Ezra Miller

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Lindsay Lohan era bonita antes das drogas.jpeg Este artigo pode levar-te para o lado roxo da Força!

Este artigo é perigoso, tanto pra homem quanto pra mulher, então proteja sua retaguarda e não vandalize. Se você é fã de Ana Carolina, fique à vontade!

Russo flor.jpg
Visivelmente bom das ideias.

Ezra Miller (que nome), é um ator, mas antes de ser ator, temos que ver se realmente é humano, isso vamos descobrir até o final desse artiguinho. O trabalho dele mais significativo foi de um piá rejeitado pela mãe que então, para provocá-la ele resolveu fazer cocô na calça até os dezesseis anos e também mamar no peito, até que as pobres tetinhas da mãe dele ficaram iguais a azeitonas num saquinho plástico. Não fazia isso e outras tretas por ser retardado, mas porque ele queria castigar a mãe dele por ela não gostar do infeliz. Nessa atuação ele também teve que aprender a atirar com arco e flecha porque onde gravariam era uma reserva indígena e teriam que ser aprovados pelos índios do local, sobrou pro Ezra essa função, em troca deles não comerem nenhum dos cara pálidas que trabalhavam ou produziam o filme.

Vida estranha[editar]

Ezra Miller de camisola ao interpretar a Barbie falante.

Só por filho de um dos produtores da Disney já seria mais do que suficiente para duvidar que fosse normal, pois o pai dele trampa na Disney, não sei em que função, mas coisa normal nunca pode estar associado ao nome Disney, senão o Walt Disney ficaria descontente com seu legado e lá do além (alguns dizem que inferno), mandaria pragas que detonariam a empresa e ela faliria sem nem lembrarem mais da Branca de Neve, ao menos a versão da Disney. Pois o pai dele, por trabalhar na Disney uma coisa já se pode perceber: Não deve ser de dispensar dinheiro, então mal o filhote não deveria viver, por outro lado, ele não deve ser muito bom da cabeça e talvez ele tenha herdado isso do pai.

Ezra Miller, inocentemente comemorando a formatura do colegial.

Da parte da mãe ele tinha uma relação meio parecida com a do seu personagem Kevin, com a diferença de que ela gosta dele, mas ele fez na fralda até os dezesseis apenas para fazer um teste de até onde ela o amava. Pois ela passou no teste, já que quando perdia a razão, ela apenas atirava a bosta toda pelas peredes, depois se acalmava e limpava tudo cantando: Ela cantava fiscalizando o trabalho da empregada, que era quem tirava a bosta e desinfectava tudo. Depois disso ela ia até o Ezra e lhe dava um beijo na testa, inclusive dando de mamar, mas as tetas dela não estavam tão caídas, pois ele mamava levemente já que o leite era abundante. Se a mãe dissesse que ele já estava grandinho pra isso, ele usava de chantagem, dizendo que se tornaria gay e iria mamar leitinho de marmanjos por aí, aquele leitinho mesmo, nem preciso dizer, nem linkar.

Quando aos dezessete anos, ele finalmente resolveu desmamar, suas atuações tinham melhorado consideravelmente em relação ao primeiro trabalho que foi aos 13 anos onde fazia o papel de Barbie de uma guriazinha que tinha problemas de esquizofrenia, portanto a Barbie falava, andava e fazia tudo. Ezra após isso, melhorou, mas depois do Kevin, o arqueiro bondoso, ele não conseguiu mais nenhuma trabalho significativo, embora seja ótimo, mas como as vagas são preenchidas com tudo que é espécie de bosta, nem nos filminhos da Disney, onde seu pai trabalha, dão algo que seja melhorzinho para ele fazer. Voltou a fazer trabalhos como os da Barbie viva. Uma ou outra participação em séries e nada mais, até agora. Por isso talvez ele siga os passos do pai e trampe na Disney, mas na parte de produção, sobretudo em desenhos em que tenha alguma matança com muita carnificina, que é sua especialidade. Pois Ezra mesmo informou que ama os personagens sanguinários. Seus pais costumam ir dormir com três trancas na porta.

Principais (e só esses) trabalhos[editar]

Ezra Miller aos dezesseis anos, pedindo pra sua mãe dar de mamar.
  • Precisamos falar sobre o Kevin, o maior até agora, em que a mãe dele não aguenta mais trocar fralda e dar de mamá.
  • Every Day, aquele em que ele faz a Barbie falante.
  • Animais Fantásticos e Onde Habitam, onde ele faz o garoto reprimido (estamos falando de magia aqui...) em quem o vilão está de olho.

Séries:

  • Californication, nunca vi essa porra de série.
  • Law & Order: Special Victims Unit, faz aqueles psicopatas sanguinários que aparecem nessa série, e adorou fazer, claro. Agora que vi o episódio... Nãããõoo, ele fez um carinha bonzinho que salva a namorada de um cara psicopata, ficou legal bonzinho, mais de acordo com a singela cara de bunda dele.
  • Royal Pains, não sei nem quero saber que série tosca é essa, de qualquer forma ele só aparece num dia.

Treinar também, mas não com seres vivos, talvez com zumbis[editar]