Encouraçado Bismarck

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Naviobase.jpg Este artigo é da Marinha!

Não vandalize, senão o Bom Crioulo vai lhe traçar!

Clique aqui para saber de outros bravos marinheiros que só se fodem!

Um encouraçado antes da batalha.
Um encouraçado depois da batalha todo destruído.

Encouraçado Bismarck é um navio da marinha usado antigamente e agora largado pela marinha americana/europeia/asiática.

O encouraçado é conhecido por ser uma grande tartaruga marinha blindada e cheia de armas. Mas, como cada vez mais todos os veículo militares que ficam na água sempre acabam destruídos e em desvantagem (um exemplo foi o pearl harbor).

História[editar]

Com as evoluções da época, os países queriam ter seus próprios "brinquedinhos" pessoais (eu não me refiro a brinquedos sexuais). Esses brinquedinhos eram muito valorizados pois não existia bomba atômica na época.

Todos os países queriam um encouraçado para eles: tudo pelo simples fato de ser grande e ser um grande apelão da vida real.

Então, a Alemanha o usou a primeira vez na primeira guerra mundial, assim derrubando uns 50 aviõezinhos dos EUA e uns 500 barcos dos outros países. Mesmo com uma frota inteira de encouraçados, ela deu um jeito de perder.

Quando começou a segunda guerra, os encouraçados já não prestavam mais, por isso os deram para os japoneses enquanto os nazistas invadiam por terra. Além disso, até o final da segunda guerra 1000% dos encouraçados foram completamente destruídos.

Recuperação[editar]

A recuperação do último modelo de encouraçado aconteceu durante o início do século XXI. Após descobrirem que na verdade, o Titanic foi afundado pelos comunas da alemanha oriental, foi descoberto também que o encouraçado que bateu com tudo em um iceberg acabou afundando junto com o navio.

Então mais tarde, o encouraçado foi achado por mergulhadores que achavam que haviam achado atlântida, mas era só um barco idiota.

Atualmente ainda estão recuperando o modelo. Segundo os cálculos feitos pelo exército americano, faltam 50 anos para terminar a restauração do barco... Ops... Engano meu! São 500 anos!

Cquote1.png 500? Vai ser uma longa recuperação... Cquote2.png
Alguém da equipe de restauração do barco desanimado

Armas[editar]

Um encouraçado e sua durabilidade: Dizem que era a prova de fogo também.

As armas que estavam nos barcos encouraçados bismarck são todas datadas do ano de 1900, ou seja são muito ruins e estão enguiçadas por causa da água.

Foi feita uma listagem de armas achadas naquele Encouraçado Bismarck.

  • Lança-foguetes do Paraguai
  • escopeta de chucrute
  • estilingue de rollmops
  • Lança-foguetes de confeti
  • Sub-sub-sub-sub-metralhadora
  • SIGPRO para suicídios
  • Extintores de incêndio
  • Uma lista telefônica (não se sabe o motivo disso estar no barco)
  • Alguns CDs do Restart... Isso mesmo, os navios nazistas tinham as armas mais mortíferas do universo após terem negociado uma tonelada de cevado com ETs que trouxeram o CD para eles)
  • Uma bandeira branca, pois o navio sempre acabava de uma maneira ou outra se entregando
  • Armas normais e inúteis que não caberiam nessa lista

Durabilidade[editar]

Feito parcialmente de casco de tartarugas, o Encouraçado Bismarck é também o navio mais ecologicamente incorreto já feito: além de matar vários animais e arrancar corais para aumentar a durabilidade, ele usa até mesmo ossos de pessoas e cadáver inimigos para poder aumentar a durabilidade do casco.

Quando foram por em prova a durabilidade, fazendo com que o barco fosse com toda a velocidade contra uma muralha da China, o barco se partiu ao meio, mas a muralha foi empurrada para onde ela está atualmente.

E Vai Pro Fundo do Mar[editar]

Após foder com a marinha aliada o Bismarck encontrou um inimigo à altura que após horas jogando batalha naval de combate árduo o pôs a pique mas pasmem não antes dos nazistas pedirem pinico o que devido à sua reputação foi ignorado e que não os impediu de posteriormente serem acusados de "crimes de guerra" um novo tipo de crime inventado para foder os nazi

Ver também[editar]