Desnotícias:Vasco começa a temporada 2018 sem vice-presidente

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

RIO GANGES DE JANEIRO, Brasil

Apesar de apresentar sinais de senilidade, demonstrados quando diz que o clube tem comida e salários, Eurico ainda continua bem sorrateiro.

Finalmente, depois de 3046 anos, Eumico Miranda largou o osso e não é mais vice-presidente do Clube de Regatas Vice-da-Grama. Antes de sair, o velho saiu e tacou fogo naquele circo, deixando salários e inúmeras contas de água pra pagar, ao mesmo tempo que preparava sua viagem à sibéria para assistir os jogos da Copa do Mundo e de seu clube.

O mandatário e flamenguista erustido ainda comprou fiado as passagens para que os comandados viajem no bagageiro para fazer a primeira partida da pré-Libertadores. Só que o prazo pra pagar que vencia hoje, não foi pago. O eterno vice-presidente justificou com o fato de que brasileiro paga tudo na última hora e com ele não seria diferente. Logo, o último dia caiu justamente no fim de seu mandato, aí coube o velho ditado: devo e não nego, pago nem quando puder. Em entrevista coletiva, o presidente disse:

Cquote1.png A- ... er... *respiraçao ofegante* ... (20min depois) ... a... eu, eu não, eu não vou... er... gulp! *respiração ofegante* a...[...]
Eumico em coletiva bastante esclarecedora


Mesmo sendo dono daquele clubeco, Eurico disse que não vai mais meter o bedelho nos assuntos do clube enquanto tiver que dividir o bolo com os outros, demonstrando que além de andar meio lelé, o velho ainda é egoísta.

Cquote1.png ... arg... a... eu, eu nuaçúmo responsabilidade tripa Tite. Cquote2.png
Eu ri, co Miranda, dono do Basco

No fim da entrevista, Eurico passou o bastão para A Magistrada, que ninguém sabe quem é. Seja lá quem for, A Magistrada terá que arrumar o time rápido, pois quinta-feira já tem carioquinha da FERJ, entidade que também faz parte do patrimônio de Eurico Miranda.


Fontes[editar]