de ser humano a leva-la aqueles grupos que a condenaram na fogueira por ela ter se recusado a dizer aonde eu morava.

O QUE?? Seu filho da puta despresivo!!! Posso até tolerar que você sejas um demonio cavalherismo que ama fazer sofrer e matar seres humanos, mas dando a sua única mulher que o amou na vida para que seja morto na fogueira o mostra o tão emo e corvade que você é![editar]

O QUE???? Você se considera-se um homem a me dizer essas palavras pregatórias sobre mim! "CRAKC" (ele lançou a taça de vinho já bebida no chão a quebrando) Prepare-ce então para sentir a ira do Drácula!!!

AI QUE MERDA QUE EU F... HÁAAAAAAAAAAAAAAAAA... (Drácula dilacera o corpo do desreporter)[editar]

Bom, assim terminamos a desentrevista com esse Conde Drácula, um dos que mais teve paciencia para nos aturarmos em uma desentrevista emocionante.