FIFA 17

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg FIFA 17 é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, alguém acabou de derrotar o Sega Saturn.


FIFA 17º
FIFA 17 capa.jpg

FIFA 17, agora com muito realismo

Informações
Desenvolvedor Electronic Arts
Publicador Electronic Arts
Ano 2016 (mas o nome não é 17?)
Gênero badminton Futebol
Plataformas Xbox One, PS4 e PC.(as versões do x360 e PS3 não são considerados jogos pela empresa do game)
Avaliação 0,001%
Idade para jogar 5 Anos

FIFA 17 é mais um jogo de futebol da incansável franquia FIFA, desenvolvido e publicado pela estelionatária Electronic Arts. Novamente, com nenhuma mudança, pode continuar com seu FIFA 16 que é uma cópia de FIFA 15. FIFA 17 ainda ganhou uma versão lixo para Android chamado FIFA Mobile, um joguinho casual que fora carinhosamente apelidado pelos fãs de Lixo Mobile 17.

Mais uma vez a narração é feita por Tiago Leifert com comentários de Caio Ribeiro, obrigando você a botar a TV no mudo para jogar, enquanto que no PES 2017 temos Milton Leite e Mauro Beting tecendo excelentes comentários e dando uma aula de transmissão futebolística que os dois mongoloides da Globo deveriam assistir.

Com comerciais bastante enganosos e seu marketing maior que o próprio jogo, FIFA 17 teve como embaixadores os jogadores Marco Reus (o desconhecido da capa do jogo) e mais três desconhecidos/decadentes James Rodríguez, Eden Hazard e Anthony Martial.

Licenciamento e marketing[editar]

O FIFA 17 rouba jogadores de seu rival PES 2017 através de esquemas de licenças de clubes graças a um mercenário poder lucrativo. O jogo então exibe times de diversas partes do mundo e todos os jogadores com seus nomes reais. Como sempre, conseguindo ter parceria com Cerezo Osaka e Portsmouth FC que vem com uniformes completos, mas não tem Corinthians e Flamengo.

Os jogadores de Fifa são os mais burros mesmo, enchem o saco para a EA ir comprar a licença da Champions, sendo que no jogo você consegue editar.

Jogabilidade[editar]

Com dribles irrealistas e com zagueiros perfeitos que sabem desarmar sem fazer falta, o FIFA 17 prima pelo realismo. A ideia é passar a sensação de estar havendo um jogo de verdade, embora cada jogo pareça na verdade uma prorrogação, já que ninguém aguentaria essa merda por 90 minutos reais.

Para os novatos a boa novidade é um sistema de ajuda para jogadores noobs chamado de "Handcap", e assim o FIFA 17 conquistou o seu público modinha na idade de 13 a 17 anos, pois graças a youtubers noobs usando esse auxílio, eles conseguem convencer seus inscritos baba-ovo a jogar FIFA 17 e ainda ganham dinheiro com a propaganda do jogo.

FIFA 17 tinha tudo pra ser um jogo legal, mas continua a mesma porcaria de sempre e por isso não saiu da nota 6 na crítica especializada, ainda mais agora que os programadores do jogo colocaram juízes mafiosos que inventam pênaltis a favor do computador, tanto que esses pênaltis duvidosos nunca nem passam o replay do lance.

Outra bosta desse jogo que dá vontade de jogar o videogame naquela vizinha chata que você não gosta são os zagueiros, a dupla de zaga de todos os times são formados pela força do Coisa do quarteto fantástico e pelo The Rock do Velozes e Furiosos, então é impossível passar deles com dribles, nem Robben ou Cristiano Ronaldo aguentam ganhar na corrida contra qualquer zagueiro, seja eles do Panamá, a zaga do Basel ou do Copenhague é intransponível.

Fora que você se mata para fazer um gol, chuta 30 bolas indefensáveis e o goleiro do time do computador milagrosamente defende todas, enquanto o computador te ataca só uma vez e teu goleiro conveniente franga, cedendo o empate.

The Journey

FIFA 17 é o primeiro jogo de futebol a nos trazer um modo história, o The Journey. Nele controlamos Alex Hunter e sua trajetória de início de carreira no Tangamandápio FC até chegarmos ao Real Madrid, tudo ao estilo The Sims, a única coisa motivante nesse jogo de merda.

Este modo de jogo foi considerado "legalzinho" pela crítica especializada porque parece história de novela ou seriado mela-cueca, os fãs até se animaram com algo realmente diferente pela primeira vez em anos, mas a empolgação acabou quando descobriram que o FIFA 17 só mostrava um arco da carreira de Alex (somente a primeira temporada), deixando todo mundo curioso pra saber como será sua estreia na Seleção.