Episódios Censurados de Pokémon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Ele que explode tudo e eu que levo a culpa por isso? Cquote2.png
Porygon sobre não aparecer mais em episódios
Cquote1.png Não tenho culpa se meus seios são maiores que aquela despeitada. Cquote2.png
James
Cquote1.png É por isso que eu ameaço todo mundo com o meu relâmpago! Cquote2.png
O cowboy que cuida do Safari Pokemon sobre armas de fogo
Cquote1.png MWAHAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Tentacruel sobre destruir a cidade
Cquote1.png Okay-meme.jpg Cquote2.png
Porygon2 e Porygon-Z sobre não aparecer mais no anime
Cquote1.png Tsc!!! Cquote2.png
Furry sobre Episódios Censurados de Pokémon


Os Episódios Censurados de Pokémon são episódios, que por pura burrice, infelicidade ou até mesmo coincidências, conseguiram irritar uma minoria de pessoas. Para evitar inúmeros processos contra a Nintendo ou alguma emissora de TV, os carinhas da animação resolveram botar esses episódios na conta do Papa.

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que o Sentinela mata Ares em o Cerco, ou que não existe apenas uma Rei Ayanami.

Spoiler3.jpg

Os Episódios[editar]

Episódios que passaram uma vez ou foram liberados[editar]

Férias em Acapulco[editar]

Sugerido pelo Chaves, Ash e seus miguxos vão para Acapulco em suas férias, onde era liberado qualquer merda. O episódio com os disfarces mais toscos da Equipe Raquete, tanto Jessie e James se disfarçam de mulheres, incentivando a escolha de mulheres de três pernas, no qual o episódio foi banido, e depois exibido apenas nos Estados Fudidos.

Tentacool & Tentacruel[editar]

Um Tentacruel fica puto com uma construção em alto mar, e dá um Especial de porrada em um Horsea que queria impedi-o. Sem querer querendo, a Equipe Rocket lança uma droga radioativa na água, fazendo com que o Tentacruel fique enorme e lidere um ataque terrorista na cidade, no qual lembrou os Ataques de 11 de setembro de 2001. Deixou os americanos que olhavam o desenho bravos pra caralho, tendo apenas a emissora local que censura o episódio. Como o Brasil cagava e andava para isso, o episódio foi exibido normalmente.

A Torre do Terror[editar]

Ash ia caçar um Pokémon fantasma na cidade suicida de Lavander para tentar vencer a Sabrina, que ria da cara dele toda vez que broxava tentava batalhar contra ela, mas pelo seu "nome suspeito", o episódio foi parado de exibir nas terras fastfoodianas.

A lenda de Dratini[editar]

Um figurante aparece do nada e tenta ameaçar Ash com uma pistola (não aquele tipo de pistola), além de Meowth confundir a Equipe Rocket com a Tropa do Adolfinho. É neste episódio onde Ash captura mais de 8000 Tauros, no qual foi censurado, e deixou milhares de fãs confusos, quando perderam o episódio antes de ser censurado.

O Soldado elétrico Porygon[editar]

Crianças japonesas alucinadas e chapadas com o Porygon.

Depois de ser lançado, após Pikachu fazer uma burrada para explodir alguns mísseis, foi usado uns efeitos rápidos para tentar fazer a série ficar mais legal, mas sem querer querendo, isso fez que mais de 8000 crianças japonesas tivessem ataques epiléticos. Como o episódio era do Porygon e mesmo que o Pikachu que foi o culpado por essa porra toda, todos sabiam que se o rato amarelo levasse a culpa, a série não poderia ser continuada, então Porygon teve a missão de levar a culpa por tudo isso, e pararam de exibir o mesmo, quanto suas evoluções.

Caverna de Gelo[editar]

Pelo fato de Jynx parecer um travesti ter beijado na boca o Brock (apesar da cena nunca ter aparecido na verdade) e ser uma mulher feia pra caralho e de cor preta, foi acusada de racismo por mais de 8000 negros e grupos anti-KKK(Klu Klux Klan), tendo como opção não exibir o episódio até a reformulação da cor do pokémon.

Quanto Mais Brigas, Melhor[editar]

Foi banido em países frescos como França, Itália e Egito, por causa dos shippadores locais acharem as brigas entre Ash e Misty, tanto Jessie e James violentas demais.

O castelo debaixo d'água! Skrelp e Dragalge![editar]

O episódio foi banido pelo fato de sem querer, algum idiota derruba um navio e dias depois, um navio na Coreia do Sul é derrubado, no qual o episódio foi primeiramente censurado, e como era um episódio filler, também foi simplesmente pulado. (se fosse Os Simpsons, estariam se gabando por terem acertado outra previsão)

A canção de Jigglypuff[editar]

Pelo fato dos turcos não gostarem de bolas rosas que cantam, eles simplesmente pularam o episódio dele sem motivo, causa, razão ou circunstância, deixando vários confusos.

Ash e Passimian: Um Touchdown Amistoso![editar]

Episódio censurado pelos americanos acharem que tudo pintado de preto é sinônimo de racismo após o incidente da Jynx, ou seja, Ash se pinta de preto para imitar um Passimian e o episódio nem foi dublado nos Estados Unidos antes que pudesse causar algum tipo de revolta na comunidade negra.

Episódios que não passaram (nem passarão) de jeito nenhum[editar]

Batalha na Ilha do Tremor! Barboach vs. Whiscash[editar]

Um Barboach e um Whiscash iriam tretar, mas do nada Whiscash faz um terremoto e fode tudo, o episódio foi banido pelo fato de ninguém querer ver dois pokémons inúteis batalhando acontecer um terremoto no Japão em pouco tempo depois.

Equipe Rocket VS. Equipe Plasma[editar]

a Equipe Rocket invade o território dos hippies da Equipe Plasma, no qual gera uma guerra, e por causa de outro terremoto no episódio, e com outro terremoto no Japão, acabou banido.

Episódios banidos pelas relações amistosas entre Coreia do Sul e Japão[editar]

Greninja, um pokémon considerado ofensivo para os sul-coreanos.
  • Temporada normal
  • 004: Banido por possuir um samurai no episódio além da luta do Ash contra ele ser muito retardada a ponto de Misty ter que pará-la.
  • 020: Muitas referências japonesas.
  • 026: Os sul-coreanos odeiam a líder de ginásio Erika.
  • 032: Eles também odeiam o Koga.
  • 058: Muitas referências japonesas. (de novo)
  • 073: Banido por causa de um figurante vestido de samurai.
  • 077: Banido novamente por uma figurante usar roupas japonesas.
  • 130: Os sul-coreanos não curtem o pokémon Bellsprout.
  • 131: Além da Erika e do Koga, na saga de Johto, os sul-coreanos logo pegaram o primeiro líder de ginásio para fazer bullying, o Falkner e por isso, baniram o episódio.
  • 140: Muitas referências japonesas. (mais uma vez)
  • 176: Muitas referências japonesas. (outra vez)
  • 181: Muitas referências japonesas. (AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!)
  • 182: Por motivos retardados, estão banindo episódios onde a mula de Pallet ganha as insígnias, onde acham que igual aos rivais dele, está comprando várias falsas.
  • 183: Banido por uma figurante usar kimonos.
  • 194: Banido por ninguém querer ver uma luta de pokémons gordos possuir uma luta de sumô
  • 201: Mesmo que Natu lembre os astecas, os sul-coreanos baniram pelo episódio ter muita cultura japonesa.
  • 226: Uma usuária de Espeon usa kimonos, que lembra a cultura japonesa.
  • 227: Foi banido pelo fato das clientes do lendário Ho-oh se vestirem de gueixas.
  • Advanced Generation
  • 055 e 056: Tirados por motivos desconhecidos e retardados.

Ver também[editar]