Detonador

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
BumInutilsmo.gif
Superhomiii.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.

Death--.jpg Detonador já morreu!

Cortaram o fio de prata pra vender no camelô!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Detonador tentando fazer fogo com os punhos.

Cquote1.png Você quis dizer: Esmaga-Átomo Cquote2.png
Google sobre Detonador

Cquote1.png Atrás de você!! Cquote2.png
Eléktron sobre Detonador não se tocar do zumbi atrás dele prestes a matá-lo.


Detonador é mais um herói fictício adolescente e nerd do incrível mundo da falida DC Comics

Curiosidades[editar]

Detonador, com seu traje original de boiolinha.

Em um artigo publicado na Zero Hora diz que Detonador soltou uma faisca que reiniciou o universo, ou seja publicou uma mentira fantasiosa conseguiu ser mais incompreensível que a DC Comics inteira junta, e olha que isso é difícil.

História[editar]

Não Porra!!! Não é esse Detonador!!!!

Detonador, mais conhecido como Grant Emerson ou vice versa ganhou seus poderes não se sabe como, fontes dizem que se acordou em um belo dia e era um meta-humano com poderes explosivos não muito inacreditáveis mas ao que parece mesmo, foi algum experimento falho do exército que queria criar soldados com poderes de explodir para concorre com os homens-bomba islâmicos.

Ao ver que agora tinha poderes, Grant começou a querer bancar o idiota, explodindo tudo o que via pela frente, mas logo teve que parar quando toda a sua cidade foi destruída.

Então, ele tentou emprego em uma dessas equipezinhas de super-heróis que atuavam por aí. Primeiro tentou entrar para os Novos Titãs, mas foi expulso por incompetência. Depois tentou entrar para os Combatentes da Liberdade, onde criou uma estranha amizade com o Bomba Humana, amizade que gerou certas suspeitas.

Mas o cara era tão pé-frio, mas tão pé-frio, que foi só entrar para a equipe que ela oi massacrada durante a Crise Infinita, com todos os membros massacrados a exceção dele e do Ray, que o abandonou por ser um inútil.

Além disso, o massacre teve outro preço: deixou o rosto de Grant totalmente deformado (mais do que já era de nascença), com a boca em cima da testa e os olhos nos ouvidos e etc...

Horrorizado com a própria feiura, Detonador passou a usar uma máscara, plagiada da usada pelo Esmaga-Átomo e pelo Átomo original. Os membros da Sociedade da Justiça ficaram com pena do pobre idiota e então resolveram adota-lo.

Sociedade da Justiça[editar]

Estando a partir de então em um novo grupo, Detonador finalmente pôde se acetar, afinal, a equipe já havia aceitado um retardado do futuro e uma putinha com poderes de vento recentemente, não haveria problemas em aceita-lo também.

Ainda assim, o herói continuou dando provas de sua incompetência. Nunca fazia nada na equipe além de reclamar e ficar falando asneiras e nunca conseguiu nem chegar nem perto de nenhuma das gostosas da equipe. Numa das sagas bizarras pelas quais o grupo passa todo mês, o rosto do Detonador chegou até a ser consertado mas ele começou a ficar meio boiola com aquela cara nova e decidiram deformá-lo outra vez.

O momento mais feliz da história dos quadrinhos.

Morte[editar]

Depois de um tempo enchendo o saco do pessoal da SJA, surgiu um mega-evento (mais um) chamado A Noite Mais Densa, aonde todo o universo foi atacado pelos famigerados Lanternas Negros zumbis e seu líder Nekron. No meio de toda a zona que tomou a Terra, o Detonador teve que enfrentar o zumbi de seu próprio pai, um anão fracote dos anos 40 conhecido como Átomo. É claro que sendo um anão inútil, mesmo como zumbi não daria trabalho encará-lo, mas sendo o Detonador, é óbvio que ele precisou de ajuda, nesse caso do Eléktron.

Mas vencer aquele anão não era o suficiente, e enquanto Detonador dava pulinhos de alegria por terem vencido a luta, não percebeu outro zumbi (que era a ex-mulher psicopata do Eléktron, Jean Loring) chegando por trás. Assim, Jean varou o peito de Grant com uma mão e arrancou o seu coração, dando fim a esse pária herói.

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.