Em Família

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Rede-GROBO.png PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.
Em Família
[[Arquivo:|150px]]
Logotipo da Abertura
Origem Bandeira do Brasil Brasil
Emissora Manoel Carlos
Autor Nelson Rubens
Tema Chifres, briga entre mãe e filha
PROTAGONISTAS
Artistas
  • Julia Lemmertz
  • Bruna Marquezine
  • Gabriel Braga Nunes
  • Humberto Martins
  • Viviane Pasmanter
  • Louise D'Tuani
  • Helena Ranaldi
  • Bruno Gissoni
  • Bianca Rinaldi
  • Vanessa Gerbelli
  • Marcelo Melo Jr.
  • Reynaldo Gianecchini
  • Especiais
  • Manu Gavassi
  • Poliana Aleixo
  • Outros Ninguém
    PERSONAGENS
    Vilões
  • Laerte Gabriel Braga Nunes
  • Tenório
  • Bonzinhos
  • HelenaJulia Lemmertz
  • Virgílio Humberto Martins
  • Mais Idiota
  • Luiza Bruna Marquezine
  • Mais Esperto Laerte também
    NOVELA
    Maior Drama Laerte quer se vingar por nada
    Mistério(s) Quem assiste esse lixo?
    Moral A moral acabou na 1° fase
    Influência Viver a Vida
    Inspiração A dra. Sílvia se inspira na Dra. Joana de uma novela da Record



    Cquote1.svg Você quis dizer: Laços de Família Cquote2.svg
    Google sobre Em Família
    Cquote1.svg Você quis dizer: Em Pedofilia Cquote2.svg
    Google sobre Em Família
    Cquote1.svg Por que será que a Helena desta novela é chata, mal-humorada e não consegue levar o marido pra cama? Cquote2.svg
    Eu fazendo uma postagem observadora
    Cquote1.svg Novela Ruim! Péssima! Horrível! Cquote2.svg
    Críticos sobre Em Família
    Cquote1.svg Não, Viver a Vida foi um pouquinho pior Cquote2.svg
    Eu sobre comentário acima
    Cquote1.svg Minha última novela, desgraçados!! Se é ruim ou não, é, e daí? Cquote2.svg
    Manoel Carlos sobre frase acima
    Cquote1.svg Podia já ter deixado de fazer novelas. Cquote2.svg
    Telespectador consciente da novela
    Cquote1.svg Prefiro ver minha vó de calcinha! Cquote2.svg
    Zeca Camargo sobre Em Família
    Cquote1.svg O tipo de novela que faz palhaço ter depressão. Cquote2.svg
    Qualquer um sobre Em Família
    Cquote1.svg Esta novela contém os mesmos atores e cenários das outras novelas do Manoel Carlos. A novela vem tendo uma audiência de merda e não deve ser assistida por ninguém Cquote2.svg
    Narrador de South Park alertando sobre quem queira ver a bagaça
    Cquote1.svg A novela mais fodida da história das 21:15 Cquote2.svg
    Capitão Óbvio sobre a audiência de merda de Em Família
    Cquote1.svg Não mais: Babilônia é a pior novela de todos os tempos da Globo; campeã absoluta de baixa audiência Cquote2.svg
    Qualquer um sobre comentário acima

    A Mobília Em Família é uma novela da Globo que começou em 3 de fevereiro de 2014 e com a ajuda do IBOPE e da sua própria chatice acabou em 18 de julho, sendo substituída por Império, que logo no começo está se mostrando melhor que sua antecessora (VIVA!). Escrita por Manoel Carlos, com a ajuda de Eliana, Celso Portiolli e Geraldo Luís.

    Sinopse[editar]

    Helena é filha de Chica, uma dondoca metida a besta que só, cuida da vida dos outros mulher simples, que mal esperou seu marido morrer pra ir atrás de Ricardo, um piloto que era casado com a cascavel Branca, uma cobra que entra em todos os buracos do país. Helena, sempre mimada desde pequena, é casada com Virgílio, e apaixonada pelo arroxador músico Laerte, que feriu este último com o cabo da vassoura da Bruxa do 71 esporas de cavalos, após se zangar por ele não querer comê-lo. Helena é irmã de Clara, uma sapatona que larga o marido em busca de uma nova xoxota relação, e Felipe, um bebum desgraçado que bebe até tomando no cu alcoólatra que sofre com o amor platônico pela médica Sílvia, que queria uma piroca maior do que a dele. Junto a eles, se juntam Selma, a mulher que chama o urubu de meu loUro tem problemas mentais e entra na casa de todo mundo pra criticar até por que você come arroz todo dia, e Juliana, irmã de Selma e Chica, que não conseguiu engravidar com um bosta de um marido advogadozinho banana relacionamento anterior e teve de pegar a filha da empregada pra criar, além de matá-la e roubar o marido desta, engravidando do próprio (eita!). E, ainda, Neidinha, a ingênua irmã de Virgílio, que foi estuprada por Faustão em uma van e teve uma filha com esse estupro, a justiceira Alice, que vai até no inferno pra achar o pai. Ela é amiga da ninfeta Luiza, que vai atrás de Laerte pra poder trepar e competir com a mãe, deixando seu ex, André, chupando o dedo. Mesmo assim, ela tem que competir com a perua Shirley, que fala mal até dela mesma e está sempre com um cínico sorrisinho na cara, fruto de um bom boquete feito no passado, e com Verônica, uma sem sal que só serve pra encher linguiça na novela pianista casada com ele. Mas no decorrer da novela, ela vai atrás do marido de Clara, que tem um problema no coração, do susto que levou ao saber que a mulher queria uma pepeca. E todos eles formam uma grande linha de uma máfia brasileira que se autointitula 'Em Família'.

    Trilha sonora[editar]

    • Como a novela foi encurtada por conta da audiéncia que estava uma merda,, toda a sua trilha sonora foi lançada em tempo recorde: a nacional em maio, 3 semanas após a estreia, a internacional mais 3 semanas e ainda houve um terceiro CD (sim, caro descíclope, a vida é irônica mesmo) chamado "Bossa", 1 mês depois e também 1 mês antes da estreia de Império. Bem, vamos a elas:
    • Nacional: Com Bruna Marquezine (quando infelizmente já dava para o Neymerda de Cavalo) como Helena na primeira fase, e 18 faixas, traz o melhor da MPB, tanto da época quanto de vidas passadas. Estão lá Ana Carolina cantando Jobim na abertura, Roberto Carlos, Simone e muito mais;
    • Internacional: Com Helena Ranaldi como Verônica e Gabriel Braga Nunes como Laerte, e 15 canções, com Beyoncé, Ellie Goulding, Lana Del Rey e James Blunt, entre outros intépretes.
    • Bossa: Com Júlia Lemmertz como Helena já na fase atual, com Gilberto Gil, Nara Leão e outros. Tem 10 faixas apenas.

    Nacional[editar]

    1. Eu Sei Que Vou te Amar - Ana Carolina (abertura)
    2. Cartas de Amor (Love Letters) - Roberto Carlos
    3. Morada - Sandy
    4. Só Vejo Você - Tânia Mara
    5. Complicamos Demais - Alinne Rosa
    6. Recomeço - Antônio Villeroy
    7. Canto do Lobo - Gilson Peranzetta - part. Edu Lobo
    8. Um de Nós - Marcelo Jeneci
    9. E Isso Acontece - Ivan Lins
    10. Eu Não Sei Seu Nome Inteiro - João Bosco e João Donato
    11. Você Por Perto - Liah Soares
    12. Encontrei - Marina Elali
    13. Descaminhos - Simone
    14. Bungee Jump - Rafael Almeida
    15. Pra Você - Onze:20
    16. Reggae do Horto - Zignal
    17. Pra Você Dar o Nome - Tó Brandileone
    18. Quem é Ela - Marco & Mário

    Internacional[editar]

    1. Pretty Hurts - Beyoncé
    2. Let me Go - Cymcolé feat. Mister Jam (mas quem canta é a Cymcolé)
    3. How Long Will I Love You - Ellie Goulding
    4. Born to Die - Lana Del Rey (até que enfim essa música foi contemplada como tema de uma novela!)
    5. Se Non Te - Laura Pausini
    6. Face the Sun - James Blunt
    7. L'Amour - Ana Cañas
    8. La Ville Engloutie (Futuros Amantes) - Valeria Sattamini
    9. Lady Marmalade - Mary Nelson (aquela do "Gitchi Gitchi Ya Ya Da Da...")
    10. Fuiste Tu - Ricardo Arjona feat. Gaby Moreno
    11. One of a Kind - Kevin White
    12. The Dance - Cadu Valle
    13. The Way you Look Tonight - Dan Torres
    14. Change Your Mind - Bill Cinque (essa música é foda!)
    15. Are You Ever Coming Home? - Eric Berdon (quando o André come a Bárbara. Outra música foda!)

    Bossa[editar]

    1. Você e Eu – Gilberto Gil
    2. O Barquinho – Maysa
    3. Meditação – Nara Leão (tema da novela Mulheres Apaixonadas)
    4. Coisa Mais Linda – Caetano Veloso
    5. Samba do Avião – Os Cariocas
    6. Summer Samba (Samba de Verão) – Marcos Valle e Stacey Kent
    7. Chega de Saudade – Zeca Pagodinho
    8. Quiet Nights of Quiet Stars (Corcovado) – Sylvia Telles
    9. Desafinado – Gal Costa
    10. Wave (Vou Te Contar) – Tom Jobim (abertura de Páginas da Vida)

    Abertura[editar]

    Eu sei que vou te amar
    Por toda a minha vida eu vou te amar
    Em cada despedida eu vou te amar
    Desesperadamente, eu sei que vou te amar

    E cada verso meu
    Será pra te dizer
    Que eu sei que vou te amar
    Por toda minha vida

    Eu sei que vou chorar
    A cada ausência tua eu vou chorar
    Mas cada volta tua há de apagar
    O que esta ausência tua me causou

    Eu sei que vou sofrer
    A eterna desventura de viver
    A espera de viver ao lado teu
    Por toda a minha vida…

    Curiosidades[editar]

    • Júlia Lemmertz foi eleita a protagonista mais chata em 500 anos, sucedendo Maria Leopoldina, casada com Dom Pedro I, que atuou na peça "Os chifres da minha casa".
    • Louro José fez algumas participações na trama, substituindo Miss Lauren na Casa de Repouso, sendo a pior substituta de uma vilã na história.
    • A novela é tão ruim que perde até mesmo para o Fantástico, tendo sido constatado que tem em média 00000000000000000000,3 pontos de audiência por semana.
    • Uma das poucas novelas em que se pode passar roupa, fazer comida, lavar a casa, dar uma festa, ir na casa da vizinha e ainda saber o que está acontecendo na história.
    • Como Verônica foi considerada a pior personagem de uma novela manequense, ela foi ao banheiro do Projac e enfiou um espinho de limão no nariz, em sinônimo da paz mundial, o que pode ser visto quando a mesma aparece nas cenas da novela.
    • Na contracapa da trilha sonora, vemos Laerte tocando sua flauta, mas o que ele está fazendo na verdade é um encantamento de serpentes: ele está tocando para a cobra da Shirley, a Serafina, sair do cesto. Mas como a imagem era muito longa, cortaram, deixando apenas a parte que mostra o Laerte encantando a Serafina.
    • Bianca Rinaldi vazou da Record (onde era protagonista) para fazer uma ponta nessa novela (onde passa despercebida).