Dono da Desciclopédia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Tomadinha do poder.jpg Dono da Desciclopédia tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força
Possível foto do Dono da Desciclopédia

Cquote1.png Você quis dizer: Jonathan Huang Cquote2.png
Google sobre Dono da Desciclopédia
Cquote1.png E eu achava que a Desciclopédia era como cu de bêbado Cquote2.png
Usuário experiente sobre Dono da Desciclopédia
Cquote1.png Chuck Norris é o Dono da Desciclopédia! Cquote2.png
n00b sobre Dono da Desciclopédia
Cquote1.png AinNn VcxXx DAH diScIclOpEdiAh sauM 1 banU di pAu NU Ku VOW falAh KUM u dOnU pRAh Ele BANI vcxXx Cquote2.png
Emo sobre Dono da Desciclopédia

O Dono da Desciclopédia (se escreve em maiúscula pois é nome próprio) é um cara muito fodão que é um trollador de emos. Por esta razão, ele é muito odiado por pessoas sensíveis que não aguentam nem xingamentos fracos como filho da puta, ou poderosos como bobo, chato, feio e cara de mamão.

História[editar]

O Dono da Desciclopédia na verdade é o filho caçula do dono da Wikipédia. O Dono da Desciclopédia era um molequinho criado a leite com pêra que viu que o pai estava trabalhando num projeto que era secreto, e que ia ser aberto para o público. O nome desse projeto era Wikipédia.

Então, o Dono da Desciclopédia perguntou a seu pai se ele poderia também criar artigos interessantes neste projeto, mas seu pai negou. O Dono da Desciclopédia ficou revoltado e resolveu criar mesmo assim, então ele foi banido e estuprado pelo próprio pai, e expulso de casa.

Sem ter para onde ir, o Dono da Desciclopédia foi para uma galáxia muito, mas muito distante, onde ele fez novos amigos como a Dercy Gonçalves, o Capitão Nascimento e outros personagens que são recorrentemente citados nos nossos artigos. Juntos, eles resolveram fundar um projeto novo, semelhante à essa tal Wikipédia, mas que só tivesse conteúdo realmente engraçado. O tal projeto foi nomeado com o sobrenome do Dono da Desciclopédia. Assim surgiu a Desciclopédia. O logotipo foi escolhido numa aposta de truco, que a Dercy Gonçalves venceu e a batata que ia ser pro jantar dela ficou como logotipo. O perdedor, Tiozinho do Truco, viu-se obrigado a perder a virgindade do seu buraquinho.

Inimigos[editar]

Desde que foi fundada, a Desciclopédia começou a travar várias guerras. Uma delas, a maior de todas e a que mais perdura (sendo que ainda não acabou) é a guerra contra os emos. Não é à toa que todo dia a Desciclopédia sofre ataques de soldados do lado rosa da força, mas não há preocupação porque aqueles que conseguem penetrar nas barreiras da Desciclopédia acabam sendo mortos pelos moderadores malvados!

Atualmente o Dono da Desciclopédia está no Acre comendo umas desmusas gatinhas

Atualmente[editar]

Atualmente o Dono da Desciclopédia está aposentado, ele vive numa casinha humilde que fica no Acre e deixou os moderadores malvados tomando conta da Desciclopédia lá nos confins mais distantes do universo, enquanto ele aproveita a vagabundagem boa vida desfrutando de toda a grana que ele ganhou, vendendo mafagafos de estimação para as pessoas.

Mas afinal, quem é o Dono da Desciclopédia?[editar]

Ninguém nunca viu a identidade do Dono. Por isso não se sabe a aparência dele; Estudos comprovam que Doutor Roberto é a verdadeira identidade do dono, mas é preciso mais investigação por parte dos cientistas mais respeitados. Você pode ter certeza de que Chuck Norris não é o dono, pois se não ele não seria tão odiado pelos descíclopes!

Só o que se sabe é que o Dono da Desciclopédia toda hora é citado por emos, que ameaçam os moderadores malvados, dizendo que vão contatar o Dono da Desciclopédia para baní-los. Mas existem 2 fatos que eles desconsideram:

  1. Como dito acima o Dono da Desciclopédia está curtindo a vida no Acre;
  2. O Dono da Desciclopédia não iria se voltar contra o próprio projeto que ele fundou com sua carne e seu sangue.

Sejam os fatos verdadeiros ou falsos, é importante que se saiba que todos os que já se proclamaram donos da Desciclopédia acabaram sendo mandados pra guilhotina, pois o Desciclopeteísmo considera uma heresia, acreditar na profecia de que o Dono da Desciclopédia irá reencarnar algum dia. Quem já leu a Bíblia Desciclopediana viu como o próprio Dono da Desciclopédia disse que muitos falsos donos da Desciclopédia iriam aparecer:

Cquote1.png Porque hão de surgir falsos donos da Desciclopédia, e farão sinais e prodígios para enganar, se possível, até os escolhidos. Cquote2.png
Marcos 13:22

Cquote1.png Guardai-vos dos falsos donos da Desciclopédia, que vêm a vós disfarçados em excelentes contribuidores, mas interiormente são vândalos. Cquote2.png
Mateus 7:15

Os supostos donos da Desciclopédia[editar]

  • Usien Bolt (2005-2007): Um dos fundadores do site, do nada começou a acreditar que era o dono, já que ao contrário do dono do servidor da Desciclopédia, ele era ligeiro e sabia falar em português sem Babelfish. Em sua paranoia, ele acabou falhando, pois com medinho de descobrirem que ele fazia merda, ele tentou se passar por outro usuário e se deu mal, apesar de só ser descoberto anos depois. Ele acabou por deixar de ser "dono" do site só porque cansou mesmo.
  • Helmut Kohl (2007-2010): Após sair da presidência da Alemanha, o mesmo tentou tratar seus problemas de pressão no sangue, transformando o site em sua Quinta Coluna e lutando contra todas as panelas de pressão do universo; mas depois de uns anos, e por sua incapacidade de desculpar-se, foi convidado "gentilmente" a se retirar sem nenhuma chance de retorno. Tentou retomar a vida tentando ser dono de uma versão em javanês do site, mas como ele não era o "Homem que Falava Javanês", acabou indo ter que trabalhar forçadamente na USP como paga-lanches. Visto pela última vez editando como IP, tentando apagar alguns de seus rastros e deixando mensagens para usuários que sumiram da existência.
  • Joãozinho Gritador (2010-2012): Mesmo sem nunca ter tido uma posição de destaque válida no site, o mesmo começou a dizer nas redes sociais que mandava em tudo, aparentemente inclusive ganhando 0,01 centavos de dólar do Zimbábue a cada novo artigo da DP ou postagem em qualquer canto, até no Omegle. Foi expulso, tomou duas de cinquenta, ameaçou se matar duas vezes e tentou voltar fingindo ser o Glenn Danzig. Não bastasse tudo isso, foi convertido para o outro lado. Veio com um papo de "vocês me elegeram" para cima dos mais novos, mas falhou miseravelmente (pra variar). Assim como os anteriores, está desaparecido.
  • Cigarro Taubateano do Pink Floyd (2013-2015): Depois de anos achando ser famoso num site como esse, ele simplesmente parou de escrever por aqui e foi ganhar a vida em redes sociais. Tentou usar a mesma estratégia do anterior, usando chats e grupinhos toscos do Facebook pra se engrandecer: chegou a se isolar e se considerar o único escritor bom da Desciclopédia em redes sociais. Atualmente, vive tomando mais de oito mil bans do Tio Mark justamente por causa dos huezinhos dos grupos (que ainda se dizem descíclopes) não saberem a diferença entre ser engraçado e apenas fazer bosta dizendo ser humor negro.
  • *Dono Assassino (2017): Um bizarro indivíduo que se revelou dono do site e por algum motivo decidiu tentar matar todos os sysops e ressuscitar os vândalos do site. Pena - pra ele - que ele era só um cara com esquizofrenia. Durou apenas 17 segundos na Desciclopédia.

Ver também[editar]

MainardiInv.JPG Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.